sexta-feira, 12 de setembro de 2008

O musical mais popular do mundo

A Noviça Rebelde é o musical mais popular em todo o mundo.
Só no Brasil o DVD simples vendeu mais de 120 mil cópias.

http://www.youtube.com/watch?v=o5dUwsWTpnk&NR=1

A edição especial comemorativa dos 40 anos do filme traz o longa restaurado e ganha legendas nas músicas pata o espectador cantar junto com Julie Andrews.
"A Noviça Rebelde" é a versão para o cinema da um musical da Broadway, última parceria da dupla de produtores Rodgers & Hammerstein, que fez sucesso como "O Rei e Eu", "Carrossel", "Oklahoma" etc.
A peça estreou em 1959, foi encenada 1.433 vezes e era estrelada por Mary Martin e Theodore Bikel, dirigida por Vincent J. Donehue.
O filme se tornou mais do que um clássico: é um filme cult, querido e admirado por várias gerações.
Os críticos nem sempre o aprovam por considerá-lo um pouco "açucarado" demais.
O diretor do filme foi Robert Wise. E o roteirista Ernest Lehman.
Na nova edição, dois DVDs. No disco 1: introdução de Julie Andrews, comentários em áudio do diretor Robert Wise, Julie, Charmian Carr, Dee Dee, Plummer e Johannes Von Trapp, versão "Sing-a-Long" e seleção de canções.
No disco 2: introdução de Julie Andrews, recordações de Julie Andews, Julie e Christopher Plummer, "No local de filmgem da Noviça", "De Liesl a Griet, um encontro de 40 anos - O Reencontro deles no palco em Los Angeles", "Um Fenômeno do Sing-a-Long", biografia da família Von Trapp, comparação da restauração, teste para o filme com Mia Farrow, galeria de fotos.
O filme seria dirigido por William Wyler, que chegou fazer toda a pré-produção, como a escolha de locações em Salzburgo, na Áustria. Foi substituído por Robert Wise, que havia feito "West Side Story".
Julie Andrews havia estreado no cinema pouco antes, com "Mary Poppins", que lhe deu seu único Oscar.
Christopher Plummer foi dublado por Bill Lee, e Peggy Wood (a madre superiora), por Margery McKay.
A família Von Trapp acompanha as exibições do filme até hoje e mantém uma hospedaria em Vermont, nos EUA, que virou atração turística.

6 comentários:

Rosana disse...

Lili querida, postei este seu texto na CASINHA DA VOVÓ, tenho certeza que o pessoal vai amar e fique tranquila, coloquei tudoooooooo principalmente o endereço do seu maravilhosooooooo blog, viu? Beijins

Eliane disse...

Oh Rosana, obrigada. Está demais este momento e "saudade não tem idade".
Mas vou ter que mexer.
A vizinha é quem diz, vai, ronda e volta.
Passado bom o nosso heim?!

Rosana disse...

Meus netinhos/as ouvirão muitos causos pq vivemos em uma linda época, era tudo tão lindo, tão tranquilo, este filme encantador é PARA SEMPRE!!!

eliane disse...

Netinhos??????????????///
Rosaninha, queima filme não.
O que os fãs vão dizer aqui?
Basta nossa Joaninha.
Ontem mesmo v. estava valsando...ainda vai casar...de novo...

Rosana disse...

Nossaaaaaaaaa, que RATA, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, lembra desta???
Menina, agora é que ninguém vai me tirar p dançar mesmooooooooo, QUE RATAAAAAAAAAA!!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

BRINCADEIRINHA VIU PE e LO, estava falando dos netinhos da minha amiga RACHEL, ok? Estou longeeeeeee do status de vovó,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...ai meus saissssssss!!!!!

eliane disse...

Agora tá. Era isso mesmo.
Raquelllllllllllll