sábado, 20 de fevereiro de 2010

A vida e suas voltas...


Quando me formei pensei que fosse fazer carreira em jornal. Lembro que tentei um estágio no JB, mas acabei indo para o jornal O Globo. Na época mandei simultâneamente um curriculum para a radio Tupi e não deu em nada. O resto da história vocês conhecem: fui parar na televisão.
De uns tempos pra cá venho pensando nestas voltas que a vida dá e naquele curriculum que enviei para Tupi no começo da minha carreira. Não era hora para o rádio entrar na minha vida.
Ele estava reservado para fazer parte da minha nova história, da fase de maturidade profissional.
O rádio tem me amparado muito nesta nova etapa desafiadora.
Foi o Guto Graça, um talento que ainda será descoberto por uma grande rádio, quem me levou para participar do programa dele na histórica Metropolitana. Depois veio a Adriana Hercovitch que me abriu espaço para uma entrevista na Tupi com Haroldinho. Fui lá e ele me convidou para ficar. Isto já tem mais de um ano. Fiquei e agora tenho cadeira cativa. Aí conheci o Fernando, o Tonassi e a Sandrinha, Dra. Sandra, que me apresentou oficialmente à Palladino, querida Heloisa, e lá fui eu para a Globo.
Ah estes caminhos de Deus...
Nesta segunda vou recomeçar a trabalhar sem a mínima vontade. Talvez seja porque não me sinta confortável em ambientes que não sejam pura e simplesmente de comunicação. Aliás só existem dois ambientes em que meu espírito se aquieta: em uma sala de aula e nos veículos de comunicação.
Estou com uma vontade danada de desaparecer e ficar quieta em uma concha. Mas quando a Adriana falou que eu estava escalada para este domingo na Super Tupi, me levantei e senti aquele vigor. Deixar de participar do debate com aquela turminha divertida? Nem pensar...
Vou de qualquer maneira. A radio tem sido meu elixir da juventudade.
Falar sobre o prazer de trabalhar em rádio não dá uma só postagem. Muito menos uma só crônica ou um livro. Falar sobre este veículo dá um blog inteiro. E foi isto que fêz a jovem jornalista Isabela Guedes, filha de uma guerreira de luz que conheci através do Dr. Daniel meu médico. O blogdoradiocarioca é uma delícia de se ler. Vou só sugerir que a pauta da semana seja sobre o programa do Haroldinho, a história desta fera do radio, e seus alegres debatedores. A gente merece. E sobre o Haroldão, um ícone na história do radio brasileiro.
Convido vocês para conferirem o blog da Isa. E é claro ouvir esta turma divertida e bem informada neste domingo, dez da manhã, na Super Radio Tupi AM e FM: Programa Haroldo de Andrade. E também pela internet. Vou de qualquer jeito.
beijos!

9 comentários:

Papoula ouve HORTENSIA disse...

Bom dia queriduxa tagarelinha,vc é mto queridinha até quando fica caladinha, todos ficamos aguardando suas lindas postagens que vc no seu silencio vai rascunhando, não é?
Esta cabecinha não pára, sossega um tiquim só, ok?

Rádio sempre foi a minha preferência principalmente debates que sempre acompanhei no Haroldão, era bom demais e o Haroldinho herdou o talento do pai, tb faz um programa delicioso e divertido.
Ouvir vc e seus colegas super simpáticos de debate é um bom começo para qualquer domingo, torna-se um domingão!

Nada na vida acontece por acaso e fora do momento certo e agora é o seu momento na SUPER RÁDIO TUPI, estarei te ouvindo e certamente me divertindo como todos os outros ouvintes, lindo sabadão e INTÉ linda Hortensia.

Lulu disse...

Bom dia, Eliane, bom dia, blog querido. Aqui em Aracaju a televisão só chegou no início da década de 70. Tínhamos um pouco antes disso uma antena repetidora de Recife, e a imagem mais fugia do que nos permitia acompanhar qualquer coisa. Tanto que, na Copa do Mundo de 70, fomos para Salvador assistir lá à partida final. Em 1972 tivemos a nossa primeira emissora local de televisão (se não me engano era afiliada à TV Tupi).
Antes disso eram as rádios (ainda não tínhamos FM, só AM). Nossa, eu me amarrava nos programas de rádio. Não perdia uma novela. lembro de ter assistido a "Ângela, a moreninha de Anzio" e "O Egípcio", as que mais me marcaram. Uma das vozes era de Gilmara Sanchez, que sempre fazia papel de vilã e tinha uma risada aterrorizante... kkkkkkkkkkkkk
Tinha programas onde podíamos pedir músicas, participar de sorteios,noticiários (ah, o Repórter Esso... nessa hora a casa tinha que ficar toda em silêncio, para que papai pudesse ouvir). O nosso noticiário local era o "Informativo Cinzano", às 12:30. Ainda lembro do locutor anunciando: "atenção, senhores ouvintes, no ar o Informativo Cinzano, com as primeiras notícias da tarde de hoje e as últimas da manhã que passou". E lembro também, quando ainda criança, de participar de programas infantis de auditório. Que tempo bom!!!
Hoje, quase não escuto mais as rádios. às vezes quando estou no carro, outras quando os programas de televisão estão chatos e eu sintonizo no computador a JB FM, aí do Rio. Adoro! Tem uma seleção musical excelente, bem variada.
Mas quem foi rei sempre é majestadade, não é mesmo? E as rádios ainda têm o seu fascínio.
Tenham todos um bom dia e um excelente final de semana. Beijos!

Isabela Guedes disse...

Oi Lili... Vou ouvir vc. amanhã.

A Rádio Tupi marcou dois "golaços": contratar a continuação do velho e ETERNO Haroldo e de te chamar para ir participar no programa de debates, que o Haroldinho faz.

Parabéns, Eliane, e quero convidar à todos, para visitar o Blog do Rádio CaRIOca-"A Memória do Rádio Esportivo na Web".

Acessem:

http://blogdoradiocarioca.blogspot.com

Mto obrigada,

Isabela Guedes

Vera Henke disse...

Querida Elia!
Boa tarde blog.
Gosta de rádio, ouço as rádios da minha cidadezinha. Amanhã, enquanto faço almoço tentarei ouvir a Tupi, não sei se pega aqui no meu Estar do Chile,moro num vale rodeada de montanhas, fica difícil até para celular,mas vou tentar.
Para vc tudo de muito bom, sempre.
Bjs
Vera

Sandra Baptista disse...

Minha amada "amiga de infância" - temos muitas coisas em comum, mas com certeza a paixão pela rádio deve ser a maior delas. Não dá para ficar um domingo sem o nosso encontro, por isso, faço minhas as suas palavras.
A sensação que me dá depois de um domingo tão divertido é que estou começando a semana com o pé direito.
Como é bom compartilhar gargalhadas, sorrisos, embates,trivialidades, polêmica etc... no nosso debate!
Foi muitoooooo bom ter conhecido você, ter conhecido toda a equipe do programa do Haroldinho.
Amanhã estarei lá - NA TUPI - chova ou faça sol.
bjs

Eliane disse...

Salve salve, sempre é tão bom ver vcs por aqui alegrando e enfeitando este blog que é nosso. Um espaço para a gente se divertir, refletir, colaborar com os amigos e falar de sentimentos que ficam lá dentro: escondidos.
Hoje é domingo, o debate -como sempre-foi super alegre e energizante.
Agora é esperar a segunda-feira.
Quero dizer tb que todas as postagens destes últimos dias me tocaram profundamente.
E me deram a sensação exata do que devo fazer amanhã: persistir.
Viu Kiki, Vera, Cisnes, Lulu, Alexandre, Rodrigão e Flores perfumadas, Pierrots e Colombinas...

Eliane disse...

E mais, um beijo para vizinha verde esperança, Fatinha, a turma do Presente lá de Sampa -sempre presente nos momentos mais intensos e tantos mais. Tantos...
E lá vou como diz KIKI: pra cima e para o alto! Ufa. Haja fôlego!

Ro para Lili famosa disse...

O rádio é meu grande companheiro nas noites bravas de insônia! LindaZ tb adora ouvir rádio.Ela esteve aqui em casa ontem, está saindo da concha.

O que vai fazer na globo? é na rádio globo? É amiga eu além de querer desaparecer, ando querendo "ser" a concha. Tô meio cheia do trabalho que meu trabalho anda me dando, mas... vamos lá né mesmo.
Abraços se Sampa 40 graus! ufa! que calor...

Eliane p/Ro de Sampa disse...

Vou aproveitar que Linda Z está saindo da concha e vou sair tb. Hoje vou te visitar.