domingo, 13 de junho de 2010

O doutor da Igreja Católica


Janeiro de 2007. Eu estava sentada em frente ao médico clínico-cardiologista, Flávio Cure, quieta e perplexa ouvindo o diagnóstico que virou minha vida pelo avesso. Ele, sereno com voz calma, pediu um instante e começou a imprimir umas folhas. Umas não, muitas. Eu pensei: -"Nossa quantos exames vou ter que fazer." Flávio juntou uma a uma, olhou firme para mim e perguntou:
-"Você tem fé?"
-"Sim", respondi.
Ele pegou as folhas e me entregou dizendo:
"Esta é a novena de Santo Antonio. Ele é muito milagroso. Reze e faça a novena. Tudo vai dar certo. Agora não saia por aí falando que seu médico foi quem lhe deu isto. Vão pensar que sou louco." E caiu na gargalhada.
Aquele gesto me surpreendeu muito. A gargalhada então...me deu esperanças.
Flávio é um médico completo, estudioso e tem fé.
Ao chegar em casa, olhei uma imagem de Santo Antonio bem na minha estante, que tinha ganho há muitos anos de um artista, em uma reportagem na feira hippie de Ipanema, no Rio. Ela sempre esteve ali. Mas agora eu via que não era por acaso.
Santo Antonio é muito mais que casamenteiro. É nosso advogado junto a Jesus e é o doutor da Igreja. Flávio sabe disso. E acertou como sempre. Minha bolsa é cheia dos mesmos papéis que recebi do meu médico em 2007 . E pelo visto, estamos caminhando. Com uma luta diária sem igual, mas cercada de bons médicos e do Doutor da Igreja.
Um domingo de fé e alegria. Bom dia a todos.

6 comentários:

Silvana disse...

Bom dia Blog, Bom dia Lili, Fé este é o grande milagre, sem ela não existe esperança, então minha cara força na medeixas porque você vai escrever muitos livros, histórias é que não faltam. Uma musiquinha para o dia de hoje, de quermesse,prendas, quentão, pé-de-moleque, vinho quente, canjica etc....etc. Rõ tenho que tirar o chapéu para os mineiros, são as melhores quermesses do Brasil.

PEDRO, ANTÔNIO E JOÃO
autor: Benedito Lacerda e Oswaldo Santiago

Com a filha de João
Antônio ia se casar,
mas Pedro fugiu com a noiva
na hora de ir pro altar.

A fogueira está queimando,
o balão está subindo,
Antônio estava chorando
e Pedro estava fugindo.

E no fim dessa história,
ao apagar-se a fogueira,
João consolava Antônio,
que caiu na bebedeira.

Beijos juninos e com bastante quentão.

Cecile Az disse...

Que história bonita, Eliane!
Também gosto muito de Santo Antonio. Todas as vezes que fiz novena para ele fui atendida.
Adoro de vez em quando assistir à missa do meio dia no convento.
Pelas histórias que a gente lê, ele tinha muito carsima com os sermões. Viva Santo Antonio!
Em tempo, adorei a bola que vc levantou no meu blog. Quando pesquiso sobre algo acabo aprendendo também.
Um beijo e bom domingo.

Lulu disse...

Boa tarde, Eliane, boa tarde, blogueiros. Aqui em Aracaju Santo Antonio é muito festejado. Aliás, em junho aqui é só festa - Santo Antonio, São João e São Pedro. A primeira igreja construída aqui em Aracaju foi a de Santo Antonio, e o bairro está todo em festa, temos procissão, queima de fogos, quermesse...
Quando eu era criança, minha avó me ensinou o Responso de Santo Antonio, que sempre rezo quando quero encontrar alguma coisa que não estou achando (funciona! rsrsrsrsrsrsrs)

Se desejais milagres
chamai por Santo Antonio
foge logo o demônio
cessam calamidades
aplaca a fúria do mar
tira o preso da prisão
o doente torna são
e o perdido faz achar
e sem respeitar os anos
socorre qualquer idade
e que digam esta verdade
os cidadãos paduanos.

Nunca esqueci!

Mil beijos para todos, tenham um ótimo final de domingo e uma excelente semana.

Flora disse...

querida Lili,
Para mim a palavra chave é Fé...é acreditar,confiar ter certeza que irá superar...enfim alcançar a graça...achei barbaro este seu depoimento de seu médico..ele é sabio ... nos mantemos bem ....com bons alimentos..bons pensamentos e de muita fé...eu sou adepta do pensamento positivo...do acreditar que o Universo conspira a favor e uma fé enorme em Nossa Senhora das Graças...que este domingo seja abençoado e de muita fé e axe a vc e a todas participantes deste blog..bjussss

Vera do sulll disse...

Olá Eliane!
Olá Blog!
Realmente o que a Lulu escreveu é muito verdadeiro. Responsório de Sto Antonio. Minha mãe seguidamente é solicitada a rezá-lo pra suas vizinhas, amigas pois tem a fama de em sendo devota de Sto Antonio , conseguir obter o que pedem. Viva o santo casamenteiro e doutor da Igreja Católica.
Bom resto de domingo
Bjs
Vera

Eliane Furtado disse...

Olá Sil, adorei a musiquinha.
É Cecile, uma história me marcou.
Olá Lulu, bem-vinda. Por onde andavas? Chamo sempre por ele. E espero que nesta semana que se inicia, ele esteje pertinho de mim.
Flora e Vera, fé realmente é palavra chave.
Ando be esgotada. ela é me segura.
Beijos. Desculpe a ausência ontem. Remédinhos derrubam pra valer.