segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Os mistérios que envolvem o desejo e o sexo


Tem gente que adora um chamego todo o dia. Tem gente que não gosta, foge e nem acha tão necessário. Faz sexo por fazer. Tem um querido amigo que sempre me diz, ah -com minha mulher - é uma obrigação. E suspira. Era melhor não fazer nada.
O fato é que desde que o mundo é mundo este é o assunto das rodas, das fofocas, dos desejos ocultos e agora das pesquisas e estudos. Ao meu ver existe é muita história em torno do sexo , da sensualidade e muito alarde falso. Meu colega jornalista e debatedor no Programa Haroldo de Andrade, Pedro do Couto, afirma categoricamente de que não tem nada mais difícil em se definir, falar e entender o sexo. E olhem que ele tem 76 anos.
A conversa que deu origem ao assunto entre nós, debatedores do programa, foi um estudo ( mais um) da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, que concluiu que apenas 29% das mulheres se dizem realmente capazes de sentir prazer absoluto com seus parceiros. Já 71% delas, não. O advogado Ricardo Tonassi, também debatedor, diz que isto é caso de saúde pública. Já o professor Fernando nos matou de rir ontem quando falou no programa, que vai logo dizendo para mulher do que gosta ou não gosta. Corta logo a pobrezinha. Ah, amigo Fernando, a coisa não rola por aí. O sexo é uma dança que os dois podem conduzir com maestria ou não. Agora é preciso querer bailar.
O estudo da Universidade de Chigago não é o único que anda por aí desvendendo um dos segredos das mulheres: a falta de sintonia com o parceiro escolhido. O que será que há?
Na minha modesta opinião não é difícil entender. Tabu, fantasias na infância com príncipes inexistentes, dificuldade em falar sobre o assunto com especialistas, dogmas infiltrados nas cabecinhas, banalização do amor, escolhas erradas e uma super valorização de um assunto que deve ser tratado entre quatro paredes. E mais, o sexo não é o mais importante para alguns casais, algumas pessoas. Questão de prioridade. Fora isto, sintonia, atração, choque elétrico de pele, carinho e vontade imensa de ficar colada ao outro não dá assim que nem chuchu. Atração é algo raro, na minha concepção. E quando se dá entre dois seres humanos, às vêzes os impecilhos da vida, a timidez, as minhocas na cabeça, atrasam esta consumação deliciosa e saudável. O olhar, o cheiro, o abraço é que dão ínicio a este desejo tão contido, tão antigo. Um desejo que caminha junto e deve ser duplo. Ah o sexo...sempre o mesmo bla bla blá e fruto de tantas pesquisas... Melhor não falar tanto. Melhor entender a si mesmo. Melhor experimentar.
Que estes 71% de mulheres que ainda não consenguem sentir o ballet dos corpos, não demorem a descobrir.
Bom dia blogueiros. Hoje é um dia especial para mim: 16 de agosto. Data que o melhor e mais humano médico do mundo faria aniversário. Meu pediatra, um amigo na maturidade, o terror da minha juventude, mas que dele herdei o otimismo e a perseverança. Hoje, Dr Ary, meus pensamentos e oração são para você, que está sempre por perto me empurrando pra frente.

23 comentários:

Dragão na caverna enroscado nas cobertinhas disse...

Bonjourrrrrrrrrrrrrrrr!

Happy Birthday for Doctor Ary, papy de Lilizinha.

Sexo??????? Prefiro não comentar para não estremecer o blog e fazer desmaiar as "carolas" , levar chineladas da madre superiora, deixar neguim morrendooooooo de inveja , etc, rs,sr,sr,rs,sr...linda semana para o blog mais charmoso do planeta!

Chica disse...

O tema sexo tá sempre na roda e o melhor é nem falar e sim agir,mas não agiiiiiiiiiiiiiiir cavalarmente(existe isso) mas sim com vontade,amor, prazer de estar juntos,de se tocar... Há muito papo furado e muitos entendidos e na real, é tão simples.Ou há a cola ou não!Com o coração junto fica legal!

Deixo um abraço pra teu Dr ArY.um beijo pra ti e linda semana!chica

Papoula Dragão saudades da Camélia disse...

Saudades da nossa linda Camélia, esse seria um tópico com maior bolão entre nós, AS FLORES rs,sr,sr,sr,rs,sr...tem gente que faz uma falta, né mesmo?

Eliane Furtado disse...

Bom dia Dragão sapeca, que adora uma bagunça e porteiros, seguranças e etc...e que AINDA(gostou?) faz tremer o centro da cidade quando passa faceira.
Bom dia Chica. Melhor agir, melhor agir. Dr Ary virou luz mas sabe Chica, eu sinto ele o tempo todo. Especialmente diante dos grandes desafios.
Dragão, chama ela chama ela.

Dragão p Camelinha do Cerrado disse...

Camelinha do Cerrado kd você???????

Eu vim aqui só pra te ver, venhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

Vem bater um bolão com DRAGÃO PAPOULA DOURADA, te espero, viu?

Vera do sulllll disse...

Bom Dia Eliane!
Bom dia Blog!
Sexo! Sexo! Sexo!!!!
Badaladoooo, pesquisadoooooo, mas quem sabe mesmo são os dois ou as duas ou par!!!
Não sou gabaritada neste assunto, mas que é bom, é!!!!
Bjs do sul ENSOLARADO,mas frioooooo.

Eliane Furtado disse...

Veroca, esquenta o frio aí no sul. Hummmm, segunda-feira, abraço quentinho...Que remédio curtivo. beijos e boa semana.

Lulu disse...

Bom tema... muito interessante. Dá pano pras mangas. Muita discussão e ninguém chega a um consenso. Na verdade é uma coisa muito subjetiva. Hoje eu consegui chegar pelo menos a uma conclusão: sexo é a melhor coisa do mundo, pena que por trás venha (para mim, que sou hetero)um homem (quero dizer: um relacionamento). Porque quando o relacionamento pessoal não está bom, o sexual vai pras cucuias.
É verdade que existe muita história em torno do sexo, principalmente muito alarde falso. E como diz aquele velho ditado... "trovoada com muito vento é sinal de pouca chuva". rsrsrsrsrsrsrsrsrs
Bom dia para todos, beijos, tenham uma ótima segunda-feira e uma semana proveitosa e cheia de conquistas.

Bibi &Lilian disse...

Sexo? O que é isso? hahahaha
Brincadeiras a parte, temos sim uma vaga lembrança do que seja, e com certeza ele deve vir com respeito, carinho e amor. Nunca obrigação. Um relacionamento cujo amor nao for a base, quando acontece de como nós, estarmos em pleno tratamento quimioterápico, carecas, auto estima em baixa, cansadas e com dor; certamente acabaria, pois o amor tudo suporta, tudo espera. Imagina neste estado, sermos "obrigadas a servir" nossos companheiros, apenas por uma necessidade fisiológica? Bom demais é ser amadas, desejadas e ter nossas limitações (temporárias) respeitadas. Um beijo Eliane.

Eliane Furtado disse...

Bibi e Lilian: recomendação do meu clínico: Abraços,beijos,chamegos,corpicho colado no corpicho e muitttttttttos cafunés.Ai ai.
Menina, dá um impulso nos tratamentos ksksksksksks

Eliane Furtado disse...

Luluuuuuuuu, tá danadinha rsrssrrsrs
"melhor coisa do mundo heimmmm"
Depende com quem com quem rssrsrsrrsrssr

Cecile Azambuja disse...

Eliane, bom dia!
Fiquei passada com a os 71%. Estamos no século 21 e essa mulherada assim!!!
Tem que ver aonde foi feita essa pesquisa. Há uns 15 anos uma revista me deu uma tarefa, entrevistar mulheres entre 25 e 40 anos, mais ou menos isso, para saber quantos parceiros já tiveram. Bem o número que eu cheguei foi meio orbitante, rsrsrs, de 5 a 50.
Isso não combinou com a pesquisa deles encomendada. Só que a pesquisa deles foi feita no norte do país e elas só teriam de 1 a 3 parceiros. Realmente, comparar pesquisa em Manaus, por exemplo, com Rio... Também não entendi porque fizeram isso. E era uma revista da editora Globo. A matéria não saiu.
Enfim... felicitações ao seu querido pediatra. Amei saber, bjs.

Eliane Furtado disse...

Cecil pediatra papai virou luz e está recebendo as felicitações todo prosa como todo leonino.
Tricolor alegre hoje lá pelo além ksksksks
Querida, pesquisa é troço chatérrimo.
Mas que o assunto é complexo é.
Nossa e como. Tb é difícil encontrar em outro a sintonia.Enfim...

Zel Pinguim de Bengalinha disse...

Alô, alô, Sampa (frioooooooooooo) chamando Rio!!!!! Brrrrrrrr!!!!!!
Boa tarde blog!

ÚÚÚÚÚÚIA!!!! Que assunto quente... estou até sentindo um calorzinho!
Sexo com amor, então? Deus não poderia ter criado coisa melhor!!!!!

Hahahahahaha, vamos todas arder no mármore do inferno, como diria a blogueira sumida Camélia do Cerrado, não é mesmo?

Dragão, tb sinto a falta do Ping-Pong de vocês, hahahahha!

Eliane, certamente seu pai está com você, querida!!!!!

Beijão
Zel

Eliane Furtado disse...

No mármore do inferno, mas bem acompanhada? rsrsrsrs
Boa tarde Zelll das minhas.
Difícil é achar um amor...Achou por aí?

Cristina disse...

Olá Eliane! Bom assunto esse! Mas estou em período de resguardo como diria nossas avós Rs... Agora ótimo é entrar aqui e ler os comentários de nossas amigas, ah, to até animada para fazer a sessão de radio daqui há pouco! E vc Dragão só enrolada nas cobertas? Mas com esse frio, tá difícil não querer ficar embaixo do cobertor não é?
Hoje é aniversário de seu pai, saiba que Lá de cima ele olha e zela por vc, com muito carinho. Hoje tb faz 30 anos que comecei a namorar meu marido. Rs... Mas pessoal não pensem que já to velha não hein, ainda to novinha e deixa acabar esse tratamento... Me aguardem... Rs... Bom fim de tarde meninas e orem por mim, daqui há pouco vou para primeira sessão de radio! Um bom fim de tarde à todos vcs! Bjsssssssssssssssssssss

Eliane Furtado disse...

Estamos juntas Cristina. Na hora H cante a canção que vc gosta, reze e pense no assunto de hoje e naquele com quem vc gostaria de estar ksksskksks
Vai passar rápido. Força garota!

Dragão p Cris com carinho disse...

Crissssssss, vc ainda lembra dessa data??? Vixiiiiiiiiiiiiiiii eu deletei pq eita diazinho miserable qd conheci o FALECIDO VIVO rs,rs,sr,sr,sr,sr,rs,sr,sr... to na caverna queridinha, bem quentinha pq dei logo um bafão de Dragão e esquentei até a vizinhança, todos agradecidos rssr,rs,sr,sr,sr...
Querida, N.Senhora já está lá te aguardando e vai dar tudo certo, vá cantando sua música preferida, lembrando só de coisas lindas e suaves, vai passar rapidim, viu?
Um dia vou te contar como foi o primeiro dia de radio da minha mãe, vc vai rir muitooooooo!
Beijins carinhosos

Dragão Saci p Zel, A LINDA disse...

Zel lindinha, Camelinha tá lá no cerrado enroscada com seu bando de cangaceiros e sem tempo p nós mas acredito que breve ela vai pegar sua garrucha,montar no seu pangaré perneta e vem a galope p este blog charmoso pq certamente ela tb tem saudades da nossa baguncinha e das vassouradas da madre superiora, aguarde, viu?
Beijinssssssss queridinha

Flor de Lótus disse...

Realmente para muito sexo é tabu, falar, fazer tudo muito confuso e misturado, os desejos são insaciáveis, a curiosidade é muito,mas nem sempre as almas se entregam verdadeiramente e o que rola é apenas sexo nada mais, sem muito tesão, sem muito clima, quase uma obrigação, mais uma vez nossa sociedade banalizou algo que é tão necessário e humano para nossa sobrevivência...
Boa semana!
Beijosss

Elizabeth F.Wigg Abirached disse...

Oi querida! Este assunto sempre foi polêmico, pq depende dos costumes, hábitos, cultura, formação de tabus e como não existe "padrão sexual", não se tem como qualificar este tipo de pesquisa. Q o Dr Ary seja sempre uma força propulsora com muita luz! bjinhos

comunicadoras disse...

Os estudos e as pesquisas são sempre úteis em qualquer assunto, mas no sexo penso que não há regras. Cada casal é que sabe como agir a este respeito. Depois de 34 anos de casada o sexo continua importante, penso que fundamental, mas muita coisa mais tem que haver; a cumplicidade, a harmonia no dia a dia, o respeito um pelo outro são fundamentais para que o sexo seja prazeiroso e continue existindo num casal.Acho que o mais importante num relacionamento não é o sexo, porque, pelo menos no meu caso, se não houver tudo aquilo que mencionei acima, não há prazer no sexo e se calhar nem sexo há. Bem, o assunto é interessante, mas complexo, pois as pessoas são individuos, portanto diferentes e, claro, pensam e vivem o sexo também de maneiras bem distintas. Um beijinho, Eliane e espero que tudo esteja a correr bem com a sua saúde. Força, amiga!
Mila

Rodrigo disse...

Boa noite "The Boss.Ph" !!!
Boa noite Blog !!!

Para temas prá de carregados tabús e "leumas", entretantos e consequentementes conforme diria o personagem Odorico Paraguaçu é na lata.

- Sexo é igual churrasco, mesmo ruim pode-se dizer que é bom.
- Se for com a pessoa certa bem ai, ai, ai... é só correr pro abraço.

Beijão, Rodrigo