sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Curioso é ser diferente!


Logo mais no jornal do SBT, a apresentadora Hebe Camargo vai dar um entrevista exclusiva ao jornalista Carlos Nascimento. Ela vai falar pela primeira vez sobre o câncer, sua internação e a volta ao trabalho que vai acontecer em breve. Fico pensando nesta "obrigação" em ter que ficar falando sobre este assunto para todo mundo. Claro que no caso da Hebe, ela precisa dar uma satisfação aos seus fãs. Mas e no meu? Cansa muito este blá blá blá. Pior mesmo é aquela "observação discreta" do outros e você percebe que virou objeto de curiosidade e estudo no seu meio social. Se você aparece em um local abatida, em silêncio, todo mundo fica quieto, mas olhando consternadamente. Se você surge linda, maquiada e sorrindo, a frase de sempre é: -"puxa como você está bem!" E não pode engordar nadica de nada. Porque doente bom é doente magro.
Tenho uma amiga que tem um problemão de saúde e toda vez que fazem isto com ela, a resposta vem como uma flecha: -"Nossa, você também está ótima." ksksksksksk. Estou rindo mas é de nervoso. Tem vêzes que você só quer ir a um lugar e se divertir. Mas não dá. Tem sempre um que aparece e manda:-"E aí? " E aquele que não pergunda nada, mas as orelhinhas estão sempre em pé catando informação? Estes são terríveis. kskskkskssk Me faço sempre de desentendida, mas não adianta. A curiosidade enlouquece as pessoas.
É bom ser curioso. Mas na medida certa. Aquela que instiga você a procurar e investigar algo até então desconhecido. Um desejo natural do ser humano. Só que muitos ultrapassam o limite pré-estabelecido pela ética social. E aí lá vem a invasão de espaço alheio. Claro que dou limites. Até aqui no blog. Mas curioso é curioso. E não sossega até levar a gente às lágrimas ou ao ódio. Você precisa ser muito firme com esta turma. Não me importo em falar ou contar o que aconteceu ou a fase do momento. Mas sei detectar os xeretas e os mórbitos. E hoje em dia mais do que nunca, temos que ter o maior cuidado. Vivemos a fase da tola e inútil curiosidade. De cameras nos espiando o tempo todo. De programas de televisão que nos oferecem entretenimento estimulando a cuidar da vida dos outros e de revistas e paparazzis que estão sempre à espreita de uma grande descoberta: quem está beijando quem.
Acho que vou reunir a minha turma e fazer um programa de TV diferente . O que vocês acham?
Bom dia, ótima sexta. Não aguento mais este calorrrrrr!

14 comentários:

Rê disse...

Sei que não é fácil mas a sua força e a sua energia são tão intensas e contagiantes que muitas vezes esquecemos que vc tem algum problema.
Saudade.

Lilizinha disse...

Nem todos babe kksskksskksks

PAPOULA disse...

bOMMMMMMMM DIAAAAAAAAAAAAAA tia Lilizinha da Valentina, deixei recadinho no tópico abaixo, viu? Linda a foto de vcs!
Valentina uma BONEQUINHA, que DEUS a abençoe e que ela seja muito felizzzzzzzzzzzzzzzzz!

Vc lilizinha já disse, É OBJHETO DE PROFUNDOS ESTUDOS, acho q DOCTOR DANIELE esta fazendo a pesquisa equivocadamente, ele precisa mudar O FOCO da mesma, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, como vc ainda não conheci e peço a DEUS todos os dias que continue te abençoando com esta disposição, garra e CORAGEM, VC É BÁRBARA e vc sabe, SOU A PRESIDENTE DO SEU FÁ CLUBE!

Chatos/curiosos estão como vc diz no seu SENTENÇA sempre de PLANTÃO, eita povim chato, né mesmo?
Um dia especilamente feliz p estar pertinho de sua linda e doce Valentina, beijinsssssssss e INTÉ MAIS CUMADI DO BABI

Lili enfrentando a sexta disse...

Hi Babe do Babi. Leve sua bóia e pé de pato. Sabe como é...pode ter gente que não saiba nadar. Poucos sabem nadar contra à maré. E lá vou...pela imensidão do mar

a vizinha disse...

Amiga, fica difícil ser indiferente, desinteressada, parecer insistente, quando se trata de algum problema alheio, seja lá o que for. É preciso saber diferenciar interesses e desinteresses. Vc mesma se expõe de uma maneira que fica complicado não perguntar nada e fazer como se nada estivesse acontecendo. Pode parecer desinteresse. É normal dizer que alguém está bem, pensar como está abatida, estando doente ou não. Não leve isso ao pé da letra. Acontece com todo mundo.

Elaine disse...

Eliane, no dia que a gente torna público um problema pessoal, já era! O nosso problema, não é mais nosso, é público, é de todos! Nesse público tem gente de todo jeito, os muitos curiosos, os poucos curiosos, os morbitos, os lúcidos, os discretos, os exagerados, etc. A grande questão que é preciso nos darmos conta é que quando colocamos um problema de doença grave, mexemos com a questão da dor e da morte, que é o tabu e medo de todos. A morte apavora todos, é um assunto velado. Creio que quando perguntam, indagem querem ver como estamos lidando com esta questão, que é tão complicada.
Então já que tornou público, então relaxe, leve com humor, faça brincadeiras e piadas. É claro que as vezes é necessário colocar um limite. É assim que eu faço.
bjs
Elaine

Eliane p/amigas de peso disse...

Não levo ao pé da letra. Não levo. E estou preparada para tudo. Desde que lancei "Sentença ou Renovação" fui informada pela minha editora que estava na roda. Adoro o interesse dos meus amigos. A-do-ro. Dos amigos.
Elaine tem razão. As pessoas querem ver como a gente lida com o inesperado e com a possibilidade de morte. A maioria não consegue lidar nem com o dia a dia.
Cada minuto é uma descoberta. E a pior sempre é descobrir que tem amigo que nunca foi seu amigo. E não está nem aí.
Pensando bem, meninas, vivam os curiosos que se interessam.
beijos

Alexandre F Maurity disse...

Eliane,

É uma situação que nós vivemos, todos querem estar up to date sobre tudo e todos.
Principalmente o governo quer saber todo o ano como você está? E vive pedindo várias declarações como a do imposto de renda, recadastramento na Receita Federal para saber se estamos vivos, INSS sobre as aposentadorias e outras tantas. . . rsss
Vivemos em um Big Brother, a eletrônica e os meios de comunicação nos expõem a cada dia. Além da curiosidade do ser humano que é incansável.
A curiosidade maior é sobre nosso líder, disse, em entrevista que, ele quer ser um segundo Getúlio Vargas!!! Alguém já falou para ele que Getúlio matou-se com um tiro no coração usando um revolver .45!? rsssss
Bjs,

Eliane p/Alexandre disse...

kskskskksksks
A-do-rei esta postagem ksksksksksks Up to date. A gente hoje em dia não enlouquece por curiosidade , mas por excesso de informação. ksksskskskks

Francisca disse...

Oi é a pura verdade quando eu saiou como meu marido ele está em tratamento contra um linfoma todos que passam olha pra ele, uns com curiosidade outros com pena.Eu fico morrendo de raiva.bjs

Eliane disse...

Levanta a cabeça e sorria. A raiva dá problema de saúde. Força aí querida.

Cristina Simões disse...

adorei....este post......amiga no meu caso os olhares se voltam para as minhas mamas......aquele olhar......sabe qual ne.....risos.....mas eu tõ nem ai....to nem ai........kkkkkkkk
beijos amiga.
ja ia me esquecendo...falam da Hebe...mas é a Mariazinha do Morro que tem cancer ninguem fala ne......???eita povo.........

Eliane / Cristina disse...

No ponto, no ponto!
No mais, próteses´perfeitas, naturais e sensuais kskssksk

Vera Henke do sul..... disse...

Querida Eliane!
Eu acredito que este sentimento de querer saber, ter informações, contar da vida das pessoas é inerente ao ser humano... quer ele seja da cidade grande ou da pequena... Na minha cidade, nossa??? quando souberam da minha doença, todos os órgão do meu corpo foram batizados pelo Ca... para alguns eu morreria em poucos meses... pra outros a compaixão,as visitas para ver em loco... Temos que perdoar... eles e elas são tão fracos que não merecem nem ser lembrados...
Deus se encarregará deles.
VIVAMOS isto é importante...
Bjs
Vera