sexta-feira, 4 de março de 2011

As pequenas coisas


Estava ouvindo esta semana uma ótima entrevista sobre a globalização e como quando algo inesperado surge na nossa vida e desestabiliza a nossa própria vida e de todos o que estão ao redor. A entrevistada não falava de surpresas e dor. Explicava que o mundo de hoje não tem espaço para doenças nenhuma. Nem gripes. A correria, os planos estruturados com antecedência não nos permitem pensar nisso ou em qualquer outra coisa a não ser nos nossos projetos. Não há espaço para mais nada. Por isso, na minha concepção, quando algo acontece na família - além da dor- lá vem a confusão. Quem vai ajudar? Quem está disponível? Quem está mais forte para entrar na dança?
Eu não tenho que reclamar de nada. Todos que bailam comigo são especialíssimos. E dão - como eu - valor as pequenas coisas. Eu sempre dei. Aquele banho de chuveiro, uma volta de carro, uma prosa rápida ou demorada, ir à feira, um bom filme, uma cama deliciosa, ficar olhando o mar, escrever e ajudar no que posso as secretárias que me acompanham há muitos anos. E tem muito mais. Como tem!
Se você está envolvido(a) demais. Acelerado demais, dá uma parada neste feriadão e aproveite as pequenas coisas.

Olha eu aqui dando sugestões. Quem sou eu para isso? rsrsrs Mas a minha vontade é que todos aproveitem tudo ao máximo: grandes e pequenas coisas. Ainda não estou no clima do carnaval.
Mas amanhã ...rsrsrs
Tudo de bom nesta sexta-feira. Bom dia!

18 comentários:

Beto (do bloco da Alegria) disse...

Tia Lili,
a beleza está nos olhos de quem vê e não naquilo que é visto.
Carnaval, confete, serpéntina e lança perfume na mão (lemra deles?)e vamos que vamos.
A propósito, carnaval também é tempo para reflexão.
Bjs,

chica disse...

Lindaws dicas e eu costumo dizer que quando "bater as botas" quero que seja num domingop. Tenho visto na família , os problemas que aparecem quendo morre um parente daqueles que temos mesmo que ir ao velório, pelo menos. Ninguém pode!
Não quero dar prioblemas, to9mara ELE me escute...

Lindo fds, com pequenas coisas bem notadas sempre...elas enfeitam nossos dias! beijos,chica

Papoula Purpurinada disse...

É CARNAVALLLLLLLLLLL galera e não to aí p mais nada, só cair na folia e dpois vou p um RETIRO ESPIRITUAL NAS CARMELITAS DESCALÇAS mas primeiro vamos A FOLIA olha o sambão aí genteeeeeeeeeeeeeee!
Relembrando um dos inesquecíveis de 1982 da Império Serrano:

o

Bumbum paticumbum prugurundum
O nosso samba minha gente é isso aí, é isso aí
Bumbum paticumbum prugurundum,
Contagiando a Marquês de Sapucaí (Eu enfeitei )

Enfeitei meu coração (enfeitei meu coração )
De confete e serpentina
Minha mente se fez menina
Num mundo de recordação
Abracei a coroa imperial, fiz meu carnaval,
Extravasando toda a minha emoção
Óh, Praça Onze, tu és imortal
Teus braços embalaram o samba
A sua apoteose é triunfal
De uma barrica se fez uma cuíca
De outra barrica um surdo de marcação

Com reco-reco, pandeiro e tamborim
E lindas baianas o samba ficou assim
Com reco-reco, pandeiro e tamborim
E lindas baianas o samba ficou assim

E passo a passo no compasso o samba cresceu
Na Candelária construiu seu apogeu
As burrinhas, que imagem, para os olhos um prazer
Pedem passagem pros moleques de Debret
As africanas, que quadro original
Iemanjá, Iemanjá, enriquecendo o visual( Vem meu amor)

Vem, meu amor, manda a tristeza embora
É carnaval, a folia, neste dia ninguém chorao

Bumbum paticumbum prugurundum
O nosso samba minha gente é isso aí, é isso aí
Bumbum paticumbum prugurundum,
Contagiando a Marquês de Sapucaí (Eu enfeitei )

Enfeitei meu coração (enfeitei meu coração )
De confete e serpentina
Minha mente se fez menina
Num mundo de recordação
Abracei a coroa imperial, fiz meu carnaval,
Extravasando toda a minha emoção
Óh, Praça Onze, tu és imortal
Teus braços embalaram o samba
A sua apoteose é triunfal
De uma barrica se fez uma cuíca
De outra barrica um surdo de marcação

Com reco-reco, pandeiro e tamborim
E lindas baianas o samba ficou assim
Com reco-reco, pandeiro e tamborim
E lindas baianas o samba ficou assim

E passo a passo no compasso o samba cresceu
Na Candelária construiu seu apogeu
As burrinhas, que imagem, para os olhos um prazer
Pedem passagem pros moleques de Debret
As africanas, que quadro original
Iemanjá, Iemanjá, enriquecendo o visual( Vem meu amor)

Vem, meu amor, manda a tristeza embora
É carnaval, a folia, neste dia ninguém chora

FELIZZZZZZZZZZZZZZZZZ CARNAVAL, MTA ALEGRIA, MTA FOLIA, PAZ E AMOR, inté pessoal!

a vizinha da VSouto disse...

pequenas coisas que somadas nos dão muita alegria. E vamos nós !

Marli Borges disse...

Muitos vivas, às pequenas grandes coisas que colorem a nossa vida!
Bjssssssss

Vera do sulllllllll disse...

Olá Eliane e blog simpático!
Nas pequenas coisas e nos gestos por menores que sejam é que sentimos o amor das pessoas. O simples fato de ajudar a lavar os cabelos, dormir no hospital,fazer uma sopinha..... Oh! como é bom sentir-se amada... Quero e vou retribuir sempre a esses pequenos favores que minhas amigas e cunhadas fizeram por mim. Jamais esquecerei e sou a primeira da fila o para o que precisarem.
Bom fim de semana. Bom carnaval para quem gosta e beijos muitos para você.

Eliane Furtado disse...

Do bloco: e de rever amigos.

Eliane Furtado disse...

Querida Chica. Velório? Cuz Credo. Quero ninguém. Acabou, acabou rs.

Eliane Furtado disse...

Nossa lá vem Papoula acelerada.

Eliane Furtado disse...

E energia Vizinha.

Eliane Furtado disse...

Marli, que bom me visitar. Ando devagarinho, mas voltarei.

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Um bom fim de semana, Eliane e sem correrias. Eu não sei onde este povo quer ir com tanta pressa! Acho que às vezes é demais! Não seria melhor viver com menos e dar um pouquinho de atenção aos filhos, brincar com eles, ir ao cinema, curtir os pequeninois prazeres da vida? Serão precisos tantos carros na garagem, casas na praia e na serra, roupas dó de marca? Olha, eu tenho consciência de que abdiquei de muito para dar acompanhamento aos meus filhos e só ganhei; não tenho tantos bens materiais, mas tenho o suficiente; "para se ser feliz basta ter o suficiente", já alguém dizia. Fica bem, amiga e um bom carnaval.Beijinhos
Mila

Os Pensadores disse...

O sucesso resulta de cem pequenas coisas feitas de forma um pouco melhor. O insucesso, de cem pequenas coisas feitas de forma um pouco pior.
(Henry Kissinger)

Não julgues nada pela pequenez dos começos. Uma vez fizeram-me notar que não se distinguem pelo tamanho as sementes que darão ervas anuais das que vão produzir árvores centenárias.
(Josemaria Escrivá)

A felicidade humana geralmente não se consegue com grandes golpes de sorte, que poucas vezes acontecem, mas com pequenas coisas que acontecem todos os dias.
(Benjamin Franklin)

Flor de Lótus disse...

Oi,Eliane!Td bem?Andei sumida, ando meio devagar nas visitas, ando meio tumultuada sem saber o que fazer da vida...
As pequenas coisas são sem dúvida as mais essenciais e importantes, se não sabemos valorizá-las não sabemos viver...
Um ótimo feriadão e aproveite bastante!
Beijosss

Maria Cecile disse...

Eliane, também concordo com você.
É dando valor às pequenas coisas que a gente curte de verdade a vida.
Um bom carnaval pra ti... já está chegando!
Beijos bjs.

Lulu disse...

E não é que Aracaju está resgatando seu carnaval de rua? Vários blocos já estão na maior animação... antigamente, no carnaval, Aracaju virava cidade-fantasma, pois metade da população ia pra Salvador e a outra metade pro Recife... e aqui se enchia de gente apenas querendo descansar. Mas pelo que estou vendo... vai pegar fogo por aqui também!
Beijos mil, galera do Blog, bom carnaval para quem é de carnaval, bom descanso para quem é de descanso. Eu estou um pouquinho para os dois.
POR-TE-LA-A-A-A-A-A-A!!!!!!!!

Daniel Savio disse...

As vezes, estes que nos dedicam tempo, mesmo que não precisem ouvir, são aqueles que amamos de tal forma a entender o significa a palavra amigo...

Fique com Deus, menina Eliane Furtado.
Um abraço.

VELOSO disse...

Vim via Simplesmente Amor e gostei daqui parabens e felicidade sempre!