sexta-feira, 19 de março de 2010

As diferenças da vida


Olá meus amigos.
Parece que no mundo artístico tudo é mais fácil. Parece, mas a gente sabe que não é bem assim. Na vida, nada é fácil ou de graça.
Digo isto pensando nos casamentos com diferenças de idade. Quando as pessoas são famosas, a sociedade engole melhor o preconceito e as relações que fogem do tradicional. As famílias resmungam menos, os amigos nem discutem a aparência de um e outro, e os casais ficam mais à vontade para "infrigir" algumas normas ditadas e sacramentadas, sei lá por quem, como casar com alguém mais moço ou mais velho que você, alguns anos ou muitos. É complicado namorar, gostar, viver com alguém mais jovem que você. Parece que só você envelhece. É complicado também casar com alguém muito, mas muito mais velho, quando você é uma pessoa comum. Além de enfrentar o peconceito dos outros, você precisa enfrentar a si mesma. Vencer os medos, as fantasias que giram em torno desta relação. Um deles é ser trocado mais cedo ou mais tarde. Mas isto independe de idade. Qualquer um pode ser trocado. E acontece muito mais com os casais que se encaixam na "normalidade" dos conceitos.
Quem assisitiu o filme "O divã" certamente se esbaldou de rir com a cena em que o namorado garotão, Cauã Reymond, leva a personagem principal, Lilian Cabral, para uma noite radical de batidão de música eletrônica em uma boate. Um suplício para a quarentona. No caso da personagem de Lilian, o marido sim a tinha traído e ela mergulhou em uma relação diferente. Pensando alto, todo mundo pode ser trocado a qualquer momento. Até uma linda atriz de Hollywood. Mas por enquanto a charmosa Demi Moore não está preocupada. Se está, disfarça. Casada com o jovem talentoso e sexy Ashton Kutcher, eles cultivam uma diferença de 15 anos e um casamento que ultrapassa já quatro anos. E melhor, parece haver sintonia. Já sei o que vocês vão comentar: ela é famosa, ela é riquíssima e abriu portas para ele. Tudo bem, e daí? Ele está ali. Sei que quatro anos de casamento não é nada perto de uma vida inteira, mas já é uma história. Juntos, eles apareceram, ontem, em mais um evento em Bervely Hills nos Estados Unidos: a "Night at Sardi's , uma festa beneficente que arrecada fundos para uma associação que cuida de pessoas com o mal de Alzheimer. Bons moços.
Sou um pouco como a Hebe Camargo, não acredito muito na duração de casamentos com grandes diferenças de idade. Grandes. Houve um tempo que eu não acreditava nem nas pequenas.
Mudei de opinião porque aprendi que quando o mais jovem é muito mais maduro do que o outro, aí a relação segura. Mas no fundo tenho certeza que é o sentimento de admiração que segura qualquer relação. Ela, a admiração, é o "start" para o grande amor, para a cumplicidade, para o sexo, para a paixão. Sem admiração, nada feito. Quando a decepção se mete no meio de um casal, nada segura. Com diferença ou sem diferença de idade.
No caso de um casal fora dos padrões convencionais, o melhor é nunca pensar nisso. Nesta diferença. Siga apenas em frente, caminhe tranquilamente e vá vivendo, aproveitando, ignorando olhares e acreditando em você mesma. E nunca desista. Enquanto houver "uma liga", prossiga. Quando um jogar a toalha... antes dela cair no chão, o outro que a pegue no ar.
Torço por todos os casais que enfrentam as diferenças. De idade, de cor, de forma física, de maneira de pensar, de altura e social. Porque deixar passar um capítulo da sua vida por causa dos outros, é a maior tolice que um ser humano pode viver.
"Dê uma chance ao amor. Sem regras sociais, sem preconceitos de idade, sem bloqueios de imaturidade. Se a felicidade dá uma amostra de que ela pode ser real, continue a persegui-la."
Estas duas últimas frases não são minhas. Tirei de um texto antigo, escrito há quase trinta anos. Antigo, mas bem atual.
Um beijo e ai que bom: sexta-feira. Dia de debate na Radio Globo.
Bye bye.

19 comentários:

Elaine disse...

Cada um com suas escolhas. O importante é ser feliz!! Mas eu prefiro uma carninha e uma cabecinha mais madura.

bjs
Elaine

Eliane disse...

Desde ontem, estou amando seus comentários.
kskskskskssk

Dragão BATENDO PONTO disse...

Bommmmmmmm diaaaaaaaaaaaaaa queriduxa, BATENDO PONTO e retornando mais tarde pq now I'm very busy, INTÉ!

Eliane p/Dragon disse...

Always very busy...

Rodrigo disse...

Bom dia "THE BOSS - Ph" !!!

Belas palavras, coragem, maturidade, admiração, vencer medos, driblar preconceitos, acreditar, perseguir a felicidade...

Existe fórmula para apaixonar-se, enarmorar-se, amar, em fim??

Escolhas, certas ou equivocadas, não importa. Cobram seu preço.

Viver as escolhas, isso é o que importa é o que é imprescindível. Não há escolha!!

Viver a vida avassaladoramente para não viver na vida.

Beijão,

Rodrigo

Alexandre F Maurity disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alexandre F Maurity disse...

Eliane,

Fazendo um paralelo com Hollywood e a vida real;
- No mundo do cinema é promoção, marketing e glamour na vida real é não querer esquentar a cabeça, sabe que o(a) mais novo(a) é gipi, gipi, nheco, nheco sem compromisso sério a médio e longo prazo, é pura diversão.

Tenho amigas(os), conhecidas(os) que só procuram companhias mais novas, alguns não falam, mas outros explicam que depois do término do casamento a idéia é diversão e "pimba" com ou sem qualidade. . . é como se fosse um troféu a ser exibido. eh,eh,eh. . .

Muitos podem não concordar, mas, é o que eu ouço e vejo.

Bjs,

Alda disse...

Olá Eliane,
Cada um escolhe, e a sorte mesmo é acertar, mas quando existe amor a idade não é muito importante!
Agradeço a visita, e seus comentários tão simpáticos e cheios de humor!
Um beijo

Clarisse disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Clarisse disse...

Concordo totalmente quando você diz que o mais importante em uma relação é admirar a pessoa.

Em qualquer relação, tipos de admiração diferentes, mas sempre admiração.

Pessoas admiram seus pais, seus amigos, seus filhos ... esse lance de idade é apenas mais um "impedimento" preconceituoso que a sociedade impõe e alguns insistem em acatar.

Já que você citou ontem, segue o endereço do meu blog. Para vocês "admirarem" :)
http://claolima.blogspot.com

Beijos!

Eliane p/Todos disse...

Ôba, novo Blog. Vou acabar ficando quase todo o dia visitando blogs. viva Clarissa, Viva Maurity e Veroca.
Bom dia Boss de Itatiaia.
Enquanto uns e outros vão ao cinema, estou correndo para radio.

Lulu disse...

Qualquer que seja a idade cronológica do casal, eu acho que deve ser levado em consideração que o coração não tem idade. E também devemos considerar que as nossas escolhas não são propriamente nossas, mas do nosso inconsciente. Vejam, por exemplo, Chiquinha Gonzaga. Mulher arretada. Seu último companheiro era anos e anos mais novo que ela, e viveram juntos até ela morrer, velhinha, velhinha, e ele um coroa, sempre a amando.
É certo que a admiração é fundamental, como você diz, Eliane, mas o companheirismo, a cumplicidade e a amizade também pesam. Sim, além do amor precisa haver amizade entre o casal, como um ponto de arremate da relação. Já ouvi comentários de pessoas que se separaram de que o parceiro tinha sido tudo, menos amigo.
Mil beijos para todos, tenham uma ótima noite.

Vera do sulllll calorento demais....... disse...

Querida Eliane!
Também sou como S. Tomé "quero ver para crer". Se com poucos anos de diferença não é fácil será que com 15, 20 anos será?
Aguardemos os próximos cpítulos.
Boa noite
Vera

Patricya Reis Oliveira disse...

Adoooro esse casal! Demie tem bom gosto. Sigo ela no twitter. Qdo crescer quero ser iguala ela! hahahahahahahaha. Bjs!

Dragãozinho p Pat Loura disse...

Pat querida, estou como vc, QUANDO CRESCER QUERO SER IGUAL A DEMI E ENCONTRAR UM PRÍNCIPE IGUALZINHOOOOOOOOOOOOOOOO AO DELA, lindo e certamente, uma delíciaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

Good dreams pq sonhar faz bem a saúde e a nossa imaginaçãoooooooooo rs,rs,sr,sr,rs,sr, inté queridinha.

Maria "A Carioca" disse...

Aiai! Tao lindo o amor............
Duck, estou numa fase pos TPM, entao tudo e cor de rosa.
Tb adoro as diferencas.
Bjs aos casais q se amam de verdade e não caem nas garras do mundo a sua volta.

Dragão dá BOM DIA D. Dorminhoca disse...

Bommmmmmmmmmmmmm diaaaaaaaaaaaaaa Lilizinha dorminhoca, lindo FINDE p vc, beijinsssssssssssssssss

Dragão animadinho, ACORDAAAAA LILI! disse...

Esqueci de dizer que acho essas diferenças de idade deliciosassssssssss pq trazem mtassss novidades para os dois e viva a VIDA, VIVA O AMORRRRRRR!

Eliane sempre em pé disse...

Queridas e queridos. Como foi o verão de vcs?Me contem o que marcou mais. Estou ansiosa para saber. Eu e todos kskskkskss
Dragão, de pé há muiiiiito tempo.
Afinal começou o outono e estou aguardando a entrada dele.