terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Nunca diga nunca!


"Nunca diga desta água não beberei." Já experimentou falar este ditado? Não, não repita. Quando você jura que nunca vai fazer isto ou aquilo, aí sim que a língua se dobra e você mais cedo ou mais tarde cai na armadilha da vida. Isto acontece quando você jura que não quer nunca mais ver aquele homem, aquela mulher, quando você não vai aceitar aquele emprego porque não precisa dele e tantas coisas mais. Por exemplo: nunca vou morar naquele lugar, não uso roupa vermelha, jamais viajarei de navio porque deve ser a maior mistureba e nunca vou me casar com um homem fanático por futebol. Pronto, pode esperar. Lá vem a onda de vingança da vida.
Na verdade nós temos mania de fechar o cerco em volta de nós mesmos e não dar a menor chance de experimentar situações novas. Gênio, criação, personalidade, fantasias e posição radical. Orgulho, vaidade, sei lá. Tantas coisas. A gente cisma com uns trecos e depois pensa que vai ficar feio mudar de posição. Não vai não.
Acho que a nossa capacidade de adaptação é maior do que supomos. De uns tempos para cá( será só ?) tenho tido que me adaptar a situações novíssimas. Nossa, que suplício. Eu que já estava tão afinada com o cotidiano. Tenho dado shows de fazer a inveja algumas criancinhas birrentas. Fico até com vergonha, embora eu ache que diante de tudo que tenho passado, até tenho alguns direitos. Mas não adianta nada. Ksksksksksksk. O jeito é trabalhar sua capacidade de se adaptar e vislumbrar horizontes. Pare de dizer que você odeia calor de 50 graus se você mora no Rio, não diga mais que não vai assistir um joguinho de futebol com seu queridinho porque você vai, não diga que nunca vai comprar um cachorro e não fale sequer que você odeia viagens aventura porque vai acabar fazendo uma. E esquece, pára de espalhar que não vai dar nem uma espiadinha no chato do Big Brother que estréia hoje na Plim Plim, porque você vai. Mesmo que seja por um minutinho para ver como ficou a decoração da casa.
Bom dia meus amigos. Sabiam que Brasília está fresquinho, quase frio? Vai entender! E não digam que nunca vão morar lá. Não digam!

21 comentários:

Lulu disse...

eheheheheheheheh... pois é, Eliane, nunca devemos dizer "dessa água não beberei", pois não sabemos o tamanho da sede. Há 30 anos atrás eu fiz uma cirurgia de pterígio e o pós-operatório foi tão ruim, que jurei que do outro olho morreria ceguinha, mas não faria essa cirurgia de novo. E agora o pterígio do olho direito está no limite de atingir a pupila, o que vai afetar a minha visão. Resultado: estou com a cirurgia marcada para o próximo dia 21... só espero que não me maltrate tanto como quando fiz a cirurgia do outro.
Tenham todos um lindo dia. Beijos mil!

Alexandre F Maurity disse...

Eliane,
Bom dia!!
Nunca é muito tempo!
Dessa água não beberei, com calor que faz no RJ é quase impossível! rsss
Eu, já fui desses radicais que dizia NUNCA isso, NUNCA aquilo. Atualmente eu digo talvez, quem sabe um dia e por aí vai. O amanhã é uma incógnita, dizer jamais para a vida é dizer que provavelmente farei quem sabe um dia.
Quantas vezes nos contradissemos, afirmando o NUNCA e o JAMAIS. . .
A maturidade e, a vivência nos proporciona a sensibilidade de nunca dizer jamais e jamais dizer nunca. Faz-nos flexíveis, deixa-nos menos radicais, faz-nos pessoas melhores olhando o próximo com sensatez.
Viver é aprendizado e crescimento constante, então NUNCA deixaremos de aprender e JAMAIS deixaremos de crescer.

Eliane p/Lulu disse...

Pensamento positivo. Dia 21, niver de Valentina, minha sobrinha mirim. 1 aninho.Vou ficar aqui torcendo. Meu pai fêz esta operação e foi tranquilo. Agora, se vc abrir a sua cabeça e falar que vai ser diferente, um espetáculo...é o que vai acontecer. Olhos bem abertos e limpinhos para enxergar a vida. Eu fico por aqui ainda segurando uns "nuncas" na minha cabeça. Mas não falo "o mais." Nunca mais é tempo demais! ksksksksksksks

Eliane p/Alexandre disse...

Meu querido. Maturidade ou a idade que nos dobra? Hahahahahha
Seja o que for, quando a gente TIRA a tarja de proibido e do nunca...nossa é um achado! Agora, que a cia estimula ah isto estimula não é?!
Dia bom para aquele mergulho heim?! Dia de semana , dia de "profissa de praia."

Alexandre F Maurity disse...

Eliane,
A partir de amanhã meu horário no escritório, salvaguardando dias especiais será até 17:00h, depois desse horário, praia do Leblon de sunga, andando na areia para voltar a forma de corredor!!!rsss
Claro com umas cervejas, porque não sou de ferro!!! rssss
Quanto a companhia, huuummm. . .como estimula, ;0) , é muito saudável, principalmente se ela gostar de esporte e correr!!! Rssss :0D

Eliane disse...

...e de bicicleta.

Fátima disse...

Ah!Quando era jovem e vinda do interior, jurei que não me casava com um corumbaense pra não voltar a morar la...estava deslumbrada com o Rio, claro!Bom, casei com um Carioca que é muito mais Corumbaense que muitos....rsrs onde fui morar??Corumbá.Feliz da vida ,...rsrsrs
É isso...que sabemos nós de nós??

Eliane disse...

Fica mais por aqui Fatinha.

a vizinha disse...

Já caí nessa tbém... dizia que detestava Brasilia, que era insuportável, nada pra fazer (isso continua...). Essa semana mudei de idéia. Não tem céu mais nítido e brilhante que o da capital. Não tem restaurantes mais charmosos e deliciosos que os de lá. Sorry paulistada mas é vero ! Não tem avenidas mais largas que as de lá. Se fosse pra morar no Lago Sul naquela cada à beira do lago, com uma piscina azul turqueza, com aquele sol lindo mas o clima seco que vc não fica encharcada de suor, se fosse pra ter gente super agradável ao seu redor, o Rio não me veria nunca mais. Êpa, nunca mais não mas pelo menos enquanto durasse esse inferno.

Eliane disse...

ksksskkssksk No Lago Sul vou agora. E com vc de vizinha por lá então...

Alexandre F Maurity disse...

Eliane,

Se gostar de pedalar, então, ganha casa, comida, apartamento na lagoa, cartão de crédito sem limites de crédito e etc. . .rsss

P.S.O pacote "etc" é o plus que eu não digo!!rsss ;0D

a vizinha disse...

pois é... poderíamos dar um tempo no Leme e alugar uma casa no lago mas tem que ter aquela piscina, muitas espreguiçadeiras, suquinhos, champã geladíssima, bons livros, muitas revistas, papo gostoso sem compromisso.. ah ! que coisa boa !

Eliane p/Alexandre disse...

Cartão de crédito sem limites? Oh My God...melhor parte ksksksksks Vou espalhar. Bem como o blog caminha para os 500 mil acessos, quem sabe vc tem sorte por aqui?

Eliane topa disse...

Põe tempo nisto. Acho que vou para Santa Bárbara primeiro skskskksks

Papoula p Ale, Vizinha, Lilizinha disse...

Eppa, epa, epa, epa, epaaaaaaaaaaaaaaa, que papo mais vão DIMAISSSSS, CARTÃO SEM LIMITESSSSSSSSSS??????????? TÔ DENTROOOOOOOOOOO mas p isto o q temos q fazer????????
SE tiver q lavar CUECAS, TO OUT mas se for uma AVALANCHE DE MORDOMIAS acompanhada de beijos, beijinhos, beijões, etc, etc, etc, Tô DENTROOOOOOOOOOOOOOOOO, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

VIZINHA queriduxa, tb estou loucaaaaaaaaa p fugir deste INFERNO q se transformou esta city, ufaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, está demaissssssssssssssss e por mim NUNCA mais haveria este CALORÃO DOS INFERNOS, se fosse a BRUXINHA SAMANTHA sacudiria meu narizin arrebitadim e PLUFT, ATÉ NUNCA MAISSSSSSSS CALORÃO!!!

Eliane p/Dragão disse...

Você sempre engraçadinha.
Deve estar trancada em um freezer não é?!

Alexandre F Maurity disse...

Podemos nos consolar com os Australianos, que estão sob forte calor!!!
Em compensação o hemisfério norte e Europa. . .estão congelando!!!
E ainda por cima a Light não suporta a demanda de consumo! rsss

Bia disse...

Boa noite,

Tudo verdade... e agente só aprende depois de um tempinho... uns 50 anos, mais ou menos..., mas acaba aprendendo..., ou não? rs
Bjs

Cristina Simões disse...

OLA...VIM CONHECER TEU BLOG...VOU SEGUI-LO.BEIJOCAS

Ro c/ ar condicionado no último disse...

Amiga eu sou da sua ala, faço manhas que são de matar! Eu naaaaaaaaaaaaõ quero ir ao Pronto-Socorro e ai choro, faço um "drama" ... e ai...
e ai vamos SIM para o pronto-Socorro.

E neste momento estou aqui dando uma espiadinha no BIG, inclusive devo afirmar que Bial engordou!!

É assim amiga, assim é viver. E viver com setença exige renovação à toda hora. E desta maneira me sinto com direito aquirido e sujeita à confirmação para o que quero e, o que talvez não queira.
Abraços com ar condicionado, pois aqui em Sampa tá fazendo calor pra gente grande. :))

Eliane disse...

E eu perdi tantas visistas auspiciosas na noite que passou. Que pena.