sexta-feira, 28 de maio de 2010

Um pouco de saudosismo nesta sexta-feira


Bom dia , bom dia, bom dia. Estou chegando. A década de setenta foi marcante para alguns de nós. Foi o auge da repressão militar, mas uma época de criatividade e renovação. Os biquinis ficaram mais curtinhos, o rock se consagrou, as discotecas atingiram o auge e o cinema americano produziu clássicos que ainda emocionam, como The Godfather com Marlon Brando. Sem falar nos embalos que Travolta nos envolveu.
Foi também nos anos 70 que a televisão e o jornalismo deram grandes saltos em busca de um modelo próprio.
A década de setenta é lembrada também com alegria e satisfação pelos amantes do futebol. Até quem não ligava para o esporte, ficou totalmente envolvida(o) com a vitória da histórica seleção brasileira, a inesquecível. Era um país de esperança.
E para recordar um pouco da época, aproveitando que vamos começar mais um final de semana, convido a todos a teclarem aí ao lado direito da tela, as trilhas da minha vida. Os veteranos do Blog sabem que volta e meia mudo as músicas. Músicas que mexeram com os sentimentos, as estruturas e o coração de cada um de nós. Depois me contem se gostaram.
Um pouco de saudosismo não faz mal a ninguém.
Amigos, volto domingo. Um beijo carinhoso e o meu obrigada pela companhia esta semana.

20 comentários:

Maria Cecile disse...

Eliane, bom dia!!!

Adorei as indicações musicais.
Principalmente Beatles e Donna Summer.

Eu comecei a me interessar por música ouvindo os Beatles. Nem lembrava mais disso. rsrsrs. Foi no final dos anos 70. Saudosismo é bom e eu gosto. :)

Beijos e bom fim de semana!!!

Lulu disse...

Bom dia, Eliane, bom dia, blog. A década de 70 foi gloriosa para mim... foi quando me formei em Letras, casei, tive três dos meus quatro filhos... foi uma década de consolidação de sonhos e metas. Também adorei suas indicações musicais, principalmente Simon & Garfunkel, adorava ouvir essa música, também The Sound of Silence, lembro também de uma música (a última faixa desse LP) que era um noticiário falando de violência, guerra, e no fundo uma música de Natal... eu enchia os olhos de lágrimas quando a ouvia.
É verdade, de vez em quando é bom embarcarmos numa "sessão nostalgia", relembrando os bons momentos...faz nossa alma sorrir.
Beijos para todos, tenham um ótimo dia!

Maria "A Carioca" disse...

Bom dia Liliiii!!!!!
Bom finde!!!!
Saudades.....
Bjsbjsbjs

Vera do sul llll disse...

Bom dia Eliane ,bom dia blog, especialmente a Lulu, minha história também aconteceu nos anos 70, só que me formei em Biologia, casei com o meu querido e amado e bondoso marido e tive os meus filhos . Muitos bailes acompanhada pela minha irmã e pela minha mãe, com muitas amigas.Depois as boates aqui na minha cidade uma especialmente, onde conheci o meu marido. Nossa quanta saudade! Desta época ,das músicas do tempo vivido.
Muita saudade!
Tenham um final de semana feliz.
Bjs
Vera

Papoula Dourada p Hortensia disse...

Bommmmmmm diaaaaaaaaaaaaa Belezura do Leme, estas músicas são demaissssssss, zilhões de recordações que marcaram minha vida pelos mais variados motivos!
Década de imensa saudade tb pq foi aí que perdi meu papai amado, hj fazem 31 anos que ele partiu, ai, ai, SAUDADES ETERNAS!
TRAVOLTA é minha paixão até hoje, não perco um filme dele,vivemos os verdadeiros ANOS DOURADOS.
Dia lindo e beijins nos nossos amiguinhos, viu?INTÉ CUMADI

Tico e Teco da Jane disse...

Anos 70...
nasci nos anos 70... talvez por isso gosto de tudo que foi produzido nesta decada.
Sou muuuuuito nostalgica!
bjos... bom fim de semana!

Eliane Furtado disse...

Anos 70...quantas lembranças maravilhosas...
Boa tarde Blog querido.
Está um frio delicioso. E por aí?

Maria Cecile disse...

Oi Eliane.
Por aqui também está um friozinho bom e uma baguuuunça no céu. Nuvem preta, nuvem branca, esparsa aqui, acolá e céu azul de fundo.
São Pedro não se decidiu ainda sobre o fim de semana, rsrsrs.
Bjs.

Lulu disse...

Aqui em Aracaju, com o inverno batendo na porta, ainda faz calor acima de 30°..... arre!!!

Claudio Renato disse...

Eliane,

Década maravilhosa. Travolta. Um filme de geração. Vi cinco vezes no cinema. Saudade de Rivelino e Zico no Maracanã. Saudade de João Nogueira. Das pornochanchadas no poeirinha. Do Glauber Rocha, completamente elouquecido. Do Brizola, do Gabeira, do Julião, carregados nos ombros do povo. Saudade do Caetano, que ainda fazia música brasileira da mais alta qualidade. Saudade do Realce, do Gil. Da Rita Lee e dos Mutantes. Saudades da minha escola, dos meus amigos, do bloco da esquina, dos carnavais de subúrbio, das escolas de samba na Presidente Vargas. Saudades!!!

Rosario-Bendizer disse...

Muita saudades desta época... Um bom descanso pra vc!

Claudio Renato disse...

Elane, falando de Travolta, de cultura, de saudade, quero dizer a você que o Passavante (www.passavantecr.blogspot.com) está concorrendo ao Top Blog 2010. Se você puder votar na gente, basta entrar no "brogue" e clicar no quadrado da parte superior direita da página.

Beijo!!!!!!

Eliane Furtado disse...

Grande Claudinho uaauuauauaua. Vou votar.Quando eu crescer, ou seja o Blog da Eliane, vou ser igual ao Passavante.
beijos

Eliane Furtado disse...

Luluuuuu, inverno de 30 gruas? srsrsrsrsrsrrs
Que tal 6 graus para variar e lareira.

Eliane Furtado disse...

Ro, como foi o encontro? Eu tenho saudade de todas as épocas. A de setenta...então...
Mas esta que vivemos - de pura luta - nos marcou pra sempre. Digo as conquistas. Beijos Ro de Sampa, grande guerreira.

Eliane Furtado disse...

Cecile, adorei esta história de bangunça no céu. Bagunça é bom né? Mas melhor ainda é quando a bagunça se dissipa como as nuvens negras. Ai que delícia quando as nuvens escuras vão embora...

Papoula VAPT VUPT disse...

Helloooooooo, Good Night, Good Dreams, kissessssssssssssssssssssssss

Silvana disse...

Boa noite Blog, bos noite Lili, que será que está acontecendo, hoje estou para lá de nostalgica, coloquei Datemi un martelo com a Rita Pavoni no Face, é da década de 60 mas me dá muita saudade, na década de 70 já mais velhinha foi tudo de bom. Neste momento estou saudosista de vocês. Lulu adorei a lembrança de LPs temho ummonte até hoje. Beijos com frio e chá quente.

Lulu disse...

Lareira? Isso aqui não existe... mas quando vou a algum lugar frio onde tem lareira (na chácara de uma prima minha em Serra Negra/SP, tem uma)eu adoro ficar sentada perto, com ela acesa, tomando um bom vinho...
Aqui, Eliane, quando faz 18°, 19°, o povo fica esperando nevar... rsrsrsrsrsrsrsrs

Eliane Furtado disse...

Sil, já reparou como dona Rosana está cada vez mais elétrica?
Impossível. Tem que arrumar um cabra para colocar rédeas. Nostálgica? Efeitos de sábado à noite.
Acorda Sil, levanta, hoje já é domingo. Adoro domingo em pequenas cidades e Medias. Nas grandes não vejo graça nenhuma.