terça-feira, 2 de novembro de 2010

Nunca os esquecerei


Desde o século 1 os cristãos comemoram o dia de Finados. A tradição de reverenciar queridos e queridas que se foram passa de geração para geração.
Quando pequena eu cumpria um ritual com minha mãe. Penoso. Ir ao cemitério. E lá ficávamos por umas duas três horas.
Hoje não vou mais. Não em dia marcado.
Já perdi muitas pessoas caras. Mas um só dia é muito pouco para homenagear os que se foram.
Rezo, converso, relembro histórias deles(as) todos os dias da minha vida. E os carrego no coração e no pensamento. Uma saudade doce e alegre.

15 comentários:

Cecile Azambuja disse...

Bom dia Eliane!
Eu também acho que a melhor homenagem para os entes queridos, é aquela que a gente traz no coração.

Essa data foi instituída pela Igreja para homenagear os fiéis, que foram pessoas como os santos também o foram e por isso merecem um dia de "memória". Assim como deve existir na Igreja um dia para celebrar a vida. Se tiver mesmo, bem que poderia virar feriado, rsrs.

Mas, solicitações à parte, gosto do dia de Finados mas não o vejo com tristeza. E sim como um resgate à memória daqueles que nos foram tão caros e que pudemos de alguma forma ter tido a oportunidade de com eles conviver nessa existência.

Beijos, Eliane. Beijos e bom feriado.

Chica disse...

Eu também cumpria esse ritual.Hoje não me sinto bem em cemitérios.

Faço como tu, os reverencio nas lembranças e doces saudades, escrevensdo, pensando neles...

beijos,tudo de bom,chica ( além de tudo, aqui até ir ao cemitério é perigoso,assaltam a valer)

Zélia Guardiano disse...

Lindo jeito achaste, minha querida, de homenageá-los!
Penso que a alegria consegue fazê-los felizes, não as lágrimas...
Abraço bem apertdo!

Cristina disse...

Eliane
Como esquecer de nossos entes queridos e amados? Moram dentro de nossos corações. Eu também penso todos os dias, no que vivemos e em momentos tão bonitos. Que eles estejam intercedendo por nós. Eu vou sempre ao túmulo de minha família, pois sou eu que cuido, me dá muita paz ir lá, gosto de levar muitas flores e não posso esquecer das amarelas que Marina gostava tanto. Bonita homenagem a sua! Um dia a gente se encontra com todos eles não é? Boa terça minha amiga e que Deus a abençoe! Bjssssssssss

Fatinha in Rio disse...

Quando estou na minha cidadezinha ,no dia de Finados vou ao cemitério.Lá é diferente.O lugar é quase uma continuidade de nossa casa.Encontramos amigos e parentes e trocamos visitas.
Em Corumbá ainda acompanhamos enterros a pé,quando a pessoa que se foi é muito querida.É uma homenagem.
Outra hora conto a vcs como foi que eu ,Paula e Carlão ficamos presos no cemitério ...a estória é boa.rsrsrs
Com todo o respeito.
Beijo

Lulu disse...

A postagem de Fatinha in Rio me fez lembrar dos enterros que aconteciam em Estância, uma cidade do interior de Sergipe, onde moravam minhas tias-avós. No meu tempo de criança, os enterros eram feitos a pé. Durante o tempo do velório, o sino tocava, só uma batida, acho que de 15 em 15 minutos. Todo mundo ficava sabendo que alguém tinha morrido. Lembro quando levavam o féretro pelas ruas, os homens na calçada tirando o chapéu, todos se benzendo. Era um ritual de tristeza e de uma certa grandiosidade.
Em cima do portão do cemitério estava cunhada uma frase: "Hoje por mim, amanhã por ti".
Beijos para todos, tenham um dia de paz.

Flor de Lótus disse...

Bom dia,Eliane!Td bem? "saudade é o que fica de quem não pdoe ficar." Eu também não sou fã de datas marcadas acho que elas são estratégicas demais para aumentar as vendas etc e tal, a saudade bate a qualquer hora, sem data nem hora marcada...
Beijos

Zel Bengalinha disse...

Alô, alô, Sampa chamando Rio!!!!!!
Boa tarde Blog!

Saudades, saudades dos meus queridos que já não posso mais tocar...

Mas como disse Victor Hugo, "Os mortos são invisíveis, não ausentes".

Aos meus amados invisíveis que continuam presentes em minha vida desejo PAZ. E agradeço a Deus por ter permitido minha convivência com eles.

Bom feriado a todos, e Eliane, aproveite muito o seu recreio!!!!!!!
Beijão
Zel

Zel quer perucão recheado p/ Dragão disse...

Hahahahahahahahahahahaha!!!!!

Dragão, adorei a idéia! Perfeita!
Vou junto com vocês abrir uma confecção de SOUTIENS, CALCINHAS e PERUCÕES em Brasília!!!!!!!

Ah, vai ser um sucesso. COM CERTEZA, ficaremos ricas!!!!!! hahahahaha!

Beijos
Zel

Bia disse...

Tarde de reflexão, mas boa, muito boa! com orações e agradecimentos...

Zel Bengalinha está certa...: - "Mas como disse Victor Hugo, "Os mortos são invisíveis, não ausentes".
Só nos nossos corações podemos sentir o poder dessa frase.

Cemitério? só se for pra cuidar dos túmulos dos nossos queridos. Não acho legal abandonar nada..., nem ninguém... Faço como eu gostaria que fizessem comigo. Bjsss [:)]

jungleworldcitizen disse...

Boa tarde! =)
Quando criança eu achava curioso o dia de finados, ficava muito impressionada com o que via no cemitério, que eu visitava também com a minha mãe.
Hoje também acho pouco lembrar dos queridos que partiram um dia só. Lembro deles todas as vezes que ouço ou vejo algo que faz o meu pensamento viajar até eles. E sinto muita saudade, sempre.

Eeeeba, vem me visitar?? Mas não é só no blog, né? hehehe, venha até aqui, tá bem friozinho, mas ainda dá para aproveitar bastante os dias.
Abraços!!
Boa semana ;)

Dragão disse...

Boaaaaaaaaaaa noiteeeee gentem, este dia para mim é de SAUDADE de todosssss os meus queridos que estão de ASINHAS NO CÉU e para prestar minha homenagem não tem dia e mto menos hora, rezo por todos sempreee e estarão para sempre nas minhas lembranças e no meu coração.
Tive um dia mto animado e feliz e assim vou terminá-lo cheiaaaaa de energia.

Zellllllll amadinha, gostou da idéia néeeeeeeeee??? Então vamos organizar nossa mudança p o cerrado e NO QUE SE REFERE as ROUPAS ÍNTIMAS RECHEADAS DO CERRADO vamos faturarrrrrrrrrrr rs,sr,rs,sr,sr,sr,sr,rs,sr,sr...beijinssssssss querida, faremos um DUPLA IMBATÍVEL NO CERRADO!

Dragão disse...

Boaaaaaaaaaaa noiteeeee gentem, este dia para mim é de SAUDADE de todosssss os meus queridos que estão de ASINHAS NO CÉU e para prestar minha homenagem não tem dia e mto menos hora, rezo por todos sempreee e estarão para sempre nas minhas lembranças e no meu coração.
Tive um dia mto animado e feliz e assim vou terminá-lo cheiaaaaa de energia.

Zellllllll amadinha, gostou da idéia néeeeeeeeee??? Então vamos organizar nossa mudança p o cerrado e NO QUE SE REFERE as ROUPAS ÍNTIMAS RECHEADAS DO CERRADO vamos faturarrrrrrrrrrr rs,sr,rs,sr,sr,sr,sr,rs,sr,sr...beijinssssssss querida, faremos um DUPLA IMBATÍVEL NO CERRADO!

Mª do Rosario - Ro disse...

Boa-Noite Eliane, depois que perdi meu pai, nunca mais voltei ao cemitério, mesmo qd vou prá lá. Não consigo por que logo depois dle foi tb minha avó predileta.
Hj faço minhas preces para que todos que se foram permançam em paz onde quer que estejam.
bjs.

Daniel Savio disse...

Mas todos os dias carregamos aqueles que gostamos dentro do coração, sabe, seja vivo, ou falecido...

Fique com Deus, menina Eliane Furtado.
Um abraço.