sexta-feira, 30 de abril de 2010

Um dia o coração pára de sentir


Tem dias que você precisa beber. Sair para esquecer. Dar trégua as suas dores e decepções. Olhar a vida ao redor e tentar não lembrar dos investimentos errados que você faz ou fez na vida. Dizem que as mulheres estão cada vez mais sozinhas porque são exigentes. Mulheres sempre foram exigentes. Mas são fácilmente levadas por um homem quando ele é bom, habilidoso, sincero e tem compaixão.
Muitas mulheres se decepcionam consigo mesmas e com os outros, porque talvez tenham deixado de lado o grau de exigência. Quando as mulheres deixam de exigir, parece que não sabem mais diferenciar, escolher, e ficam vulneráveis e abrem precedentes perigosos. Sim, porque a exigência é que muitas vêzes protege as mulheres de situações inexplicáveis e das decepções.
A psicóloga Neiva Bohnenberger declarou em uma reportagem que o que torna as mulheres cada vez mais criteriosas no amor é o aumento do conhecimento de sua autossuficiência. “Elas aprenderam a buscar a gratificação em coisas que não dependem dos homens e, principalmente, aprenderam a tirar prazer do seu trabalho. A solidão não humilha mais.”
A solidão não humilha a mulher. O que humilha é a decepção no investimento amoroso que ela faz. Na frustração de sacudir o saco ao fim de um relacionamento e nada sobrar. A melhor afirmação que ouvi sobre relacionamentos, dores e desencontros é do mestre em psicologia pela USP -Universidade de São Paulo-, André Camargo Costa":
-"O maior problema nas relações não é a exigência, e sim a era dos amores líquidos."
Que maravilha esta expressão. Amores líquidos.
Parece que os relacionamentos se tornaram cada vez mais descartáveis. E não falo só do relacionamento amoroso. Falo da amizade, do carinho, da história e do sentimento seja qual for entre duas pessoas.
Os verbos tolerar, valorizar, preservar estão em extinção neste aspecto. E isto faz com que as pessoas acabem se machucando mais, preferindo não mais arriscar. Não arriscam no amor, não valorizam a história vivida, não preservam o respeito e o carinho pelo outro.
Pena, porque a decepção, a dor, a mágoa entopem as válvulas do coração e um dia ele pára de vez. De sentir.
Hoje vou comprar camélias para enfeitar a minha casa no bairro charmoso. Vou curar a deliciosa ressaca e enfrentar -de novo- o que está diante de mim. O bom é que esta sexta está recheada de esperança.
Bom dia.

23 comentários:

Rodrigo disse...

Bom dia querida Eliane!!!
Bom dia Blog!!!

Com relação ao tópico de ontem, o problema não perigar passar´. O Phoda é figura que pariu essa coisa idiota e sem aplicabilidade prática.
Como já conversamos, paira na CCJ um projeto sério sobre a Alienação Parental. Depende desta faze para ser promulgada a lei.
O tópico de hoje promete.
Volto mais tarde.

Beijão, Rodrigo

Eliane Furtado disse...

O mundo está cheio de idiotas, não está?
Por isto vou me mudar e ficar em um mundinho bem fechado breve.
beijos.

Lulu disse...

Bom dia, Eliane, bom dia blog querido. Gostei também da expressão "amores líquidos". Fico pensando em como as relações, os sentimentos e até a própria vida hoje estão banalizados. As mulheres de minha geração namoravam para casar. Não tinha essa de "ficar". Se elas diziam sim ao pedido de namoro (naquele tempo existia, formalmente!)era pensando em um futuro compromisso. E isso implicava em ser exigente. Investimentos errados faziam e fazem parte...
Mas numa coisa eu discordo, Eliane. O coração jamais para de sentir. O amor é perene....
Mil beijos para todos, tenham uma sexta-feira de muitas conquistas!

Isabel A. W . De Nonno disse...

Vai se mudar? Um momento Tim Maia - Do Leme ao Pontal?

Coração é um músculo meio bobo, e como músculo às vezes acho que ele perde a rigidez e chega a ficar meio débil. Deve ser nesses momentos que paramos de sentir um pouco. Porém, nada que uma boa musculação sentimental não resolva =))

Esperanças sempre, não só nas sextas. Como diz S.Paulo na carta aos Corintios - Fé . Esperança . Caridade

Beijo grande,

Isabel

Eliane Furtado disse...

Amor perene Lulu, às vêzes, de uma só parte.
Este finde "degustarei" a história de amor que deu origem a você. ksskskksks

Eliane Furtado disse...

Toda razão sábia Isabel.
Quanto à mudança, faz tempo que quero fazer. Mas este povo taurino reage muito. Elas já estavam na ponta da agulha. E tive que recuar.
Quem sabe agora...

Bubby disse...

Bom dia Eliane,

Gostei do tema e dos termos empregados. rsss

Uma frase em especial, me chamou a atenção, "Na frustração de sacudir o saco ao fim de um relacionamento e nada sobrar", isso que assusta e faz com que nós homens fiquemos com o pé atrás, só o carinho e o amor constrói, violência é ruim mesmo quando tudo acaba. rsss

Amores líquidos, interessante, como interpretar essa expressão? Amar uma cerveja, uma caipirinha?!? rsss

Os relacionamentos não se tornaram descartáveis, e sim complicados. . .

Estava conversando com uma amiga, e chamei-a para corrermos na Lagoa e almoçarmos depois eu preparando o almoço. . .Ela ficou espantada, e disse que nunca nenhum homem havia se proposto a fazer um almoço para ela!!

Hoje lendo esse texto vejo que as mulheres estão a cada dia conhecendo homens errados e, estão nos lugares errados, nas horas erradas e conhecendo homens errados, aí, generalizam, acham que, todos são errados e não prestam.

Uma coisa eu aprendi, na noite não se encontra a cara metade, mas sim, a metade cara!

Bubby sabe Bubby diz

Elaine disse...

Eliane,

Não sei se as coisas se banalizaram, acho na verdade que os comportamentos mudaram. Antes os casamentos eram duradouros, mas sabemos que eram um horror! A mulher de cabeça baixa, humilhada, aguentando desaforos e maus tratos dos homens, dependentes e sem profissão. Os homens, por sua vez, autoritários, duros, arrogantes. Hoje as mulheres exigem respeito, são independentes, vão em busca de seu sucesso profissional, da sua felicidade. Ela já não espera, ela faz acontecer. Os homens já não carregam também tando peso economico sozinho, estão mais próximos da educação dos filhos. Estas mudanças logicamente inferem nas relações amorosas. Hoje a mulher pode não querer um homem ao seu lado, e tem seus ficantes. O homem a mesma coisa. Hoje quando se percebe que o negócio não vai vingar, as pessoas não ficam perdendo tempo com infantilidades, dependências, etc.
bjs
Elaine

Papoula disse...

O amor é lindo ao lado de quem amamos e de quem nos ama/respeita, o resto é resto!

Lindo finde para vocês, beijinsssssssss

Eliane Furtado disse...

Complicados, descartáveis, pouco sinceros e muito mais.
Homens? Ah homens Bubby? As mulheres continuam sendo umas bobas.

Eliane Furtado disse...

Mas vc não acha que tudo isto atrapalhou e muito os relacionamenots, Elaine?
Ou melhor. As cabecinhas.
Os homens se tornaram muito inseguros.

Eliane Furtado disse...

Ah Papoula, história de princesas...
Coração é terra que ninguém manda ou pisa.
Bom feriado dia 1.

Maria "A Carioca" disse...

Bom dia!!!!!
Ressaca???????
Rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs!!!!!
A-D-O-R-E-I!!!!!
Bjs

Vera do sullllllll disse...

Perdoe. Vou fugir do tema.
Hoje estamos todos ( os erechinenses ) de PARABÉNS o nosso município faz 92 anos.Somos uma velha senhora provinciana, paca com um povo hospitaleiro e que recebe bem quem nos visita, porém nem tudo são flores, falta diversão para os jovens , os nossos hotéis são "meia boca", temos poucos restaurantes porque "tuti taliani, mangiare em casa da mama". Temos para festejar o Raly Internacional cuja etapa de classificação será realizada neste final de semana. De qualquer modo a cidade é bonita e está esperando por vocês.
Beijos
Vera bairrista do sul
É o frio chegou assim...assim... pela manhã casaco, meia, etc. e tal , ao meio dia tira tudo, veste pouca roupa e ao entardecer volta o caso , a meia em fim é outono na certa.

Elaine disse...

Toda mudança desastabiliza e vai levar um tempo para ficar mais tranquilo. Agora cá entre nós: nós mulheres somos responsáveis pela insegurança masculina, afinal que os cria e educa?? Já reparou como muitas mães são machistas e outras que segura estes filhos na barra da saía e não o prepara para mundo?
bjs
Elaine

Alexandre F Maurity disse...

Elaine e Eliane,

Com certeza as mães são imprescindíveis nas nossas vidas.

São as mães que suportam a geração de um ser por nove meses, amamenta-o e cuida até que ele, por força da natureza, ganha o mundo.

Muitas se orgulham outras sofrem por verem sua cria dar as costas. . .

Considero vocês todas e as admiro muito.

Vocês são para nós homens, colírios que, para poucos, sabem admirá-lo e preservá-lo.

Pois é, o dia das mães está chegando, parabenizo os meus amigos que ainda as têm, ergam um brinde a elas por mim!

O que seria do mundo masculino sem vocês criaturas misteriosas, instigantes e maravilhosas?

Elaine disse...

Maurity, não entendi nada... falou, mas não falou.

Vc está a cara do Caciola na foto. Já te falaram isto??

Alexandre F Maurity disse...

Elaine,

Eu não entendi o que você não entendeu?

Cacciola?

Poxa, isso é que admiro nas mulheres, senso de observação!!!:0(

DRAGÃO, VISUAL LINDO DO BLOG disse...

Gentemmmmmmmmmmmmmmmm, VISUAL NOVO , este blog é demaissssssssssssssss!

Vamos ter que comemorar muito pq DOIS ANOS, uauuuuuuuuuuuuuuuuuuuu, é o máximooooooooooooo!

PARABÉNSSSSSSSSSS LILIZINHA, vc merece todas as alegrias e vitórias desta vida, VIVA O BLOG DA ELIANEEEEEEEEE!

Silvana disse...

Boa noite Blog tudo de bom, é dona Lili sábias palavras, tudo, tudo bem dito até o fim, numa relação os dois devem ter o mesmo objetivo, e é aí que mora o perigo, nem sempre existe esta sintonia. Mas falando de coisa boa, já vou comprar minha camiseta, ADOREI!!!!!!!!!!!!!!!beijos, beijos, beijos para todas(os)

Eliane p/Mauris e Elaine disse...

kksksksks maurity e Elaine, não vivo mais sem vcs. Nem no Blog e nem na minha vida.
Duas figuras impagáveis. skskskksksksksksksksks

Eliane p/Sil disse...

Veroca, parabéns pelo niver em Abril, parabéns ao lindo municpio que ainda vou conhecer!

Silvaninha, traz a corda! Traz a corda. Vc é muito querida. Sempre me apoiando!

Dragão e Joaninha disse...

Joaninha e eu QUEREMOS NOSSAS BLUSAS, pode separar pq EU TO PAGANDOOOOOOOOO, rs,r,sr,sr,sr,sr,sr...