quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Efeito da paixão é igual cocaína


Este negócio de pesquisa é complicado não é? Mas só aqui no Brasil. Nos Estados Unidos e Inglaterra as pesquisas são divertidas, interessantes, curiosas e os assuntos muito mais apaixonantes.
A última que li saiu em reportagem no jornal A Folha de São Paulo e mexeu comigo. Fala sobre a paixão, um dos meus temas preferidos, que eu deixei na geladeira nos últimos meses aqui.
Esta história de paixão me deixa de cabelos em pé. Acho que todo mundo. Oh sentimentizinho enlouquecedor. Você perde sua individualidade, fica obsecada e fascinada pelo indivíduo e pior: é muito doloroso de sentir.
Pois bem, uma pesquisa feita na Syracuse University, Estados Unidos, descobriu as partes do cérebro que são estimuladas quando uma pessoa se apaixona. O estudo mostra que a paixão causa uma sensação de euforia similar à experimentada por alguém que consome cocaína e também estimula áreas intelectuais do cérebro. O processo de se apaixonar leva um quinto de um segundo. Olha o perigo pessoal. Neste micro tempinho você fica viciada em alguém. kskskks. Estou rindo, mas é para chorar. A pesquisadora, responsável pela pesquisa, é professora de neurologia e garante que a paixão é uma via de mão dupla entre o coração e o cérebro. Ela diz que a ativação de algumas partes do cérebro gera estímulos no coração e "frio na barriga". Frio é apelido. Gelo!
A pesquisa revela também que níveis altos de fatores de crescimento de nervos no sangue de casais que haviam acabado de se apaixonar foram encontrados. Essa molécula é importante na química social humana e para o amor à primeira vista, o que confirma que o amor tem bases científicas.
Segundo os americanos, o estudo é importante para ajudar nos trabalhos sobre saúde mental, porque quando o amor não dá certo, o que acontece? Estresse, depressão e chororó.
Viram? Agora vocês podem se apaixonar, porque eles estão encontrando novas terapias para tratar dos nossos corações partidos. Se você não quer correr este risco, nem sei o que dizer. Afinal, coração é terra que ninguém pisa. E quando você menos espera, você está lá sedada, entorpecida, "viajando na maionese", "pirando na batatinha." Está viciadona(dão) em alguém sem nunca ter cheirado cocaína.
Queridos e queridas, estamos fazendo alguns ajustes no Blog. Até segunda que vem estaremos mexendo no lay-out. Espero que gostem.
Hoje é quarta, dia 27, e faltam apenas 65 dias para terminar o ano.
Cuidem-se bem e cuidado com as paixões!

23 comentários:

Cecile Azambuja disse...

Eliane... como sempre renovando. Que legal! Nova fase! Novembro está chegando e é isso que ele pede. Coisas novas!

Paixão, estudei sobre isso na segunda. A paixão nos impulsiona, nos faz fazer até melhor as tarefas mas não podemos desequilibrar o resto. E agora sabendo que é igual a um vicio, nossa! Daqui a pouco vai entrar para os planos de saúde para tratamento de dependentes em clínicas especializadas, rsrs. O pior é virar subsídio para crimes (estava sob o efeito da droga)rsrs.
Adorei saber que faz é muito bem à saúde. É uma droga natural, rsrs.
beijos beijos e boa quinta!

Chica disse...

E precisamos estar apaixonadas sempre até pela vida, senão...perde a graça!

Lindo dia,tuuuuuuuudo de bom,chica

Eliane Furtado disse...

Hoje é quarta Cecile, quarta!!!!!!
Está que nem eu, doida para chegar dezembro? skksksksks
Agora, não concordo. Paixão é bom, mas ficar viciada em algué é ÓOOOOOOO.
Boa QUARTA!

Eliane Furtado disse...

Chica é isto. Paixão pela vida, pela vida. Projetos, novos livros, nossos animais kksksksksk de rabinho, de rabinho.
Tô que tô ksskksksks

Cecile Azambuja disse...

Será que estou apaixonada esquecendo até que dia é hoje, rsrs. beijos de quarta, então!

Eliane Furtado disse...

Tadinha da minha querida. Só vale se for de mão dupla. Os dois, os dois. Aí sim pode ficar viciada. kskskks

AGNALDO NO ESPELHO disse...

Eliane queridíssima (gostou do superlativo?),

O tema é dos melhores. Dos melhores...

Ah, paixão... Dizem que depois de algum tempo de convivência ela migra de estado e se torna amor (ou indiferença, nos piores casos). Pois te digo que discordo disso.

Digo porque continuo apaixonado, depois de dez anos ainda me mantenho. O que passou foi a fase do delirium tremens, da alucinação, do risco de morrer de over dose, mas o frio na barriga, o desejo de surpreender, de conter, de aprisionar nos braços, a intensa delícia de velar pelo sono... Tudo, tudo, tudo continua do mesmo jeito. Aliás, do mesmo jeito, não! Ganhou em qualidade, em intensidade e em tranquilidade (se é que isso é possível, porque paixão, segundo dizem (e as pesquisas confirmam) é o oposto de tranquilidade).

Além do que sou um apaixonado pela vida, pela escrita, pela beleza, pelo vinho, por guloseimas suculentas, por bons livros, por textos gostosos como o seu... Sou um viciado confesso, e todo o dia saio na minha varanda, olho a baía e deixo o sol me picar... Aí deliro, deliro... Fico lá olhando e penso, se eu perder essa paixão cometo "auto-suicídio-comigo-mesmo" rsrsrsrs... Dou um tiro de melancolia bem no meu peito e vou convalescer de mesmice para o resto da vida...

E, olha, se for morno não presta! Tem de ser quente, tem de ser intenso e tem de mexer com o equilíbrio. Admito, esse é o meu vício...

Quanto ao blog, está cada vez mais bonito... E eu só na ansiedade para ver as novidades.

Super beijo.

AGNALDO NO ESPELHO disse...

Ah,

Outra coisa. Deixa de ser ansiosa, mulher. rsrsrsrsrs. Que história é essa de ficar querendo que o ano acabe... Eu quero dias com 36 horas...

Vou fazer um abaixo assinado e mandar para Deus, para ver se Ele muda a lei do Universo.

[Assim dá para aproveitar mais].

Outro super beijo.

Dragão c mtaaaaaa preguiça disse...

Bommmm diaaaaaaaaaaa blog mais charmoso do planeta, hoje to com uma preguiça enormeeeeeeeee, to lerda mas este assunto é sempre BÃO DIMAISSSSSSSSSSSSSSSSSS!!!!
Já passei por este "vício" brabo e posso dizer que é uma DELÍCIAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA mas quando chegamos ao PUNTO E BASTA nem Jesus dá conta dos corações partidos, já passei por tantas coisas boas e ruins q hoje tenho meu pé láaaaaaaaaaaaaaaaaaaa atrás rs,rs,rs,sr,rs,rs,sr,rs...nossa, to com uma preguiça arretada de escrever, volto mais tarde rs,sr,sr,sr,sr,sr,rs, inté queridos blogueiros!

Eliane Furtado disse...

Agnaldo poeta gostou heimmmm.
Paixão, amor mexe com todo mundo.
Eu estou fora. Só falo disso em pesquisa ksksksksksk
Agora querido, concordo que o dia precisava ter 36 horas para eu viver mais e mais. Mas... quero que chegue dezembro.
Imagina tirar férias dos meus queridos médicos, não fazer exames, não entrar no tubo, não falar de nada disso? Viva Dezembro.ksksskks

Eliane Furtado disse...

"Queridíssima" me deixou bobona. Continua me mimando. Como Cecile, como Mila, como Lulu, com Chica, como Dragão da Carverna.

Eliane Furtado disse...

A preguiça é porque vc, Papoula, está em pleno trabalho árduo na internet. Não sabia que vc tinha tanta paixão por serralherias ks. Estão de olho em vc. Segunda, se esconde ksskksksk
Lá vem chumbo. Descansa aí, pq tenho proposta para tardinha.

Bia disse...

Bom dia,

Paixão é tudo de bom. Estar apaixonada é manter a vida no curso da felicidade.
Sem paixão não dá nem pra levantar da cama.
Amei o novo visual do blog. Mais sofisticado...
Bjs :)

Maria "A Carioca" disse...

Pois é.......tudo verdade, revelado na pesquisa, mas, confesso, que acho mais seguro cheirar cocaína!!!!!!! rsrsrsrsrs
bjsbjsbjs e ótimo tema!!!!!

Zélia Guardiano disse...

Muito interessante, Eliane querida!
Se não me falha a memória(rs...), é realmente assim mesmo, sem tirar nem pôr!
Depois que passa, que a gente fica curada do vício, custa a acreditar que passou por aquela loucura toda...
Mas, se é coisa fisiológica, que fazer?
Adorei o post, como , alíás, sempre acontece.
Enorme abraço e beijinhos

Eliane Furtado disse...

O que é isto Cariocaaaaaaaaa?
Quanto trauma heim? ksksksksksksks
Os gurus adoram traumas. kskskskks.
Acho que minha amiga "Sabe tudo" não concorda.

Eliane Furtado disse...

Paixão só é bom quando os dois comungam a mesma emoção.
Bia tá apaixonada? kskskskssk tomara, tomara.
Blog primavera verão. Para vcs que me prestigiam.

Eliane Furtado disse...

Oi Zelia, é sempre bom te ver por aqui. Vc captou. É isto. Depois que passa vc não acredita mesmo que foi capaz de enlouquecer.
E aí vc pergunta - vício, paixão ou amor de verdade?

Daniel Savio disse...

E quem disse que paixão não é coisa para gente grande?

Pena que para nós, isto não quer dizer que voltemos a ser um pouco infantis...

Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de verdade.

Fique com Deus, menina Eliane.
Um abraço.

Vera do sulllll disse...

Boa Noite Eliane!
Paixão...sentir as asas das borboletas farfalhando no coração....
Quando estamos apaixonados somos mais criativos, mais produtivos e mais felizes.... Precisamos estar apaixonadas para nos dedicarmos a qualquer tarefa ou para fazer qualquer coisa, para viver. Por isso adoro a primavera ela me deixa assim...
Bjs

Eliane Furtado disse...

Daniel, pode ser coisa de gente grande, mas além de virar crianças ficamos "abestalhados" como diz o deputado palhaço famoso.
Vera, Verinha, Veroca. Nem sempre na paixão somos felizes. Agora que dá um gás, lá isto dá. Antes da gente cair do cavalo. skskksksks

Larissa Gama disse...

Só faltou a fonte de referência. Mas do resto, está muito legal. Escrita divertida, fruto de uma boa base de leitura.

Larissa Gama disse...

Só faltou a fonte de referência. Mas do resto, está muito legal. Escrita divertida, fruto de uma boa base de leitura.