sexta-feira, 8 de abril de 2011

sem palavras!


Não é de hoje que falo que as pessoas tem mundos ocultos. Dupla personalidade e transtornos mentais. Sentamos e convivemos muitas vêzes ao lado de pessoas que desconhecemos. E aí mora o perigo.
O episódio chocante de ontem só reforça a tese que a humanidade está sem rumo. E que as pessoas cada vez mais solitárias e precisando de ajuda. O desgraçado que acabou com a vida de tantas famílias faz parte dos psicopatas que se escondem por aí nas sombras.
No mais, sem palavras. E que tenhamos fé!

12 comentários:

✿ chica disse...

Também fiquei muda, mas na verdade ,devíamos GRITAR!!! Tristeza!beijos,chica

a vizinha atônita disse...

ESPERO QUE SEJA UM ATO ISOLADO.
NÃO HÁ O QUE DIZER.

Maria Cecile disse...

Bom dia Eliane!
Esse ano está sendo um "raio" atrás do outro! Que Deus tenha piedade dessas famílias e dessas crianças que viveram esse drama. Isso vai marcá-las pra sempre.
Beijos de sexta a espera de notícias melhores.

Dragão DE LUTO! disse...

Realmente sem palavras e como a Vizinha tb desejo de coração que nunca mais sejamos testemunhas de um ato covarde como esse!

RECEITA DE PAZ !

RECEITA DE PAZ !

Ingredientes:
...1 xícara de humildade
3 xícaras de amor e alegria
4 xícaras de consideração pelas pessoas
2 colheres de educação
3 colheres de sopa de respeito, carinho e
amizade
4 colheres de sopa de amor ao próximo
6 colheres de sopa de solidariedade
7 colheres de mel contra o preconceito
8 colheres de sopa de chocolate contra a guerra
9 colheres de sopa de união entre os povos
1 pitada de felicidade

Modo de preparar:
Coloque todos os ingredientes dentro de si
com a esperança de mudar a violência que
existe no mundo.

Modo de servir:
Com amor e carinho. Distribua para todos.

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Não há palavras para justificar um acto destes.É chocante! O que mais ainda veremos no ser humano? Depois de coisas como estas, tudo é possível. Um beijinho, Eliane e, apesar de toda esta tristeza, espero que tenha um bom fim de semana.
Mila

Vera do sulllllllll disse...

OLá!
O que dizer????
Nada justifica um ato destes...
Tristea e solidariedade para com os cariocas em especial as fam´lias enlutadas.

Beto (do volante) disse...

Tia Lili,
vamos pular esta página.
Bjs,

Rô... disse...

oi Eliane,

entrei aqui por curiosidade,
e fiquei encantada,com tanto conteúdo e profundidade desse seu cantinho...

já me acomodei mesmo sem sua permissão...

quanto ao acontecido...
inacreditável...
tristeza,
consequência de tanto terror...

se quiser aquecer o coração tem um chá quentinho lá no meu cantinho...

beijinhos

M.Rosario//BENDIZER disse...

Oi amiga, eu estou passada com tudo que aconteceu.
Um sentimento que tudo deve acabar para ver se começar de novo...(Mila)é melhor. Eu não sei ando assim
com um pouco de medo do mundo.
Agora mesmo, vinha voltando lá do BENDIZER (Aleluia consegui ir hj)e paramos para comprar uma pizza.
Estou tão atarantada que pulei (?!!) do carro e fui logo dizendo:
- Não fico aqui sozinha!!!
O Prinncipe chega ficou passado com meu susto.
Não é pra menos a cada hora a gente recebe um raio como bem disse Cecile.
Querida, força nas suas insônias, na sua caminhada.
@@

Lulu disse...

Quem é mãe, diante de um fato deste, sempre coloca o caso em si. E o sentimento destas mães e familiares é como se calasse fundo no coração... estou atônita, perplexa, triste, muito triste.

Lucinha Saraiva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lucinha Saraiva disse...

Toda vez que vejo uma atrocidade dessas, eu me faço à seguinte pergunta:
Qual minha responsabilidade nisso?
Enquanto sociedade...
Colocarmo-nos sempre no lugar do bonzinho, do mocinho da história e chorar as perdas,isso decididamente, não fará de nós pessoas melhores!
Quantas vezes, durante o dia passamos por crianças que suplicam atenção? Um dia, elas crescerão... E como elas conseguem “notoriedade”? Matando!
Wellington não tirou unicamente a vida das crianças (ele já havia matado a sua criança, a idéia do suicídio faz sentido), mas arrancou o coração dos pais, o objetivo era feri-los brutalmente!
Será que isso não quer dizer nada?!