quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Questão de honra para o Rio


Uma cidade como o Rio de Janeiro, capital cultural, capital do turismo, que dita moda para o Brasil e para o mundo, que tem o visual e o estilo de vida mais "cool" do mundo, não pode ficar à mercê de tiroteiros. Seja na zona sul, norte, ou oeste e Baixada. Em nenhum lugar do mundo ou do nosso país a gente presencia uma situação desta.
Quem vai ter a coragem de dar um basta?
Apesar do tiroteiro na noite de ontem, o Leme continua sendo o bairro mais charmoso do Rio.
E mobilizadíssimo. Aqui, não tem 49% contra 51% e vice versa. Aqui estamos unidos em 100%. Pelo Rio, pelo Leme, e em tudo. A mobilização já começou a acontecer. Próxima reunião marcada no Forte. Aviso.

8 comentários:

Rodrigo disse...

Eliane, bom dia! Mobilizar-se antes de ser um ato de cidadania é
veladamente, um ato de dizer sim à vida. Essa vida que segue, segue sempre.
Afinal, a vida não é boa, não é má ou cruel. Ela é avassaladora!
E como viver não é ser ou estar estático, devemos nos lembrar que
tudo passa e tudo se transforma. Sempre.
Com carinho Rodrigo & Vera.

a vizinha disse...

Que bom ter um novo casal por perto ! Sejam muito bem-vindos a essa comunidade pró-Lili, pró-vida. Como diz uma amiga nossa blogueira assídua:"esse blog é sério mas é light" Sintam-se em casa !!!!!!!!!! por aqui rola de tudo. Amor, saudade, liberdade, paixão... É a vida em toda as suas formas !

a vizinha disse...

... a vida em todas as suas formas !
Lá se foi o ESSE !!!!

eliane p/rodrigo disse...

Avassaladora...bom isto. Você é um perfil e tanto neste aspecto.
Quero esta amizade, quero esta amizade.
Mobilização é tudo!!! Pena que o povo não entende. Até meus porteiros, que não tem instrução, estão pedindo o movimento de todos aqui. Mas v. não acha que a maioria dos homens e mulheres são convardes?
Morrem de medo, são inseguros?
eu tenho certeza.
V. não se enquadra neste perfil. Um dia , para meus blogueiros entenderem minha postagem, vou contar a sua história e da Vera.
Ou deixo para um livro? voc^^es me permitiriam?
ABS

De vizinha p/vizinhança disse...

Estou até com medo de mergulhar hoje em Copa. V. está muito, mas muito, como direi, avassaladora? Risos.

Rodrigo disse...

Eliane, com certeza está autorizada a contá-la. E digo:
existe muito mais coisa é que o tempo foi muito curto (mas suficiente).
Realmente encaro a vida de frente e, sigo meu caminho. As vezes se ganha, as vezes se perde mas, em ambos, vive-se.
Acredito que nos encontraremos outras vezes.
Com carinho, Rodrigo & Vera.

Rodrigo disse...

Deparei-me com a seguinte frase:

" A vida é muito curta para se arrepender. Então, ame as pessoas que te tratam bem.
Esquece as que te te tratam mal."

>> Quanto a essa última se alguém souber como se faz, por favor me ensina (nem tudo é exatidão, rsrs).

Eliane disse...

Olha, nem vou conseguir responder a frase que v. postou hoje. Mão na luva.
Então Rodrigo, vou marcar e ouvir a história dos dois lados. Fiquei impresionada ( para o bem -raros homens assim)com sua atitude . E Vera me falou por alto da história das meninas.
Quero ouvir pessoalmente, longo papo à noite, recheado de trutas e vinhos . O livro está caminhando muito bem - o novo. Mudei o projeto, a editora aprovou e já fechou. Entrego os manuscritos em dezembro. Será um lindo conto para quando vocês enfrentarem alguma adversidade ou quando o amor fraquejar( às vêzes acontece), vocês olharem a crônica e gritar: nós vamos continuar em nome desta história.
Prometo reproduzir o que vocês pedirem. Com muita beleza.
Vamos marcar. Pode ser em Penedo ou no Rio. Já dei até título apra este história. Secret. Só em maio.