sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Os caras de pau viraram uma praga


Fico boba como a vida está cheia de gente "cara de pau." O cinismo está invandindo os lares, as instituições, a vida cotidiana. E sabem o que é o pior? Tratam os escândalos, as denúncias, os fatos mais vergonhosos como as coisas mais corriqueiras do mundo. Impressionante. Sair no jornal em página policial há bem pouco tempo causava vergonha na família, constragimento para os filhos na escola e depressão profunda. Agora? Agora é aquela história: nem é comigo. Algumas pessoas tem aquela cara de peroba, de madeira dura, e tem a mesma expressão glacial diante de fatos surpreendentes:-"falou comigo?" Mentem descaradamente e mantém a mesma fisionomia.
Não sei bem a origem desta expressão "cara de pau." Se alguém souber, conte aqui. Não creio que seja uma gíria carioca, porque em Portugal, se não me engano, também usam esta expressão.
Estou tão injuriada com notícias de escândalos e baixarias, que nem consigo ver mais o lado engraçado de ser cara de pau. Para mim não tem! E o mais chocante de tudo isto é que antigamente uma mãe, um pai, ensinavam valores tais como: é inadmissível roubar alguém, mentir, prejudicar terceiros, se aposssar de bens de outros.
Hoje? Ah hoje, eles formam lindas famílias que trabalham unidas em prol de interesses relevantes: os deles. Tudo com aval da mamãe e do papai.
Bom dia amigos leitores. A canoa está furada e mesmo assim muita gente não quer ver.

19 comentários:

Cecile Azambuja disse...

Bom dia Eliane, eu também fico pasma com essas notícias.

Cara-de-pau... tem uma história de que essa expressão se refere aos marinheiros que quando chegavam de viagem e iam beber nas tabernas contavam histórias fabulosas com a maior cara-de-pau e arrumavam sempre encrenca. As embarcações daquela época usavam uma carranca na proa para afugentar os “espíritos” malignos do mar que os tais marinheiros se gabavam de enfrentar. Como as carrancas eram feitas de madeira, faziam então uma analogia. (??) Mas não sei se é verdade.

Beijos beijos beijos. Uma boa sexta para ti e para o blog também.

Cecile Azambuja disse...

Bom dia Eliane, eu também fico pasma com essas notícias.

Cara-de-pau... tem uma história de que essa expressão se refere aos marinheiros que quando chegavam de viagem e iam beber nas tabernas contavam histórias fabulosas com a maior cara-de-pau e arrumavam sempre encrenca. As embarcações daquela época usavam uma carranca na proa para afugentar os “espíritos” malignos do mar que os tais marinheiros se gabavam de enfrentar. Como as carrancas eram feitas de madeira, faziam então uma analogia. (??) Mas não sei se é verdade.

Beijos beijos beijos. Uma boa sexta para ti e para o blog também.

Chica disse...

Maravilha de grito esse.A coisa tá danada,DANADA MEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEESMO!!!

Até quando?

Adorei a imagem que colocaste.Perfeita!

um lindo fim de semana,tudo de bom,aproveita, relaxa pois esses cara de paus estão numa boa SEMPRE!!

beijos,chica

Dama de Cinzas disse...

Não que ache que a mulher deva retornar ao lar, não ir trabalhar fora... Mas acho que antes as mães, como ficavam mais perto dos filhos, durante todo o tempo, conseguiam perceber melhor o que os filhos escondiam e tentar corrigir isso...

Hoje em dia os dois saem pra trabalhar e os filhos, podem filtrar o que quer que os pais saibam e o que não quer... E nisso vai se construindo um lado negativo de dissimulação...

Sem contar que por não poderem estar tanto com os filhos, os pais compensam com coisas materiais, o que também cria um problema.

Pode ser que eu esteja errada, mas é a minha visão da coisa!

Beijocas

AGNALDO NO ESPELHO disse...

Eliane querida,

Conta-se que o termo "cara de pau" foi cunhado pela primeira vez em Brasília.

Diz-se que, em razão do "usos e costumes", entrou em pauta nas duas casas, na câmara e no senado.

A lenda diz ainda que foi o único dia em que ambas as casas tiveram quorum máximo, e que jamais houve outra emenda constitucional aprovada por unanimidade, com agilidade e em benefício de todos, senadores e deputados.

Por fim, garantem os historiadores que a "Lei pegou" logo no primeiro dia, tendo adesão máxima e se tornando referência nos anais da bandalheira nacional generalizada.

Não sei se é verdade, mas me parece bem plausível.

Aos "santos de pau oco" - com rara ou nenhuma exceção - dos partidos A, B, C, D, BETA, GAMA E DELTA, melhor ornamento não há. Alguns, de tanto uso, já apresentam até cupins.

E sabe o que é pior, infelizmente continuamos a aceitar que o óleo de peroba remedeie tudo...

Como diria Chico Buarque, abram alas que "o estandarte do sanatório geral vai passar".

Haja paciência e bom humor.

Super beijo.

jungleworldcitizen disse...

Bom dia, Eliane :)

Não é porque moro longe que finjo que não é comigo :(
Eu amo o meu país e me dói ver a que ponto as coisas chegam. Aqui também ouço rádio daí todos os dias e assisto tv daí de vez em quando. Que tristeza é o horário político! Não voto esse ano, mas e se fosse votar? E o que dizer a minha irmã de 18 anos que vai votar pela primeira vez quando ela pergunta minha opinião? Complicado...

Um abraço!!!! :)

Ah, você participa de programa no rádio, né? Ele é transmitido online? Se for, gostaria de ouvi-lo um dia :)

Eliane Furtado disse...

Bom dia Cecile querida, Linda Chiquita das sementes vigorosas, Guerreira Dama das Cinzas, Poeta Poeta e Jungle além mar.
Agnaldo, a história é boa, mas acho que vem de mais longe. Agora é claro que no grande Palácio, eles imperam.
Será Cecile? Gostei.
Bem Damita, eu acho tb que a vida correu atropeladamente.
Jungle vou ficar toda orgulhosa. Te espero -on line- domingo, 19, Tupi AM, 10.15, no Programa do Haroldinho. Manda email. Ele vai dar no ar. Vou ficar toda prosa.

Papoula, MTOS CUPINS P OS CARA DE PAUS disse...

Vou falar uma coisinha só, esta CARA DE PAU que hoje está tão na moda é de uma "madeira" tãooooooooo especial que não dá CUPIM de jeito nenhummmmmmm, que penaaaaaaaaaa né mesmo?
Devia haver uma INFESTAÇÃO DE CUPIM EM BRASÍLIA E ARRASARRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR com "OS CARAS DE PAU" , a situação está cada vez piorrrrrrrrrrr e nada, nada mais os envergonha o que é uma grande vergonhaaaaaaaaaa!
Por estas e outras este ano já decidi, ANULO MEUS VOTOS TODOSSSSSSSS, NÃO VOU ELEGER NINGUÉM chegaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa de safadeza, chega de CARAS DE PAU, PUNTO E BASTA!

Eliane Furtado disse...

Só lá não querida. Por aí está cheioksksksks. Não sei o que tem mais-maluco beleza ou cara de pau.

a vizinha disse...

Essa saída da amiguinha da candidata foi estratégica. Fica na geladeira até as coisas se acalmarem e depois volta com força como todos os outros que estão aí. Ou vcs tem dúvida ? Jogo de cena puro.

Alda disse...

Olá Eliane,
Estou de volta das férias que não foram férias, mas para o ano à mais se Deus quizer!

Sobre este post, os outros ainda não tive tempo de ler, cara de pau também é um termo Português, que nós aplicamos quando as pessoas estão com cara séria, e de poucos amigos!

Deixo um grande abraço para ti, e votos de uma boa, e rápida recupração! Obrigado pela visita!

Beijo de luz!

Lulu disse...

Bom dia, blog, bom dia, Eliane. A expressão deve ser porque a cara feita de pau é rígida, não demonstra qualquer emoção, tipo como você mesma diz, "nem é comigo". Infelizmente vivemos em um país onde temos que conviver com essas coisas... mas permito-me discordar do que a Dama de Cinzas (alusão à Fênix?) diz, não é porque pai e mãe saem e ficam fora o dia inteiro que os filhos filtram o que quiserem, pois o bom exemplo ainda é algo muito forte... mas existem aqueles pais tipo "faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço", que estragam qualquer formação e construção de valores éticos e morais.
Eu mesma já não tenho estômago para assistir aos noticiários... o pior é que, se colocarem jornais só de notícias boas, a audiência despenca... :-((
Acho bem oportuno colocar aquela célebre e sempre atual frase de Ruy Barbosa:
"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se o poder nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto."
Mil beijos para todos, tenham um excelente dia.

Vera do sulllll disse...

Boa Tarde Eliane!
Boa tarde Blog!
Ten toda a razão. Creio que as consciências estão anestesiadas....
Mentem descaradamente, usam da sua influência em benefício de ....
Nada lhes acontece e seguem como arautos do dever cupmprido e da lei...
Fazer o quê?
Com tantos agrados materias compra-se também a consciência e vamos todos ao fundo nesta canoa furada...
Tenha uma linda tarde e forças para nadar contra a maré.
Bjs

Serpente d´água disse...

Oi pessoal, oi Eli!! Uma droga mesmo esta época de eleição e ter que assistir a este festival de falsidade e todas estas "caras de pau"! É desalentador. Vou fazer como muitos do blogue. Não quero compactuar com nada disso. Estou out, anulando ou justificando o voto. Felicidades no Haroldinho. Vou escutar também. bjs

Cristina disse...

Olá Eliane e amigos do blog

Concordo com Dragão, também ninguém terá meu voto, sem condições, parece até brincadeira. A cara de pau desses políticos é tanta que chega a enojar. Cansei! Uma boa sexta para vc Eliane e a todos do blog!

Eliane Furtado disse...

Vizinha, é claro é claro.
Aldinha, adorei explciação portuguesa.
Ruy Barbosa, um sábio Lulu.
Vera Veroca, vc sabe das coisas. Pega no ar. Maré muito alta e ressaca não dá trégua. Bracinhos já fracos.
Serpente e Cristina, anulem não. Eles dão um jeito e pronto -computam para os vencedores.
Não adianta.
Linda tarde, ótimo começo de noite e um beijo pra todos.

comunicadoras disse...

Oi Eliane.Não sei a origem dessa expressão, mas nós também a usamos e ao contrário dessa opinião que li
aqui, penso que a empregamos com o mesmo significado; no entanto, como eu estive no Brasil às vezes faço um pouco de confusão; hoje em dia, o português falado aí e o usado cá estão tão misturados que quase não se distinguem; hoje ninguém cá desconhece os termos brasileiros e usamo-los com muita frequência.Com certesa que já ouviu falar da normose; pois é ...trata-se de uma " doença" que consiste no seguinte: de tanto vermos e ouvirmos desgraças, insanidades, desrespeito por tudo e por todos, começamos a achar tudo normal...nada nos choca..o que deveria ser anormal passa a ser certo, passa a fazer parte dos nossos valores e aí, tudo se inverte e nos coloca na situação em que nos encontramos. Hoje uma criança ou um adolescente correcto, estudioso, educado é uma anormslidade, é démodé. Infelizmente é assim, Eliane e Deus nos livre que essa normose, considerada a peste do sec.xxI.
dure muito tempo. Um beijinho e um bom fim de semana. FQUE BEM!
Mila

jungleworldcitizen disse...

Já vi aqui que no site da Tupi tem áudio e vídeo, então vou poder vê-la também :)

Abraçoooo!

Eliane Furtado disse...

Salve Comunicadoras!
Jungle kskskskks vou mandar beijo. ksksksksksk