sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Tijolo por tijolo

O grande aprendizado que venho tirando da minha nova história é que querendo ou não, sou obrigada a construir tudo de novo. Tijolo por tijolo. Não gosto disso, não é muito o meu jeito de atuar na vida. Sou rápida, prática e de decisões. Mas, a adversidade coloca você diante de alguns desafios junto a própria personalidade. Paciência e reconstrução. Paciência para vencer e tentar equilibrar o emocional. E a partir daí reconstruir uma nova pessoa. Sem perceber é o que tenho feito: reconstrui um novo caminho profissional, reconstrui - com ajuda do meu exército- uma nova Eliane. A construção está pronta, passando apenas por reformas. Aliás, reformar é bem mais difícil do que construir.

10 comentários:

a vizinha à direita disse...

Mas a vida ensina mesmo. Bota freio nas coisas e põe no trilho. Vc tá aprendendo que tudo tem seu tempo certo. Não atropele os fatos. Já te disse. Um passo de cada vez. Vai lá controlar sua ansiedade. Apressado come cru ! Vai ter que aprender na marra. Agora ninguém te segura ! Valeram nossa forças unidas. A força do pensamento é algo extraordinário !

À vizinha disse...

Me rendo a força do pensamento, me rendo.

Anônimo disse...

Lili, reformar é difícil, mas temos a oportunidade de corrigir ou adequar o existente à sua melhor forma ou àquela possível. acreditar sempre é o grande segredo.
bjjks,
Monica

a vizinha à direita disse...

Esse mês que parecia desastroso vai ser de dias de intenso trabalho, como vc gosta. Agora sossega. Não se antecipe aos fatos. XÔ Baixo astral ! A vida vai seguir seu rumo e nós também. Vc vai ter vários fins de semana pra tirar e descansar... As oportunidades estão apenas começando !

Lulu disse...

Você está no caminho certo, embora algumas vezes sinta que é necessário fazer correções de rumo.
A palavra mágica é exatamente essa: reconstrução (de uma nova pessoa). Lançar-se em direção a um novo modo de vida. É por aí, menina, que você vai conseguir. E-xa-ta-men-te por aí. Siga em frente e acredite sempre em sua intuição.

Lulu disse...

Deixe eu lhe dizer mais uma coisa, que não é nenhum segredo: todos nós temos nosso curador interno. Os "curadores" externos nos auxiliam, verdadeiramente muito, mas somente ele, nosso curador interno, tem o poder de nos reconstituir e reconstruir. Fico imensamente feliz, na verdade maravilhada, de ver que você conseguiu entrar em contato com ele (suas palavras, sua postura, revelam isso claramente). A grande maioria das pessoas não o (re)conhece dentro de si. E, principalmente, não sabem se perdoar.
Beijos, tenha uma maravilhosa semana.

a vizinha à direita disse...

LILI, que essa semana seja de muitas realizações profissionais !!

Priscila disse...

Mas saiba que quando fazemos a reforma temos a oportunidade de mudar, aperfeiçoar e retirar aquilo que não tem mais tanta importância e nos adequarmos as novas tendências.
Não há situações na vida que não possamos tirar lições positivas, por mais difíceis que pareçam.

eliane p/ todas as amigas disse...

Queridas, cada texto aqui colocado foi preciso e especial. Li cada palavra e respondo a todas:
compartilhar esta grande aventura com vocês tem sido uma experiência ótima, bela e renovadora.
Agradeço também à minha editora que bolou todo o Blog, porque através dele sinto a emoção e o carinho de cada uma bem pertinho de mim. E vamos para segunda quinzena de outubro. Vamos pra frente. Um beijo e boa semana.

Ebally disse...

Para se construir um novo prédio é necessário primeiramente demmolir o velho e limpar o terreno. Tijolo por tijolo, nos edificamos, fortalecendo enquanto uma nova vida se consolida.