segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Histórias de princesas


As histórias de princesas e rainhas sempre fascinaram as meninas. Para falar a verdade sempre fascinou a humanidade. Lembram do enterro de Diana? A verdade é que sai geração e entra geração, os pais continuam chamando suas filhas de princesinhas, o Magic Kingdom em Orlando continua batendo recordes de audiência na preferência delas, Sininho é a fada preferida e Cindarela...ah Cindarela... Não adianta negar, as mulheres crescem e continuam querendo ter um príncipe. Acreditando que existe um só para elas. Coitadas das mulheres. Os príncipes não existem mesmo. Depois então que Charles trocou Diana por Camila, aí algumas damas acordaram. Mas só um pouco.
Enfim, houve um tempo que elas surgiam em número maior: as princesas, as rainhas e as imperatrizes. Encantadas ou não, sempre povoaram o imaginário das garotas,de minha mãe e a minha também, é claro. Afinal, sou de carne e osso.

Toda esta conversa tem um porquê: relembrar uma das rainhas mais exóticas e elegantes da história: Farah Diba. Na verdade ela era uma imperatriz. Nasceu em outubro de 1938 e reinou no Irã ao lado de Mohammed Reza Pahlevi. Tiveram quatro filhos. Foi coroada rainha pelo casamento em 1959, e em 1967 foi a primeira Imperatriz do Irã a ser coroada nos tempos modernos. O fim da monarquia em 1979 fêz com que fosse a última Imperatriz. 0 final desta história não foi nada feliz. Em 1979, a glória transforma-se em caos. O Xá ficou doente, e os conflitos abalaram violentamente o país culminando na revolução islâmica. A família real pediu abrigo ao mundo, e ninguém queria ficar com aquela herança moral.
Para minha mãe, aquilo sim que era vida. Vida de rainha. Mesmo no exílio.
Fui no baú pegar esta história, porque volta e meia alguém antigo( claro) diz que eu me pareço com ela. Quem dera. Talvez o nariz. Somos da mesma raça. Fiquei honrada. Mas sou uma princesa sem trono, sem castelo, a procura de um príncipe encantado. Mas como ele não existe mesmo, fico com o de carne e osso , e me contento em ser a princesinha do Dr Ary...eternamente. Que remédio!

2 comentários:

Elaine disse...

Esta na foto é a sua mãe?? Vc é a cara dela!! Quando a conheci ela já estava super doente. Tem porte de rainha mesmo.

Eliane disse...

Querida, esta é a imperatriz da Pérsia.
Leia o texto.ahahahahah
Mas adorei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!