quinta-feira, 24 de março de 2011

Todo cuidado é pouco!


Amigos, seguidores, vocês já repararam como gostamos de idealizar situações e especialmente pessoas? Perdemos tanto tempo na vida criando fantasias de um e de outro e um dia acontece que nos esborrachamos no chão. Idealizamos homens, mulheres e até um futuro? Damos um caráter, de perfeição ideal a uma pessoa e pronto criamos um personagem, um modelo que existe em nossas fantasias. Claro que o outro(a) sempre dá um empurrãozinho. Não vejo nada demais nisso. Só que em contrapartida às vezes conhecemos pessoas investimos mas elas não são nada disso. O nosso investimento emocional é apenas uma fantasia. Já vi muito disso acontecer. Vem a decepção porque esta figurinha não está aí para ninguém. Só para si mesmo. Individual e não sabe sequer estender a mão ou valorizar um amigo(a). Ainda bem que não somos todos assim. O perigo de idealizar alguém é que você tem que ter muita cautela para não perder o pote de ouro que você conquistou ao longo da vida. Idealizar alguém pode nos cegar momentaneamente e estragar tudo que se construiu. É sempre bom olhar ao lado e antes de idealizar alguma coisa perceber que a felicidade está ao lado e costuma vir nas asas de uma borboleta.
Lindo dia para todos!

10 comentários:

chica disse...

Idealizações sempre são perigosas.O bom é o pé no chão, o olho no olho, o lado a lado e a certeza que o idealizado existe...Nada melhor!

beijos,lindo dia, tuuuuuuuuudo de boim!chica

Maria Cecile disse...

Eliane... adorei a parte da borboleta!
Mas precisamos aprender mesmo a não nos deixar abater por esse tipo de decepção, engano... O ser humano é assim. As exceções são as cerejinhas do sundae, porque sabor... a gente troca, inventa a toda hora, não é. Cereja, não!
Beijos beijos e boa quinta, o que imagino já deves estar pensando no findi!

Vera do sulllllllll disse...

Bom Dia Eliane!
Tenha realmente um lindo dia.
Até a pagina dois podem nos enganar, mas creio que não por muito tempo nossa intuição é forte,mas a decepção e inevitável... O que fazer? Como a Chica referiu, pés no chão e olho no olho.
Bjs

Tatiana disse...

É isso aí... Temos que ter a sabedoria para diferenciar as nossas fantasias da realidade dos fatos.
Quando projetamos no outro o que nós queremos não damos a ele a importância dele ser que verdadeiramente é.

Um beijo muito carinhoso

a vizinha da VSouto disse...

S gente quer fantasiar no outro a nossa esperança e nem sempre dá certo. Já me dei muito mal ! hoje tou de olhos e ouvidos atentos e não me mostro muito.

Fatinha disse...

Tô sem inspiração(as vezes eu tenho...rsrsrs),mas queria dar um alô!
Só vou falar uma coisa, quem setá ao nosso lado as vezes é tão chato!!!!Ufa!!Fantasiar fica mais fácil...
Beijo

Lucia Lombardi disse...

Isso Eliane...quantas vezes coloquei minhas inspiracoes e criei fantasmas que nao existiam, so na minha cabeca!!!! No meu caso foi carencia mesmo, mas na medida que o tempo passa vamos endurecendo. Vi quem estavam realmente ao meu lado, na torcida, na hora da dor, o resto era tudo oba...oba!!!
Mas o importante e que tudo que vivemos esta la na palavra de Deus...maldito o homem que confia no outro, ou que se apoio em maos humanas. Aprendi a esperar em Deus!! Posso acreditar em alguem, mas confiar so em Deus!Um bjo

cacau disse...

Até hoje tento não idealizar nada nem ninguém, mas é mais forte que eu...sempre acabo delirando...o lado bom é que minha cabeça fica tão cheia de gente que a solidão não me atinge mais!

Alda disse...

Passei para deixar um beijinho e desejar tudo de bom para você!

Dragão BONJOURRRRR LILIZINHA disse...

BONJOURRRRRRRRRRRRRRRRR QUERIDOCA, indo para o OUTRO QUINTAL, inté mais beijinsssssssssssssss