quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Ter afinidade é muito raro


Bom dia, bom dia. Estava pensando nas afinidades que sentimos por algumas pessoas ao longo da vida. Leram bem? Algumas. Afinidade é algo estranho. Não é todo mundo que "se encaixa" com nosso jeitinho, não é? Tem gente que faz tudo para nos agradar e" não desce pela garganta." Outras tantas é como passe de mágica. Hoje com esta história de internet, temos afinidades virtuais também. Me surpreendo com algumas pessoas que conheci em outras épocas e tinha mil afinidades, e de repente, descrubo que não tem nada mais a ver. E outras parece que o tempo não passou. Quem definiu muito bem o que é a afinidade foi o escritor e jornalista Artur da Távola. O texto é longo, mas uma delícia. Embora tenha uns trechos que nem concordo muito. Mas no geral ele se afina com meus pensamentos. Julguem vocês e comentem.
"A afinidade não é o mais brilhante, mas o mais sutil, delicado e penetrante dos sentimentos.
O mais independente. Não importa o tempo, a ausência, os adiamentos, as distâncias, as impossibilidades.Quando há afinidade, qualquer reencontro retoma a relação,o diálogo, a conversa, o afeto, no exato ponto em que foi interrompido.Afinidade é não haver tempo mediando a vida. É uma vitória do adivinhado sobre o real.Do subjetivo sobre o objetivo.
Do permanente sobre o passageiro. Do básico sobre o superficial.Ter afinidade é muito raro.
Mas quando existe não precisa de códigos verbais para se manifestar.Existia antes do conhecimento, irradia durante e permanece depois que as pessoas deixaram de estar juntas.
O que você tem dificuldade de expressar a um não afim, sai simples e claro diante de alguém com quem você tem afinidade. Afinidade é ficar longe pensando parecido a respeito dos mesmos
fatos que impressionam, comovem ou mobilizam. É ficar conversando sem trocar palavra.
É receber o que vem do outro com aceitação anterior ao entendimento.
Afinidade é sentir com.Nem sentir contra, nem sentir para, nem sentir por, nem sentir pelo.
Quanta gente ama loucamente, mas sente contra o ser amado.Quantos amam e sentem para o ser amado, não para eles próprios. Sentir com é não ter necessidade de explicar o que está sentindo. É olhar e perceber.É mais calar do que falar. Ou quando é falar, jamais explicar, apenas afirmar. Afinidade é jamais sentir por.Quem sente por, confunde afinidade com masoquismo.
Mas quem sente com, avalia sem se contaminar.Compreende sem ocupar o lugar do outro.
Aceita para poder questionar.Quem não tem afinidade, questiona por não aceitar. Só entra em relação rica e saudável com o outro,quem aceita para poder questionar.Não sei se sou claro: quem aceita para poder questionar,não nega ao outro a possibilidade de ser o que é, como é, da maneira que é.E, aceitando-o, aí sim, pode questionar, até duramente, se for o caso.
Isso é afinidade.Mas o habitual é vermos alguém questionar porque não aceita o outro como ele é. Por isso, aliás, questiona.Questionamento de afins, eis a (in)fluência.
Questionamento de não afins, eis a guerra. A afinidade não precisa do amor. Pode existir com ou sem ele.Independente dele. A quilômetros de distância.Na maneira de falar, de escrever, de andar, de respirar.Há afinidade por pessoas a quem apenas vemos passar,
por vizinhos com quem nunca falamos e de quem nada sabemos.Há afinidade com pessoas de outros continentes a quem nunca vemos, veremos ou falaremos. Quem pode afirmar que, durante o sono, fluidos nossos não saem para buscar sintomas com pessoas distantes,
com amigos a quem não vemos, com amores latentes,com irmãos do não vivido? A afinidade é singular, discreta e independente,porque não precisa do tempo para existir.
Vinte anos sem ver aquela pessoa com quem se estabeleceu o vínculo da afinidade!
No dia em que a vir de novo, você vai prosseguir a relação exatamente do ponto em que parou.
Afinidade é a adivinhação de essências não conhecidas nem pelas pessoas que as tem.
Por prescindir do tempo e ser a ele superior,a afinidade vence a morte, porque cada um de nós traz afinidades ancestrais com a experiência da espécie no inconsciente. Ela se prolonga nas células dos que nascem de nós,para encontrar sintonias futuras nas quais estaremos presentes. Sensível é a afinidade.É exigente, apenas de que as pessoas evoluam parecido.Que a erosão, amadurecimento ou aperfeiçoamento sejam do mesmo grau, porque o que define a afinidade é a sua existência também depois. Aquele ou aquela de quem você foi tão amigo ou amado, e anos depois encontra com saudade ou alegria, mas percebe que não vai conseguir restituir o clima afetivo de antes, é alguém com quem a afinidade foi temporária. E afinidade real não é temporária. É supratemporal. Nada mais doloroso que contemplar afinidade morta, ou a ilusão de que as vivências daquela época eram afinidade.A pessoa mudou, transformou-se por outros meios.
A vida passou por ela e fez tempestades, chuvas, plantios de resultado diverso. Afinidade é ter perdas semelhantes e iguais esperanças, é conversar no silêncio, tanto das possibilidades exercidas, quantos das impossibilidades vividas. Afinidade é retomar a relação do ponto em que parou, sem lamentar o tempo da separação. Porque tempo e separação nunca existiram. Foram apenas a oportunidade dada (tirada) pela vida,para que a maturação comum pudesse se dar.E para que cada pessoa pudesse e possa ser, cada vez mais,a expressão do outro sob a forma ampliada e refletida do eu individual aprimorado."

23 comentários:

Elaine disse...

Texto e tema excelentes! Parece que quando não há afinidades a amizade, o namoro, o casamento, etc não vai a frente. Creio que afinaidae é o incício de tudo. É um elo extremamente forte nas nossas relações.
bjs
Elaine

Papoula disse...

uauuuuuuuuuuuuuuuuuu, que texto espetacularrrrrrrrrr, ameiiiiiiiii!

Afinidade é tudooooo mesmo e daí tudo segue se entrelaçando e nos levando a um caminho de mtas alegrias pela vida afora.

Como disse Elaine, É UM ELO EXTREMAMENTE FORTE NAS NOSSAS RELAÇÕES!

Dia de LUZ, PAZ, ALEGRIAS E DECISÕES ACERTADAS, FIQUEM COM DEUS E SAÚDEEEEEEE para todos os queridos do blog mais charmoso do planeta.

Lulu disse...

Começar o dia com Arthur da Távola é uma delícia. Sou "apaixonada" por ele. Não perdia um programa "Quem tem medo da Música Clássica?" apresentado por ele. E que apresentação! Comentava a vida do compositor, comentava sobre a composição e até sobre cada instrumento que era tocado na orquestra. Eu ficava literalmente em êxtase com ele. Taí, é uma pessoa por quem nutria uma grande afinidade, apesar de nunca tê-lo conhecido pessoalmente. Nossa, que homem culto! E que lindo esse texto! Pena que se foi... e com ele também o programa, apesar de na época eu ter mandado um e-mail para a TV Senado pedindo para não tirarem o programa do ar. Eles ainda passaram durante um tempo a título de homenagem, mas depois pararam.
É muito gostoso esse lance de afinidade. Essa sintonia... não, não tem o que completar no texto. Arthur da Távola disse exatamente tudo. E com toda a propriedade que lhe é inerente.
Beijo enorme para todos, tenham um excelente dia.

a vizinha desconfiada disse...

Melhor que afinidade é EMPATIA. Ou tem ou não tem. Ou gosta ou não engole. No primeiro olhar vc já sabe se vai encarar ou não. Gostaria de entender o que faz me faz sentir isso por alguém que vc mal conhece. É aquele vizinho que desce no elevador e que vc simpatiza de cara ou detesta de cara. Tenho vários assim no meu prédio. Aquele encontro de segundos que determina essa relação. Um meio sorriso e pronto ! caiu nas suas graças ... Um olhar desafiador e pronto ! caiu na sua antipatia !

Papoula p VIZINHA disse...

Bom dia preciosa VIZINHA, vc realmente é um SHOW deste bairro charmoso, tá sempre com tudooooo na pontinha da língua, rs,sr,sr,sr,sr,rs, concordo com vc em tudooooooooooo, tem pessoas que nem é preciso OLHAR, só de ouvir já ARREPIAMOS e saimos correndo sem olhar p trás e outras que nunca vimos e vemmmmmmm algo da alma e Pimba, tá feito O Laço!
Lindo dia p vc querida, Inté

a vizinha disse...

Oi Ro ! Com vc foi assim ... caiu no meu coração !

Papoula p VIZINHA, LUGAR VIP P VC disse...

rs,sr,sr,rs,rs,rs, obrigada querida, vc também já tem lugar VIP no meu coração!
É muito bom amigos de qualidade, beijins

Papoula p VIZINHA, LUGAR VIP P VC disse...

rs,sr,sr,rs,rs,rs, obrigada querida, vc também já tem lugar VIP no meu coração!
É muito bom amigos de qualidade, beijins

Angela Lemos disse...

É verdade...tem gente que a gente ama de paixão desde a primeira vez que vê, e tem gente que a buzininha toca, alerta e você racionaliza que não é possível, que aquela pessoa é legal, não é manipuladora, etc. Mas com o tempo concluímos que o nosso instinto primário é poderoso e que nunca nos engana, não adianta lutar contra ele...
Voce, minha querida Eliane, é uma alminha de Deus. A afinidade foi instantânea e depois de ler os seus livros a empatia se tornou enorme!
Beijo grande!

Eliane disse...

Bom dia Elaine, Papoula,vizinha maravilhosa, não dá nem para inumerar aqui nossas afinidades. Não caberiam na página.

Eliane p/Lulu disse...

Lulu, convivi com Artur da Távola aqui no meu bairro, no jornal e ele era grande amigo de alguém que muito me admirava na época da reportagem. Fêz alguns textos a meu respeito. Guardo todos com carinho. Foram publicados em O Globo.
Tenho tanto orgulho disso. Vida que vale à pena não é? Gestos espontaneos que marcam.
Aproveito de novo para agradecer a força. Bom dia Aracajú.

Eliane disse...

Angela, Angela, que bom ver você aqui. Que bom.
Estou aguardando a sua volta para um novo ano. Renovado. E resgatando as afinidades.
Alminha de Deus? Que gracinha. Somos todos nós.

Camélia do Cerrado disse...

Boa Tarde Flores Maravilhosas e a Turma mais animada do Planeta

Afinidade é tudo, e em qq relação.
E vamos contruindo assim caminhos e laços que se estreitam cada vez mais.
Um ótimo dia para todos com muito otimismo, paz e muita, muita fé, que tudo nessa vida passa.
Com carinho
Bjs mil
Camelinha do Cerrado hoje em meditação profunda com seus parafusos

Bia disse...

Boa tarde, quase boa noite...rs

Cheguei tarde, mas lendo vcs. fiquei pensativa... Sem tesão não chegamos a lugar algum..., empatia é pré requisito pra sucesso..., antipatia bloqueia..., mas AFINIDADE talvez tenha haver com idade: AFIM + IDADE. Até tenho afinidade com as amigas das minhas filhas, mas não chega as raias da cumplicidade. Será que esse texto não está muito "poético"? misturando sentimentos para conseguir seus objetivos? que concordo que foram realizados?
Bjs

Zel Bengalinha de Sampa disse...

Alô, alô, Sampa chamando Rio!!!!
Boa tarde Eliane, Boa tarde Blog!!!
Lindo texto!!!!!

Afinidade é algo da alma, espiritual. Transcende o entendimento racional. É algo que vem de dentro e não se sabe como ou porque. Parece um sentir sem pensar, sem questionar, não é mesmo?
Mas acho que devemos prestar atenção, porque desconfio de que por baixo de antipatias muito fortes pode existir uma afinidade secreta... huuummmm... não é não?

Concordo plenamente com Shakespeare,
"Existem mais coisas entre o céu e a terra do que sonha nossa vã filosofia."

Eu por exemplo, tenho A MAIOR AFINIDADE por esse blog charmoso, inteligente e divertido!!!!!!
Está no "lugar vip do meu coração", (adorei, Papoula!!!!!!, hahahaha)

Beijos afins e empáticos a todos!
Zel

eliane p/todos disse...

Boa noite queridos e queridas.
Tenho respondido no geral porque as atividades são inúmeras. Mas a partir de amanhã, volto com força.

Papoula chamando CERRADO disse...

Camelinhaaaaaaaaa, saudades queridinha, vc anda muitooooooo quietinha, o q andas aprontando aí no Cerrado, Heinnnnn???
Nós aqui queridinha, DERRETENDOOOOO e se vc demorar mto p vir passear na WONDERFUL CITY encontrará duas POCINHAS, EU E LILI DERRETIDINHAS, QUEEEEEEEEE CALORRRRRRRRRRRRR, NINGUÉMMMMMMM MERECEEEEEEEEEEEEE!!

Aguardo vc p os BRIGADEIRINHOS NOS COPINHOS, hummmmmmmmmmmmmm, rs,sr,sr,sr,sr, mil beijinsssssss

Papoula p Lilizinha disse...

Lilizinha, depois dqele TANGO certamente sonharemos com um ANJÃO LINDÃO dançarino de tango, affffffffffffffffffff, COLIN FIRTH QUE ESPETÁCULO, good dreams dear, kisses a lot.

Papoula p Bengalinha disse...

Zel Bengalinha querida, vc e a Ro tb tem lugar VIP NO SALÃO VIP DO MEU CORAÇÃO, OLHEI P VCS E PIMBAAAAAAA, Laço feito, coisa da alma, mil beijinsssssss p vcs duas e spero q seu narizinho já esteja bonzinho, rs,rs,rs,sr,sr,sr mas, num próximo apagão, CUIDADOOOOOOOOOOOOO onde vai meter seu narizinho, viu?rs,sr,rs,sr,sr...

Vera Henke disse...

Boa Noite Eliane !
Boa noite blog.
Afinidade.... como numa orquestra,todos sob a batuata do maestro.Assim parece ser os frequentadores do teu blog , todos e todas muito a..finados e com a certeza que a batuta está na tua mão.
Ter afinidades, gostar das mesmas coisas, das mesmas músicas faz com que a relação se estabeleça se aprofunde e se transforme em AMOR.
Bjs
Vera

Camelinha do Cerrado disse...

Cerrado chamando Papoula

Aqui tb está a filial do Inferno, mas não chega perto da Wonderful City.
Agora chegar no RJ e encontrar pocinhas, não façam isso comigo, como tomaremos todas as caipirinhas e depois brigadeiros de copinho com flores derretidas?
Me poupem desse sórdido detalhe.
Encontrarei as flores lindas, maravilhosas prontas para cair na farra com a Camelinha.
Me aguardem pq esse ano eu chego mais cedo.
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Bjs mil
E uma ótima noite de sonhos com Colin Firth (ai Meus Deus me abana) e outros anjinhos encantadores das telinhas.
Flores mas cuidado mesmo são com os Vampiros e Lobisomens.
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Bjs mil
Camelinha pensando em Vampiros

Papoula acordando LILIZINHA,ACORDAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA disse...

Eitaaaaaaaaaa, esta D. Lilizinha - Hortensia anda dormindo mais que a cama então vou usar o bordão da Braga, ACORDAAAAAAAAAAAAAA Lilizinhaaaaa, a tchuma do blog tá te esperandoooooooooo, acordaaaaaaaaa!!!rs,rs,rs,rs,sr,rs, lindo diaaaaaaaaaaaaa p todos!!!

Lili de olhos abertos disse...

Quem é afoita aqui? Lilizinha caprichando na postagem!
Afoita. Canta para subir de tópico.