sábado, 4 de outubro de 2008

Assis: protetor dos animais e da natureza

Rico, mas um idealista. Abriu mão de tudo para se dedicar aos pobres e aos animais.
Aqui em casa, ele está presente em um porta-retrato tendo ao seu lado, Shiro e Kinsei, dois de seus inúmeros, milhões de protegidos por este mundo.
O "pobrezinho de Assis", como Francisco era chamado, foi uma criatura de paz e de bem. Amava também a natureza. Poeta, cantava o sol, a lua e as estrelas. É um dos santos mais populares da Igreja por sua alegria, simpatia e simplicidade.
Em 1979, foi proclamado pelo Papa João Paulo II como o "Santo Patrono dos Ecologistas".

5 comentários:

Lulu disse...

Hoje é o dia de São Francisco de Assis...
Dia da Ecologia, Dia das Aves e dos Animais, dia de se levar os animais de estimação para o frades franciscanos benzerem.... dia de nos conscientizarmos de que, como membros de uma comunidade ecológica, somos parte de um todo integrado...compreendermos que o mundo não é uma coleção de objetos isolados, mas uma rede de fenômenos que estão fundamentalmente interconectados e são interdependentes, e que desta forma somos apenas um fio particular ba teia da vida, como diz Fritjof Capra....

Como diz o Chefe Seattle em sua célebre carta ao governo americano,

"Isto nós sabemos – a Terra não pertence ao homem –
o homem pertence à Terra.
Isto nós sabemos.
Todas as coisas estão ligadas como o sangue que une uma família.
Todas as coisas estão ligadas.

Tudo o que acontece à Terra – acontece aos filhos da Terra.
O homem não teceu a teia da vida – ele é meramente um fio dela.
O que quer que ele faça à teia, ele faz a si mesmo."

Um bom momento para refletirmos sobre isso.... e aprendermos por fim que tudo o que jogamos no universo, volta para nós....

Eliane disse...

Lulu, aprendo contigo...

Lulu disse...

:-))
Sempre estamos aprendendo uns com os outros. Você também tem me ensinado muita coisa. O homem é um ser-em-relação... melhor dizendo, o ser humano é indivíduo e seus relacionamentos, e a grande sacada é que nenhum dos dois é primordial... Quando nascemos, já nos encontramos inseridos numa teia de relações, onde vamos passar a co-existir, co-agir, co-experienciar, co-criar, co-participar, co-responsabilizar-nos e muitos outros "co". O próprio mundo científico, dentro do novo paradigma advindo com a mecânica quântica, vem se baseando neste conceito de relação. Não são somente as partes constituintes de um corpo (ou de um objeto) que constituem importância para a compreensão da natureza, mas o modo como se expressa todo esse corpo (ou objeto) e como ele se insere em seu meio. A realidade nada mais é do que um processo de troca de informações entre todos os entes físicos, biológicos, psicológicos e sociais. Somos todos seres biopsicossociais e cósmicos...
Você conhece a Teoria de Gaia? Ela vem contestar a concepção darwiniana de adaptação seletiva... ela postula que ao longo de todo o mundo vivo, a evolução não pode ser limitada à adaptação de organismos ao seu meio ambiente, pois o próprio meio ambiente é modelado por uma rede de sistemas vivos capazes de adaptação e criatividade. Segundo esta teoria, cada organismo se adapta aos outros, ou seja, eles co (olha o "co" de novo) - co-evoluem, fazendo a ciência a deslocar seu foco da evolução para a co-evolução... somos, assim, sistemas dentro de sistemas, numa rede infindável de conexões, afetando-nos continuamente uns aos outros....

Lulu disse...

Desculpe-me se fui extensa.... mas sou completamente fascinada por este tema....e viajo bonito....

eliane disse...

viajar é maravilhos. Em todos os sentidos.
viajar nas idéias, sonhos,no infinito