quinta-feira, 7 de abril de 2011

O alvorecer no Dia Mundial da Saúde



Salve, salve parceiros do Blog, amigos fiéis e dedicados, seguidores queridos. Vocês já viveram na madrugada? Eu já trabalhei muitos anos na noite com uma equipe da madruga que não trocava este horário por nada. Isto foi com a minha primeira equipe de reportagem no começo da carreira, na Rede Globo. Quem entrava tinha que ralar. E a madrugada foi uma grande escola. Meu cinegrafista chamava-se Mauricio de Oliveira. Depois de nossas três ou quatro matérias à noite Maurício dava uma passada aqui outra acolá. Eu tinha que voltar para a redação e escrever, mas Maurício ia jantar, me apresentava ao mundo da madruga. Eu era estagiária, garota e queria era ir embora dormir. Mas peguei muita experiência nesta fase, mas nunca mais quis este horário. Mas confesso que as madrugadas são muito interessantes. Outro mundo que ferve lá fora. Vocês nem imaginam.
Hoje as minhas madrugadas são feitas para dormir, quando não bate a insônia. Mas foi muito bom ter vivido aquela época. Hoje tudo é perigoso nas madrugadas. Vivemos tempo de desafios. Em tudo. Especialmente na área da saúde e em todas as outras também.
E não podemos esquecer de jeito nenhum que, 7 de abril, Dia Mundial da Saúde, que será marcado por uma paralisação de 24 horas no atendimento dos médicos credenciados às operadoras de planos de saúde em todo o País. Entidades que agrupam cerca de 160 mil médicos prometem a suspensão de suas atividades por todo o dia, em manifesto aos repasses feitos pelas operadoras de planos de saúde aos profissionais.A paralisação tem apoio do Conselho Federal de Medicina (CFM), da Federação Nacional dos Médicos (FENAM) e da Associação Médica Brasileira (AMB). Fico pensando e torcendo para que nas próximas horas ninguém precise dos médicos. Nem de dia nem, nem de noite e nem durante a madrugada.
A situação é lamentável. Quando precisamos de um plano ou de um bom médico é que vemos a falência total do sistema.
Bom dia amigos!

5 comentários:

✿ chica disse...

Pena que para "festejar" seu dia eles tenham otivos pra fazer greves... Uma pena mesmo.Sofre o povo!

Aliás, o que não é nenhuuuuuuuuuuuuuuma novidade ,não é mesmo?

um lindo dia, cheio de saúde e alegrias!beijos,chica

Lulu disse...

Bom dia, Eliane, bom dia blogueiros queridos. Eu já vivi muitas e muitas madrugadas, nos meus velhos tempo de boemia. Existe uma música do Vinicius de Moraes que retrata de uma forma perfeita o que é o raiar de uma madrugada:
"Já vem raiando a madrugada
Acorda, que lindo
Mesmo a tristeza está sorrindo
Entre as flores da manhã se abrindo nas flores do céu"
(Rancho das namoradas)
Mas hoje, a exemplo de você, minhas madrugadas são para dormir (quando também não bate insônia)...
Sim, hoje é o Dia Mundial de Saúde. Que seja para todos os gestores e profissionais dessa área um dia de muita reflexão, pois a Saúde do nosso país há muito está na U.T.I. ...
Beijos mil, tenham uma ótima quinta-feira.

a vizinha da VSouto disse...

A madrugada já foi boa pra mim. Adorava a noite. Agora ela serve pra dormir, qdo deixam.
Essa história dos planos de saúde é uma vergonha. É a prostituição da medicina. Fazem miuto bem em lutar pelos seus direitos mas que não seja em prejuizo pros que precisam !

Vera do sulllllllll disse...

Bom Dia Eliane e blog querido !
Ufa!saudade.
O dia mundial da saúde aqui no Brasil está doente?
Não é muita novidade. Meu esposo que diz: Saúde e educação neste país NÃO TEM MAIS JEITO....
Quanto as madrugadas, a minha experiência é de saída de bailes, boates, época de adolescência e namoro, época muito feliz....
Agora é sinônimo de preocupação pois os filhos é que saem e frequentam este horário, nas baladas.
Madrugada é para dormir, descansar,mas quando a insônia bate..... espero com calma o DIA chegar.
Beijo de boa quinta para todos.

Maria Cecile disse...

Eliane... boa noite!
Eu peguei também um tempo em que era "seguro" andar por aí de madrugada. Chegar em casa uma, duas da manhã era cedo. hoje, chegar 10 horas já é tarde, rsrs.

Também trabalhei na madrugada mas em gravações de estúdio quando estagiária. Começava às 4 da tarde e terminava às 4 da manhã. A única coisa boa era a parada para o jantar: sempre uma churrascaria. A Globo tinha dessas coisas, :) não sei como está agora.

Quanto à saúde... lamentável!
Aliás, o dia de hoje... vai ser difícil de esquecer!

Beijos amada pra ti e pro blog querido!