terça-feira, 14 de setembro de 2010

Um post com duas princesas



Toda menina gosta de brincar de princesa. Eu adorava ver o teatrinho Troll aos domingos, na extinta TV Tupi, e depois arrumar um lençol branco e sair pela casa -com meu manto - me imaginando uma Cindarela.
Meu pai nunca me chamou de princesa. Graças a Deus. Porque penso que isto piora a situação da criança e cria fantasias perigosas. Me chamava de "pequerrucha."
Mas chamando ou não sempre povoa a imaginação de uma menina a ilusão que a dela vida - um dia - vai ser mais do que cor-de-rosa. Vai ser coroada só de grandes acontecimentos. Assistindo ao programa da apresentadora americana Oprah Winfrey outro dia, vi a uma boa reportagem sobre a rainha linda e moderna,Raina da Jordânia, mulher do Rei Abdullah II. Ao ser perguntada se era bom ser rainha, disse que tem um lado ótimo e um lado ruim. E foi explicando. Não reclamou nadinha do papel como fazia Diana da Inglaterra, sempre de mal com o título.
Uma das mais lindas princesas que conheci -claro que pela TV e pelo cinema- deu uma tremenda guinada de vida: Grace kelly, que de atriz de Hollywood, foi reinar em um principado ao lado de um rei não tão charmoso ( aliás tem algum?) e tão diferente dela. Sua vida sempre conturbada por causa das loucuras das filhas. Aproveitou a vida e namorou muiiiito antes da casar com Rainier. Às vêzes parecia interpretar aquele papel de rainha, já que tinha sido forçada a desistir da carreira de atriz para assumir o título"Serenissima Alteza Grace de Monaco."
Mas em 14 de setembro de 1982, o sonhou acabou. Grace morre em um trágico acidente de carro aos 52 anos. Sempre me preocupou este final nos contos da vida real. Nunca os "The End" são como nos filmes ou na imaginação de milhares e milhares de crianças.
Bom dia princesas, rainhas, principes, reis do dia a dia e deste Blog de superação e sonhos.

Na foto - Grace e Raina, duas princesas, duas épocas.

12 comentários:

Chica disse...

Essas duas são lindas rainhas mesmo.

Que possamos na nossa vidinha de comum dos mortais,ter a postura de rainha,no sentido de força pra enfrentar a vida como ela quiser se mostrar.

Um lindo dia pra ti e tuuuuuuuuuuuudo de bom!chica

Eliane Furtado disse...

Bom dia Chica. Deve ter seu lado bom não é?
O chato é ser vigiada o tempo todo ksskskskks
Bom dia Rainha ds Sementinhas

Dragão gosta de voar LIVRE disse...

Esta coisa de SER PRINCESA tem coisas mtooooooooooooo chatas, regras demais, etiquetas demais, seguranças demais ( esta é uma parte interessante pq dependendo do "segurança" hummmmmmmm rs,sr,sr,sr,sr)mas tem tb GLAMOUR, esta é a parte boa mas somando tudo, acho que é uma chatice, não tens liberdade para nadaaaaaaaaaaaaaa, sempre cercada de mil criaturas, não ia aguentar esta vida não, ficaria só com a parte das FESTAS, LINDAS ROUPAS, SEGURANÇAS ESPECIAS e mais algumas coisinhas mas a parte chata, ufaaaaaaaaaa, fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!

Zel Bengalinha Paulistana disse...

Alô, alô, Sampa (Saara... cof, cof, cof...) chamando Rio!!!!!!!!
Bom dia blog!

Não deve ser fácil a vida de rainha ou princesa, afffff (as histórias das famílias reais, até hoje, são muito estranhas, geralmente com gdes tragédias).
Só é bacana em filme, mas na vida como ela é... rsrsrsrsrs... liberdade próxima de zero, protocolos, regras... Comigo não daria certo, não!
Mas quando era criança adorava brincar de princesa e realeza, hahaha.

Lindo dia a todos!
Beijo
Zel

Cantinho do Neno disse...

oi eliane obrigado por me visitar
boa semana pra ti bjs neno

Cecile Azambuja disse...

Olá Eliane...
rainhas, princesas, donas de casa... acho que tudo é um luxo quando o amor impera. Pelo menos enquanto ele dura, rsrsrs.
ser rainha sem amar o seu reinado, ser princesa e não querer beijar o sapo...
Quando criança, eu não me imaginava princesa, mas bem que eu queria um príncipe, rsrsrss.

Beijo grande!

Lulu disse...

Oh, oh... tema muito interessante. Nós, mulheres, podemos não ser todas princesas, mas já nos foi dado o título nunca tirado de "rainha do lar"...
Rei charmoso? Ah, tem sim, Eliane. O rei Juan Carlos, de Espanha. Char-mo-sér-ri-mo!! Quando era mais novo, para mim era o homem mais bonito e com mais classe que existia no mundo.
Grace Kelly para mim era de uma beleza divinal (pra concorrer com ela, só Ingrid Bergman, também belíssima). Quando estive em Mônaco, vi o precipício onde o carro caiu. Não sei como a filha se salvou. Aliás, a história que contam é que era ela quem estava dirigindo.
Ah! O meu caçula só chama a esposa de "minha princesa". E eu, na onda, a chamo de "Princesa Lu" (de Luciana).
Um ótimo dia para todos, mil beijos!

Cristina disse...

Eliane

Deve ser muito chato a vida de princesas, rainhas, não se tem liberdade, passam a vida cumprindo protocolos, sei não, não me vejo nesse papel! Melhor a minha vida de plebéia mesmo! Um abraço carinhoso para vc e tudo de bom! Bjsssssssss

Serpente d´água disse...

Gente deve ter algum lado sedutor porque tem gente que se agarra a um título a mais não poder. Mas acho tudo isso uma grande ilusão!! Ninguém é melhor de ninguém por causa de um título. Porque será que cativa tanto o imaginário feminino a história de principes e princesas. Walt Disney tem uma parcela de culpa. Tem coisa mais linda que aquelas histórias de amor, cheio de pessoas altruistas, heróicas e tudo de bom? Mas me parece que a realidade é muuuuito diferente. Veja a história do Henrique VIII e muitos outros coroados, se julgando acima do bem e do mal, mandando matar, esfolar vivo e envenenar!! Não me parecem boa gente não. Acho melhor mesmo ser uma pessoa comum, com liberdade, sem ter que seguir todas aquelas etiquetas nem ter a midia sempre te perseguindo. A vida comum, com suas pequenas alegrias ainda é a melhor.

Silvana disse...

Boa noite Blog, boa noite Lili, como tudo na vida tem o seu lado bom e ruim, com as princesas também é assim, mas sinceramente....se eu pudesse escolher seria princesa, já pensou viagens para qualquer lugar, roupas lindas, muita mordomia e não é por nada não...melhor um principe que vira sapo, porque sapo por sapo não é troca kkkkkkkkk

Silvana disse...

Esqueci de dizer eu também adorava o teatrinho Troll, via todos, doces lembranças, que se post de ontem caiu que nem uma luva, deu pano para pensar. Beijos

Vera do sulllll disse...

Boa Noite Eliane!
Boa noite blog!
Estes títulos são lindos graciosos,e povoaram a nossa infância. Na real somos e sempre seremos pobres mortais... somos e seremos sempre, pessoas, independente dos títulos que tivermos...
...Lindo nos filmes e em algumas monarquias que insistem em não cair na real......
Eu, plebéia desejo a todos uma boa noite.