sexta-feira, 5 de novembro de 2010

O conceito de felicidade muda com o tempo


Interessante como o conceito e a sensação de felicidade muda com a dor, o sofrimento, diante da luta e do inesperado. Muda também com a idade.
Estava falando isto outro dia com Maria Teresa, aquela que cuida da minha cabecinha torta. Cansada, depois de um dia de trabalho, queria chegar logo em casa.
Sempre dei valor à uma mesa farta, uma cama limpinha, aquele banho quente e renovador. Agora então esta felicidade é ainda mais intensa. Acreditem.
Estou vivendo a minha trégua temporária. Decidi colocar a minha infinita tristeza dos sustos de lado, arquivá-la por uns tempos para que possa me recuperar física, emocional e moralmente deste ano sofridíssimo, de batalhas perdidas. Mas uma luz tênue no final do túnel me deu não uma esperança completa, mas um pequeno alívio. Aquele bônus enviado por Deus e pelos anjos.
Já estou em tempo de festas de final de ano. Enfeitando a vida, a casa e armando aquele número gigantesco que a cada ano muda o final. Ele é todo cheio de luzes e feito de ferro. Este ano mostra já brilhante o 2011, que não será fácil, eu sei. Mas quem disse que foi até agora?
Com uma nova história recheada de emoções e sentimentos, encontrarei forças. Até a próxima grande batalha penso só na felicidade. No aconchego da casa, nas lambidinhas terapeuticas do velhinho Shiro e da serelepe Kinkin, naquele banho sem fios, sem bolsas e sem ajuda, nos lençois cheirosos, nos passeios por aí, no dia a dia do escritório de trabalho e nas quintas de japonês. Ah a felicidade. Vem nas asas de uma borboleta, vem nas orações dos amigos, nos gestos nobres de desconhecidos, na energia das postagens, dos emails recebidos, na torcida de todos, na dedicação dos médicos.
E quando o dinheiro acabar todinho, perguntei a um deles outro dia.
-"Não se preocupe. Vamos tratá-la de graça."
Isto é a felicidade. Laços construídos.
E por falar em laços...hoje lá no Blog da Chica, a das "Sementinhas para Crianças", tem uma história encantadora, com três personagens conhecidos por aqui e um grilo marron. Um conto de tirar o fôlego.
E amanhã, 6, uma das primeiras amigas do Blog da Eliane, guerreira Rosário incansável, realiza o II Bazar do "Bendizer", em São Paulo, em prol do bem estar dos pacientes com câncer e que precisam muiiiito. Se vc é de Sampa ou de outro estado e quer ajudar, pode doar roupas e acessórios que não fazem mais falta. O endereço do Bendizer: rua Luiz Gois, 1497, Vila Clementino São Paulo. Telefone :11. 2628 4290. Vai ter sorteio e quitutes.
Hummmm...laços...isto dá uma felicidade...
Bom dia meninos e meninas felizes.

26 comentários:

Chica disse...

Tens toda razão.A felicidade é feita de pequenos momentos que para uns até podem ser passados em branco,sem serem percebidos e para outros, podem fazer toda a diferença.

Que tenhas sempre bastante pequenos momentos que juntos formam o todo.

Obrigado por me colocar aí acima,isso é um momento de felicidade.

um beijo,tuuuuuuuuuuuuuuuuuudo de bom e SEMPRE!!chica

Kiki disse...

Não sei de quem é a frase, mas é verdadeira: não existe felicidade, existe momentos de felicidade. Aproveite seu momento. bjs

Cecile Az disse...

Bom dia Eliane!
Ser feliz é tão simples, não é! Quando se é mais novo quanto mais "coisas" a gente agregar à nossa lista, mais feliz ficamos. Depois essa lista vai decrescendo. Sábio esse tempo!
Aproveito para falar que adorei o seu blog novo! Visual e conteúdo. A lateral dele está bem dinâmica. Pessoas que visitam... também quero :) e postagens mais visitadas... já reli quase todas, rsrs, e vc sabe que no meu blog a que ganha em disparada é a que fala de marte. Não sei por quê. Será que é porque é o deus da guerra? mundo guerreiro esse não, falando nisso, o bazar da Rosário, um exemplo de mulher guerreira também. Não veio de Marte mas sabe lutar. Assim como você. Amo vcs que nos dão exemplos todos os dias!
beijos e boa sexta feira!

Eliane Furtado disse...

Ora ora Chica. Felicidade é esta simplicidade pura de fazer surpresas aos parceiros amigos.
Tomara que a história faça sucesso hoje.

Eliane Furtado disse...

Kiki, por onde anda a loura? E vcs todas? Não me deixem só. ksksksksksk

Eliane Furtado disse...

Marte? Quanto impulso. Tenho lá no meu mapa! kskskks
Que bom que vc gostou do Blog primavera verão.
Quero sempre uma primeira página leve em que as pessoas possam abrir rápido.
E que os textos sejam o destaque. Assim também é desejo da Hama.
Bom dia fadinha dos astros.

Cantinho do Neno disse...

oi eliane , eu vi sim e também fiquei encantado bjs

Sabrina disse...

Eliane,olá!
Conheci seu blog por meio do blog da Rosário e, desde então, me encantei com ele. Gosto muito dos teus posts e virou minha leitura diária... e é tema de muuuuuuita reflexão, neste meu mundo de (re)descobertas constantes.
Obrigada por dividir conosco tuas palavrinhas!
E, sim, felicidade é feita de momentinhos cintilantes! Eu achava que sabia disso, mas a cada dia percebo que até o conceito de felicidade precisou ser reformulado! E que bom, não!?
Beijo com amor,
Sa

AGNALDO NO ESPELHO disse...

Eliane querida,

Olha só, eu nunca acreditei em felicidade constante, embora brigue por ela com unhas e dentes.

Tem um dito [infelizmente não sei a autoria] que nos leva a refletir: "Se o prazer permanece, permanece prazer?"

Volto a redundar o que sempre acreditei: o contraste é sempre bom e deveras sábio. Só o contraste ensina o caminho mais curto para que aprendamos a valorizar o que importa.

Penso também que a felicidade não é uma ilha, mas um arquipélago. Nadamos, nadamos, nadamos, atravessamos mares, por vezes, mais tempestuosos que o necessário e aportamos em uma das muitas ilhas. Lá ficamos por uns tempos até nos acostumarmos. E como o prazer constante deixa de ter importância à medida que o tempo passa, nos sentimos instigados [ou somos empurrados de volta] a buscar o mar.

Voltamos a nadar até aportar na ilha seguinte. E assim vamos. Nadando, nadando. Se não batermos forte os pés e os braços, acabamos por afundar.

Sou um homem essencialmente feliz. Feliz com tudo, embora reconheça que nem tudo me faça feliz. Mas dou minhas braçadas e não deixo que o mar me derrote ou desamine, e quando chego na tal ilha adiante, não me deito nem descanso. Preparo a festa, aproveito até o último segundo e quando volto à água tiro energia de dois lugares: da lembrança prazerosa do que ficou e da esperança no que estará me aguardando lá na frente.

E vivo, sem mistérios e sem ressentimentos, como vejo que você também faz... Essa é a minha receita, e a venho aprimorando todos os dias por aqui.

Você me ensina a ser melhor e a não superdimensionar o que não importa. Obrigado. Obrigado mesmo.

Bom, essa postagem já pode ser chamada de "A Bíblia em 8 volumes, reescrita e melhorada por Agnaldo no ESPELHO", mas eu não ligo. Paciência... Nem tudo o que desejo dizer cabe em poucas palavras, por isso exagero...

Fique com o de sempre (mas não o mesmo) super beijo.

Eliane Furtado disse...

Cara Sabrina, quem não se renova , não se reformula, nunca terá olhos para ver e sentir a felicidade.
Obrigada por ler os posts. Às vêzes eu deliro não é?!ksksksksks

Eliane Furtado disse...

Bom dia Poeta. Nem ligo para o tamanho do seu texto. Gosto sempre. E a turma também. Vc já tem eleitorado fixo. Ligo sim é para suas palavras e sua atenção com as postagens diárias. Prova que vc gosta e troca. Sinto uma grande felicidade por isto.
E por este espaço deixar todos à vontade. Felicidade isto heim?!
bj

Vera do sulllll disse...

Bom Dia Elane e Bom dia blog!
Dizem que com o passar do tempo os vinhos ficam melhores ,mais saborosos e nós mais exigentes...exigentes na simplicicidade, na qualidade do carinho e na douçura do beijo... Assim estamos e assim vamos "piorar" graças a Deus. Cada vez mais humanos e huamanizados valorizando o que realmente tem valor, muito embora necessitemos do "vil metal" para o nosso melhor conforto. Isto eu chamo FELICIDADE, um dia sem sobressaltos, uma noite bem dormida e o carinho das pessoas...O que mais precisamos??? Nada!
Simplesmente vivamos e se pudermos retribuir, concretizemos isto em gestos de mais carinho e compreensâo.
Beijos de sesta feira com cheirinho de sábado, de bolo de chocolate e de chuva também.....

Vera do sulllll disse...

Eu e minha digitação...
Leia-se simplicidade, humanizados e sexta.... fiquei anafa....
bjs

comunicadoras disse...

Lindo texto sobre o conceito de felicidade! Com o passar dos anos vamos aprendendo que felicidade está nos pequenos gestos, nas coisas pequeninas, nos amigos, no amor. Infelizmente, muitas vezes só aprendemos isso depois que a vida nos dá uma bordoada, mas mais vale tarde que nunca. Uma vez li em algum lugar que para se ser feliz bastava ter o suficiente; não é isso que vemos actualmente; corre-se demais, trabalha-se demais para se ter cada vez mais e a vida vai correndo a alta velocidade sem que se tenha tempo para apreciar os bons momentos que a cada dia temos e observar as pequeninas coisas que encontramos pelo caminho. Costumo dizer que corremos tanto que até nos esquecemos de dar um olá a um amigo, mas que se esse amigo morrer, faltamos até ao trabalho para ir ao funeral. Tem algum interesse isso? Esse amigo se calhar precisou muitas vezes de um simples telefonem da nossa parte e nós não tivemos tempo, não nos demos conta sequer de que precisava de uma palavra carinhosa. Já tantas vezes precisei de uma palavra de consolo dos que considerava amigos e não a tive...sei quanto dói. Por isso estou sempre atenta aos meus amigos e pronta a ajudá-los. Um beijinho, Eliane carregadinho de votos de que seja FELIZ:
Mila

Eliane Furtado disse...

Bolo de chocolate e bolinhos de chuva? Ah que covardia falar isto aqui e eu de longe skksksksks.
Momento de puro prazer este. Chocolate tem compononentes de felicidade não tem Veroca prendada?!

Dragão GULOSO disse...

Dragão dando um voo razante e deixando BEIJINHOS DE ALEGRIA para o blog mais charmoso do planeta, lindo finde para todosssssss os blogueiros e Lilizinha Charmosa, INTÉ PESSOAL!

Senti cheirinho de bolinhos de chuva p isto passei aqui rs,rs,rs,rs,sr,rs...

Cristina disse...

Eliane
Almejamos tanto a felicidade e ela está dentro de nós. Na maneira como encaramos e damos valor as coisas. Concordo com você, que felicidade fazer as pequeninas coisas, uma cama limpinha, voltar para casa depois de ficar no hospital, poder comer algo que gostamos....muito bom! Que Deus lhe cubra de bençãos e muitas felicidades, pois vc merece! Boa sexta! Bjssssssssssss

Zélia Guardiano disse...

Texto delicioso, Eliane querida!
A despeito do tema sério, o escrito é leve como pluma!
Que maravilha de exemplo é este que você nos dá!
Bravo!
Enorme abraço, impregnado com o perfume do aplauso!!!

Fatinha disse...

E como muda...passamos pela fase simples da infancia,exigente da adolecencia e madura da fase adulta.Depois de algumas lições da vida,claro.
Ah! As famosas "lições da vida"...estamos aprendendo todos os dias com elas .Mudando conceitos e desejos.
Hoje o quero mesmo é curtir minha familia e meus amigos com saúde e as minhas contas em dia!Será pedir muito?!rsrsrs
Não deveria ser...
Beijo

Eliane Furtado disse...

Linda postagem querida Mila. Só tiramos o pé do acelerador quando somos surpreendidos. Uma pena.
Mas é bom sempre valorizar alguns momentos. Agora,por exemplo, esta paz na minha casa. Eu, só, aqui escrevendo. Perto da geladeira kskksks, da TV, desta cama maravilhosa kskskskskks.
beijos.

Eliane Furtado disse...

Fatinha, contas em dia? Gente como não pensei nisso ksksksksks. Isto é supra felicidade. Obrigada por estar sempre ao meu lado.

Eliane Furtado disse...

Adoro quando os poetas se expressam. Que lindo Zélia.

Eliane Furtado disse...

Oi Cristina. Minha mãe costumava dizer que é em nossa casa que somos reis e rainhas. E eu acrescento, o lugar mais feliz do mundo. Beijos.

Queremos falar de música! Let's Talk about Music! disse...

Obrigada por retornar Elaine :D
Tenha um bom final de semana
;*
Marina

Silvana disse...

Boa noite Blog, boa noite Lili, sábias palavras minha cara, com o tempo e as dores percebemos que precisamos de pouco para sermos felizes e vivermos. Na verdade precisamos apenas de um chão sob os pés, um teto sobre a cabeça e um coração meio cheio para caber mais amores. Beijos com muitas saudades de todas as meninas e de você.

Daniel Savio disse...

Então curta este momento de felicidade, cada um deles =P

Fique com Deus, menina Eliane Furtado.
Um abraço.