domingo, 5 de outubro de 2008

A mudança, parte II

Dia de eleição, aqui no Rio, é igual a decisão de Copa do Mundo, feriado de carnaval, véspera de ano novo. As ruas da cidade se transformam em uma festa.
Bonito mesmo é ver os velhinhos, os doentes, as pessoas que não precisam ir às urnas, dispostas, acompanhadas, amparadas, tudo para viver o futuro. Ver a cidade mudar.

7 comentários:

a vizinha à direita disse...

ISSO , LILI. TEMOS QUE ESCOLHER BEM MAS TBÉM LUTAR PELA NOSSA CIDADE.

Isabela Guedes disse...

Espero ver uma Cidade do Rj dando oportunidades significativas à população. Não quero que a minha cidade,o Rj, seja a potência para que pessoas que vêm para o Rj sonhando viver um lugar melhor e fica largado nas ruas ou são porteiros de prédios. Que fiquem nas suas cidades para que o PROGRESSO na sua própria cidade ocorra. Desculpa eu estar sendo pré-conceituosa, mas sou a favor de tirar as pessoas ociosas, que não contribuem PARA NADA NA NOSSA CIDADE.

betty disse...

Não voto no Rio, mas por aqui a coisa ta feia, em todos os sentidos. As pessoas se vendem, não se preocupam que uma atitude desse porte irá comprometer o desenvolvimento do município.

Qdo o povo vai ter consciencia sobre a importância de seu voto.

Eliane disse...

Vizinha à esquerda: sue candidato tá indo heim...
Ou melhor Foi!

Eliane disse...

E o Brasil é tão rico, tão interessante, não é?
Cada cidade também maravilhosa.
Isabela conheço todo Brasil, cada cidade e não me canso.

Eliane disse...

Beth, voto no interior ainda é um problema.
Espero que vença por aí aquele que ama sua região.
beijos e saudade

betty disse...

Li, não custa sonhar, este sonho tão lindo, como a música diz.