sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Recordando Salzburgo com a noviça

Boa tarde amigos leitores. Estou de volta.
Ontem recebi um email fantástico com a foto -tipo antes e depois - das crianças que encantaram o mundo em 1965 no filme a Noviça Rebelde. Já pedi o link para colocar aqui e vocês constatarem que o tempo passa para todos.
A Noviça Rebelde foi um filme que marcou gerações e gerações. Boa história, bom roteiro, uma trilha musical impecável, e um elenco espetacular.
Ganhou cinco Oscars.
E o mais legal de tudo é que Maria Kutscher existiu mesmo. Casou com o capitão viúvo, e herdou os 7 filhos dele. Êta amor.
Quando fui à Áustria, fiz o fantástico passeio pelas locações do filme.
Momento único. Foi inacreditável voltar à infância. Enquanto o link dos meninos Von Trapp não chega, deixo vocês com um passeio por Salzburgo.
Garanto que volto lá. Nada mais lindo no mundo do que a Suiça e a Áustria.

http://br.youtube.com/watch?v=DyS_C4PeBrw

7 comentários:

Rosana disse...

Lili, vc falou de um filme q dps de O VENTO LEVOU, é meu segundo preferidíssio, A NOVIÇA REBELDE, já assistiu no Casa Grande? Não deixe de ir, lindissimo espetáculo, vozes lindasssssss, cenários, as crianças, perfeito , dou nota DEZZZZZZZZ e para o eterno filme do meu coração, MILLLLLLLLLLLLLLLLLLL!!!!

Como estamos em fase de RECORDAR É VIVER FELIZ E CONTENTE, deixo o vídeo DO, RÉ, MI DO FILME P TDS DO BLOG, beijins e lindo fim de semana p todos!!!

http://www.youtube.com/watch?v=rr6nOQvCay4&feature=related

Rosana disse...

Recordar é viver feliz por ter tido a maravilhosa oportunidade de VIVER TUDO ISTO, ANOS DOURADOS!!!!

mais um video do filme!

http://www.youtube.com/watch?v=S7_hTOYZp38&feature=related

Luiz Otávio Coutinho disse...

Cara Eliane:

Esse seu blog é fantástico. Depois de uma semana dedicada ao amor, agora você parte para a sessão "saudade não tem idade".
A Noviça Rebelde, com a belíssima Julia Andrews (que vozeirão!), marcou uma geração, inclusive a minha.
Posto para ilustrar a canção final do filme, quando a família Von Trapp consegue se livrar do domínio nazista, na Áustria, e passa a fronteira para a Suíça, neutra na 2a Guerra.
O amor de Maria e do Capitão Von Trapp já estava consolidado, com a devida aprovação das crianças.
Que beleza!

Climb Ev'ry Mountain


http://br.youtube.com/watch?v=wfzjb2-wYzs

Eliane disse...

Querida, outro dia fui lá para um debate político e quase comprei.
Mas vou ver se domingo, ao voltor do sítio, vou ver.
Me deu uma saudade...
Ai que maravilha. Vou acessar já. bj
Com aquele capitão, todo mundo ficaria com os sete não é. Ás vêzes uma já é dor de cabeça...risos

A repórter da Manchete disse...

Luiz Otávio Coutinhooooooooooooo
Assim é demais. Em dois dias, duas postagens? Hum está gostando mesmo do blog.
A noviça é o máximo. Acho que foi o único filme que vi 7, não, 8 vêzes. E de vez em quando, coloco o CD justamente para ouvir umas 3 músicas do filme. Preferidas. Uma delas é esta que você postou. Incrível a sintonia. E na voz daquela madre superiora eu derramo rios de lágrimas.
Vou contar um segredo. Cada vez que eu me sentia triste na infância, diante do comando de minha mãe. Cada vez que eu eu queria uma coisa, e ela decidia o contrário, desafiando os meus sonhos , eu ia para um canto, ligava o som e cantava esta música.
Ela era um hino. Com a sua permissão, vou colocar lá na página principal do blog com a letra traduzida.
Obrigada e continue escalando as montanhas e seguindo o arco-iris.

Rosana disse...

BONNIE AND CLYDE, CASABLANCA, DR.JIVAGO, A ILHA DO DR.MOREAU ( o antigo), OS PÁSSAROS , A VIDA DE AL JOHNSON, ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE, todos clássicos inesquecíveisssssss e temos que lembrar também da nossa CARMEM MIRANDA, lindos os filmes dela!!!

Lulu disse...

Lembro que quando estive em Salzburgh também fiz este passeio, Eliane, tenho inclusive várias fotos no meu álbum do orkut. Vi a estradinha por onde ela volta para a mansão do capitão após ter ido embora, o caramanchão (que não foi o usado no filme, mas sim um cenográfico que fizeram, reproduzindo o original) - o guia nos falou que, de tanta gente subir no muro da propriedade para ver o caramanchão, o proprietário recuou o muro e deixou-o na parte externa - vi a igrejinha onde eles casaram,a mansão (lindíssima), que só foi utilizada a fachada na filmagem... tenho inclusive uma foto na rua em frente a um painel onde tem pintado uns cavalos, por onde Maria e as crianças passam correndo para irem fazer um pic-nic....bem interessante, o passeio, e muito esclarecedor.... além do que Salzburgh é uma gracinha de cidade....quem sabe com os 40 anos do filme, as tv´s a cabo não passam novamente? Lembro de ter assistido algumas vezes no telecine...