quarta-feira, 14 de abril de 2010

Os ruídos na comunicação


Outro dia, uma querida companheira da Manchete me trouxe notícias de pessoas que já estavam enterradas e sepultadas na minha história e no meu baú. Nunca as esqueci. Mas ainda me lembro bem do ano em que tudo aconteceu, a forma como aconteceu e a deselegância a qual fui submetida. O caso não cabe contar. Mas uma frase dita por um dos personagens à minha amiga, recentemente, me chamou a atenção:
-"Aconteceram muitos erros na comunicação. Ruídos na comunicação."
Ruídos da comunicação. Claro que, neste caso, e em tudo na vida, cada qual tem sua visão, sua verdade, sua questão. Mas, quando acontece uma explosão, uma dor, uma separação entre amigos, irmãos, pares, seja porque motivo for, certamente existem os ruídos em volta. Não falo de palpites. Estes não colam em pessoas de personalidades. Falo dos ruídos de todos os tipos. Como atrapalham um entendimento. Incomodam reaproximações, instigam à uma virada de página. Isto é extremamente simples quando não há afeto e uma história espetacular em volta.
No caso que estou contando, sabem o que aconteceu? Três parceiros profissionais, amigos, inseparáveis, treze anos de afastamento total.
Minha amiga inconformada e muitos outros sempre tentaram entender o ocorrido. Como? Nem eu, personagem, entendi. Veio o tempo. Um deles encontrou comigo. Agora veio o pedido que eu o adicione entre os meus. O outro chegou em seguida. Levei um susto e pensei. O tempo é rápido e o meu é muito curto. Chega de ruídos. Ponto final neste caso. A dor leva aos nódulos. E este foi um dos curados com a quimioterapia. A vida segue. Em silêncio, sem ruídos. Me sinto em paz por isto.
Bom dia amigos. A vida é mais curta do que se fala e do que se pensa.

20 comentários:

Bubby disse...

Eliane,

Esses ruídos são frequentes no meio profissional de comunicação (Rádio e TV), afinal o velho guerreiro sempre dizia, "Quem não se comunica se trumbica".

Mas além da comunicação trumbicada, existe a famosa competição, a fofoca, inveja e falhas de carater.

Quando ouço comentários de fulano ou sicrano, não presto atenção e faço questão de esquecer.

O melhor da vida é inserirmos filtros contra ruídos, viveremos melhor!

Zeca Pagodinho canta, "Deixa a vida me levar. . .".

Bubby sabe Bubby diz!

Eliane Furtado disse...

Bom dia Bubby. Ambição atrapalha demais também. Nubla a vista não é?
Filtros são fundamentais.
Mas quando a gente é muito emotivo...
Um ótimo dia. Sempre feliz em saber que vc segue este blog...

Bubby disse...

Eliane,

Realmente, para quem é emotivo e está sensibilizado, o ruído é mais forte e fica difícil filtrá-lo.

Conheço um engenheiro que, foi injustiçado por uma fofoca, mas é a vida.

Hoje, ele está muito bem e, tornou-se uma pessoa muito melhor, quando soube o porque do porquê. . .

Mas, nada como um dia após o outro, para superarmos esses infortúnios e vermos como existem pessoas pequenas e de olhos juntos!

Bubby sabe Bubby diz!

Eliane Furtado disse...

Saber o porque dos porquês é fundamental, essencial, para a gente seguir em paz.
E pessoas pequenas? Ah, o que mais tem...

Isabella disse...

Eliane, este é um bom tema, ruídos na comunicação isto acontece todos os dias nas melhores famílias e entre elas.

Companheiros que não respeitam o próximo, o trabalho, o carinho não merecem nossa atenção e muito menos respeito.

Passei por um momento de muitos ruídos com amigas, que decepção e desde aquela época o único ruído que admito é de uma britadeira porque pessoas mal caráter quero muita distância!

Bom dia a todos.

Isabella

Eliane Furtado disse...

Bom dia Isabella. Ruídos em família então...São os que mais nos incomodam não? As pessoas parecem competir o tempo todo...
Os ruídos externos e decepções parecem não ter um fim. Haja fôlego.
E que fôlego. Dia de paz!

Isabella disse...

Bubby tem razão, uma das maiores causas desses ruídos é a inveja do sucesso do amigo/familiar, sentimento terrível este porque destrói tudo que está por perto.

Eliane Furtado disse...

Pessoal, o blog de ontem -dos beijos- continua rendendo.

Silvana disse...

Boa tarde Blog, boa tarde Lili, ruídos são barulhos que não entendemos, são palavras mal ditas e por isso mal compreendidas, por causa disso sou a favor do "o que foi mesmo que você disse", o diz que me diz na família e no trabalho muitas vezes acaba com tudo, odeio fofoca, leva e trás, principalmente porque depois que o tempo passa as coisas se perdem, por serem vazias. Beijos, beijos para todas(os)

Maria "A Carioca" disse...

Já diz o ditado:
"Quem conta um conto"......
É preciso ter bom senso, parar, respirar, pensar, antes de deixar os ouvidos serem levados por bocas q nem sempre trazem a verdade.
Aproveito para concordar com Bubby.
Bubby sabe e bubby diz mesmo.
bjkas Lili

Eliane Furtado disse...

Saudade Silvaninha. Saudade. Hoje foi um dia com poucos ruídos. Bem ainda não acabou.

Eliane Furtado disse...

Carioca , um dia vc tem festa, um dia tem banco, um dia tem que treinar defesa e aremesso com B e os ruídos vão entrando. E eu, e eu? Quando nos vemos?
Muito ruído nesta nossa relação srsrsrsrrsrsrs

CHIQUINHA disse...

É, esses ruídos às vezes soam aos nossos ouvidos como verdadeiras explosões. Fofoca é um atraso de vida. Se alguém viu o filme "Dúvida" deve se lembrar da definição muito bem dada disso. É como pegar um travesseiro de plumas, cortar com uma faca e depois querer recolher as penas que saíram voando.Por isso, tchau fofocas!
Hum... o temma de ontem foi "beijos"? Vou lá.
Beijos, rsrsrsrs

Rodrigo disse...

Boa tarde "The Boss-Ph" !!!
Boa tarde Blog !!!

Blá, blá, blá, blá , blá, Blá
Blé, Bló, Bló, Bló, Bli, Bli,
Biiiiiii, Té, Té, Tê, Tê, Blá,
Blá, Blé , Blú, jét, Tej, gip Xisp

Quando a gente conseguir focar
e focarem o que realmente importa, esses barulhos serão bem menos
ensurdecedores da razão.

Até lá, infelizmente fica a maxima
que ronda as organizações e minam
os relacionamentos:
"Farinha pouca, meu pirão primeiro"

Beijão, saudade do cê.

Rodrigo

Eliane Furtado disse...

CHIQUINHA:ahahahahahahahhakskskskskkskskskrsrsrsrsrsrrsrsheheheheheheheheheheheChiquinhaksksksksksksksksks
Adorei o travesseiro de plumas. Vou usar facão agora. Tenho atestado skskskskksskkskksskkskskskkssk
Posso voltar aos beijos se vc quiser.
Ou então um outro tema do maior interesse: Sedução!

Eliane Furtado disse...

RODRIGO: Por isto que sempre me ferro: sempre ajudo a temperar o pirão do outro.
Agora entendi.
Saudade? Transbordou. Acho que vou aí em maio ou vcs vem pra cá. Pode ir preprando o mochilão.

Vera Henke disse...

Boa Noite Eliane!
Boa Noite Blog!
Fofoca deixa pra lá. São invejosos e desocupados. O que eu quero comentar hoje é o horário que a nossa Eliane posta seus lindos e bem escritos textos. Eles nascem com o sol, cedo, muito cedo... Bem diz o ditado "Deus ajuda quem cedo madruga". Nestes horários eu ainda estou tentando dormir.... heheheheh.
Beijos de boa noite, bons sonhos e de um ótimo amanhacer.
Vera

CHIQUINHA disse...

Sedução, sedução, sedução!!!!!!
Achei ótimo, manda ver!
Bjs

Dragão DESPERTADOR disse...

TRIMMMMMMMMMM,TRIMMMMMMMMMMM, TRIMMMMMMMMMMMMMMMMM, TOC, TOC, TOC, TOC,BIBI FONFON, BIBI FONFON, ACORDAAAAAAAAAAAAAAAAAA LILIZINHA, SAI DA CAMAAAAAAAAAAAAAAAAA, ALOUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!

Mônica Miranda disse...

Lili,

Quando uma situação nos causa dor, o melhor a fazer é esgotar o assunto de toas as formas. Você fez bem isso. A sua dor, você sabe bem como foi...eu acompanhei de perto e concordo com você que o que passou passou. è vida que segue, aliás, corre.
bjssss