terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Sou filha da serra



Uma das comoventes entrevistas que ouvi pela televisão sobre a região serrana foi de um senhor humilde, com mais de 70 anos, que segurava uma trouxinha de roupa e utensílios. Ao ser perguntado pelo repórter para onde ia agora, ele olhou e disse:-"Vou ficar aqui. " Porque, reagiu o repórter. "Porque sou filho do lugar."
Eu me sinto assim. Sou filha da região serrana, mesmo tendo nascido no Rio de Janeiro. Pertenço aos lindos lugares por que tenho paixão. Vivi grandes momentos em Frigurgo e lindos passeios. Adoro cortar a estrada Itaipava Teresópolis, que começa no hoje destruído Vale do Cuibá e atingir Teresópolis para ver amigos. De lá sigo a Terê Fri e chego à Nova Friburgo e ainda passo pela fábrica dos lindos e chiques cobertores. Os passeios na serra são imperdivéis.
Falar de Petrópolis e seus arredores me enche de orgulho e lembranças. De Secretário, das empadinhas de Nogueira, das hortaliças fresquinhas de Correas-o melhor clima do Brasil -, do Vale da Videira, dos restaurantes do Cuibá, das fazendas do Brejal, dos caminhos extraordinários do Rócio onde pode-se andar à cavalo, do restaurante da Amelinha, das trutas, da Igrejinha. O ex-governador Lacerda foi quem desbravou o Rócio. Itaipava meu centrinho de compras com aqueles carros de coleção indo e vindo, ponto de encontro entre amigos no Horto. Araras com todo seu charme gosta de ser bem seleta em tudo.
Mas sou mais filha ainda de um vale, onde as paineiras estão por toda parte, o silêncio só é interrompido vez em quando, onde a água é abundante e os vizinhos se conhecem desde sempre. Pertenço a um lugar que já foi abrigo de escravos dos senhores ricos da Mosela, onde as pessoas sentem frio e preferem viver em outro bairro. Isto é ótimo porque assim não há invasões e por isso é terra abençoada e tombada.
Mas não digo o nome para preservar nosso recanto. Mas quem chega tem sempre o chá de capim limão à espera.

14 comentários:

a vizinha disse...

Também posso dizer como vc, sou filhs da serra. Adoro Petrópolis, desde a época do colégio interno, lá se vão muitos anos. A Mosela onde passava os fins de semana na casa azul. Os jardins da casa em frente ao Palácio de Cristal, imensos, onde, em pequena , achava que era filha de reis ( pode ?), tal a grandiosidade da casa, hoje sede da prefeitura. Quanta ilusão ! sem preocupação com nada. só brincar. O cheiro das hortensias nas encostas do rio Piabanha, os passeios de carrinho de bode na pracinha... fui muito feliz. Mais tarde, Itaipava, Correas, Areal. Nós sabemos como tudo é lindo !

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Conheço alguma coisas dessa região serrana do Rio e doi-me ver tudo isso destruído e tantas vidas que com a paisagem se foram. Imagino a dor que sentes todos vós. Sabem, aqui em Portugal, no Porto também há um Palácio Cristal, lindo também! Trágico foi mesmo a perda de tantas vidas, pois o resto voltará a ser como antes ou até melhor, pois tenho esperança que deixem de enfrentar a natureza e que acabem com a ilegalidade nas construções. Um beijinho, amiga e...NÃO PERCA A ESPERANÇA!

Lulu disse...

E espero que seu recanto tenha sido preservado dessa tragédia, que tanto nos tem comovido e consternado. Eu vi também a entrevista desse senhor idoso. As pessoas criam raízes profundas com o lugar onde nasceram e vivem há longos anos. É uma extensão delas próprias.
Eu me comovi e cheguei às lágrimas com a entrevista de um menino, de seus 11, 12 anos. Ele comentou sobre a violência da tragédia e disse: "parece que o mundo está acabando". Putz, como é que uma criança, ainda vislumbrando a adolescência, pode ter uma visão de "mundo se acabando" se a vida mal começou pra ela? É de doer na alma...
Tenho rezado para que Deus dê força e paciência para essas pessoas que sofreram tantas perdas irreparáveis. A Prece de Cáritas não tem saído de meus lábios.
Beijos para todos.

Lulu disse...

Para quem não conhece... é uma das preces mais lindas que conheço.

PRECE DE CÁRITAS

DEUS, nosso Pai, que sois todo poder e bondade, dai a força àquele que passa pela provação; dai a luz àquele que procura a verdade; ponde no coração do homem a compaixão e a caridade. Deus, dai ao viajor a estrela guia, ao aflito consolação, ao doente repouso. Pai, dai ao culpado o arrependimento, ao espírito a verdade, à criança o guia, ao órfão o pai. Senhor, que a Vossa bondade se estenda sobre tudo o que criastes. Piedade, Senhor, para aqueles que Vos não conhecem, esperança para aqueles que sofrem. Que a Vossa bondade permita aos espíritos consoladores derramarem por toda parte a paz, a esperança e a fé. Deus, um raio, uma faísca do Vosso amor pode abrasar a terra. Deixai-nos beber nas fontes dessa bondade fecunda e infinita e todas as lágrimas secarão, todas as dores se acalmarão. Um só coração, um só pensamento subirá até Vós como um grito de reconhecimento e amor. Como Moisés sobre a montanha nós Vos esperamos com os braços abertos, oh! beleza, oh! bondade, oh! perfeição, e queremos de alguma forma alcançar a Vossa misericórdia. Deus, dai-nos a força de ajudarmos o progresso a fim de subirmos até Vós. Dai-nos a caridade pura; dai-nos a fé e a razão; dai-nos a simplicidade que fará de nossas almas o espelho onde se deve refletir a Vossa imagem.

Eliane Furtado disse...

Os caramelos do D'Angelo, a Bhoemia, sentar e olhar o nada, os bodinhos da infância.
Ficar minutos olhando a Catedral.
Já tomou o chá do Museu? Vamos?

Eliane Furtado disse...

Oi MILA. Vou ter que ir aí conhecer seu Palácio. E vc vem pra cá conhecer o meu.
Esperança sempre. Nos políticos...bem um último voto de confiança.

Eliane Furtado disse...

Lulu, que prece linda. Já fiz até para mim. Para me levantar logo e seguir a BR040. Muita saudade.
Obrigada, o Brilhante está lá encravado nas montanhas. Lindo.

Cecile Az disse...

Eliane, que homenagem bonita!
Também adoro a Serra. Desde um ano de idade que ando, passeio, veraneio por lá. Sempre entre Petrópolis e Teresópolis. Friburgo fui à trabalho algumas vezes e à passeio também.
A pracinha de charretes e karts era minha preferida, em Petrópolis. Em Teresópolis, adorava andar a cavalo, quando criança. Lembranças boas.
Um beijo saudoso, rsrsrs.

Vera do sulllll disse...

Olá!
É isto mesmos, reter no coração, na mente e na retina os recantos lindos e que com certeza serão reconstruídos e ficarão ainda mais belos.
Lembranças boas enchem o coração de alegria e saudade.
Reconforta saber que o povo carioca sabe dar valor aos seus recantos naturais, porém preservá-los é urgente....
Que, como a Lulu salientou,seu recanto nada tenha sofrido e em pouco tempo você possa retornar e vivenciar novos e bons momentos.
Bjs com desejos de muita saúde.

ONG ALERTA disse...

Que a luz ilumine neste momento a serra em especial, beijo Lisette.

Daniel Savio disse...

Realmente, não dá para deixar de solidarizar com as vítimas desta calamidades que aconteceram com a região serrana.

E obrigado pelo o último comentário lá no meu diário (do pessoa ser abençoado).

Fique com Deus, menina Eliane Furtado.
Um abraço.

Lucia Lombardi disse...

Nossa Eliane voce me emocionou relatando os lugares aonde passou...fui ate a infancia passeando por ali com os meus pais. Eu tinha uma boneca chamada amiguinha , como nao tinha irmaos, iamos nois, papai, mamae, eu e amiguinha...primeiro conheci Petropolis, tudo, comendo muito doce e puxa-puxa, depois Teresopolis com seus famosos Foundue de chocolate, queijo, hummmmm...depois Nova Friburgo e as lindas pousadas de Itaipava. Depois conheci o lado religioso, visitando e palestrando a muitas igrejas destas cidades, fazendo muitos amigos, meus amigos, muitos se foram, as cidades se foram, mas nada pode apagar de nossas mentes lindos momentos de nossas vidas. Beijos
Lucia

CHIQUINHA disse...

Nossa, passeei junto com vcs.E me lembrei de outras coisas: passeios no trenzinho Faraco, do rinque de patinação (onde levei tombos bizarros),dos bailes de carnaval no Petropolitano, do cinema Petrópolis e depois o lanche na confeitaria Copacabana, da Casa Duriez que tinha o creme de leite mais gostoso que comí na vida...
Enfim, muuuuitas farras com as primas e as colegas de colégio que também subiam a serra.
Tempo bom que está vivinho na minha memória.
Lili, e o feijão??? Tô esperando!
Bj,bjs

Papoula, B dia Lilizinha da Serra disse...

Bom dia queridoca, tenho certeza que nossa região serrana dará a volta por cima e estará lindaaaaaaaa como sempre foi, adorooooooo o ar e as flores da serra e tb uma certa "pousada" no lugar mais lindo da serra rs,sr,sr,rs,sr,sr, tenha um lindo dia!
beijinssssssssss