sábado, 27 de fevereiro de 2010

As palavras e o vento


Hoje é sábado. Dia de guardar um pouco as palavras. Aliás o dia do descanso sempre foi domingo. Mas hoje em dia a gente trabalha tanto, luta tanto, que também é bom guardar um pouco de silêncio no sábado. Economizar as palavras, esconder um pouco a emoção, se livrar do cansaço da semana e sair sem destino. Aproveitar a brisa, o ventinho quando o carro começa a andar. Colocar uma roupa confortável e -em silêncio- guardar as palavras. Todas elas. As de amor, de dor, de incertezas, de ansiedade, as palavras que enfeitam as melodias, as palavras de lembranças boas e ruins. Enfim, as palavras.
Um dia Victor Hugo, o escritor e poeta francês, disse "as palavras tem a leveza do vento e a força de uma tempestade."
Para mim elas são o começo e o fim. Tem a leveza do vento, a capacidade de transformar tudo, de tocar profundamente e como disse o poeta "a força de uma tempestade." Elas são a expressão de todos os sentimentos. Mas hoje vou deixá-las guardadas. Só hoje. Outras jogarei ao vento. Só hoje. Quero poder renová-las. Hoje medirei algumas palavras. Deixo todas elas com vocês. Quero só - e mais uma vez - deixar meu agradecimento pelas lindas postagens incentivadoras nessa semana que se foi.
Voilá! Acabei sem palavras. Vou renová-las!
Aproveitem! Muito!






8 comentários:

a vizinha disse...

DIRIA, ISSO SIM, QUE SILÊNCIO TEM A LEVEZA DO VENTO E A FORÇA DE UMA TEMPESTADE...
Vai sim. Aproveita a serra e o friozinho que deve estar lá. Respira fundo pra se revigorar e enfrentar mais uma semana, já em março.
As palavras o vento leva. O silêncio é de ouro.

Menina da Valsa falando baixinho disse...

Bommmmmmm diaaaaaaa auspiciosa VIZINHA, sábias palavras (tudo bem baixinho para não atrapalhar o descanso de nossa GUERREIRA).

SILÊNCIO faz bem a nossa alma e de vez em quando faz um bem enormeeeeeeee!

Lindo FINDE p vc querida e nuvens de silêncio p nossa queriduxa Lilizinha, INTÉ

a vizinha disse...

E nosso sol, vizinha ???? agora que eu consegui uma morenice já vou ficando branca novamente. Mas não precisa fazer 40, né ?

Cisnes disse...

Jogamos todas as palavras ao vento. Mas ele sempre retorna a palavra Amor...

Vera do sul de temperatura agradável disse...

Boa Noite Eliane!
Boa Noite blog!
Palavras...Palavras depois de ditas,não há mais o que fazer, podem encher de alegria um coração, deseperar,entristecer ou magoar. Tornar alguém feliz ou infeliz,por isso temos dois olhos, dois ouvidos e uma boca. Pensemos antes de falar. O vento pode levar as nossas palavras para ouvidos que querem ou não ouvir o que falamos. Muitas vezes o silêncio vale mais do que mil palavras.
Bjs
Vera
com vontade de falar muito...

Lulu disse...

Tem um provérbio chinês que diz: "Há três coisas que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida"
Por isso é preciso muito cuidado com as coisas que dizemos, com as ofensas que proferimos, com as agressões verbais... muitas vezes dizemos: "retiro o que disse", mas o que foi dito já fez o seu efeito....
Beijos, tenham um ótimo domingo!

Alexandre F Maurity disse...

Eliane,

RRealmente, as palavras não ditas, as palavras mal ditas, as palavras bem ditas, tem poderes avassaladores que podem mudar um destino, um desfecho, um amor, abrir uma porta ou fechá-la, um impasse de mal entendido, findar um sentimento de ódio, repulsa e começar um relacionamento, seja ele de amizade ou. . .

As palavras ditas com coração são as mais poderosas e perigosas, pois são cheias de emoção sem reflexão da razão, já as proferidas com a razão e uma pitada de emoção, essas sim, são as ponderadas e devem ser entendidas, assimiladas e ouvidas.

Bjs,

Eliane p/aliados disse...

Oi amigos, cheguei nesta segunda feira chuvosa para agradecer o carinho e a presença.
Estou sem palavras estes dias. Que sufoco. Acho que os cisnes entendem. Também estão quietinhos.
Hora de hibernar...
Está difícil desta vez arrar a terra. Avante!