sexta-feira, 4 de junho de 2010

Encontros e desencontros


"Mande notícias do mundo de lá, diz quem fica, me dê um abraço venha me apertar, tô chegando
coisa que gosto é poder partir sem ter planos, melhor ainda é poder voltar quando quero..."

Será que todo o encontro é também uma despedida como canta Milton Nascimento? Pois é, um dia você acorda, se depara com uma realidade: me enganei. "Levou gato por lebre" e vê que entrou em um cano sem saída. Assim são alguns encontros na vida. Você pensa que foi a melhor coisa que lhe aconteceu até que...você leva um jato de água fria daqueles.
Encontros são maravilhas divinas. Eu acho. Já trabalhei com pessoas que pensei: "que loucura isto vai ser difícil." O tempo provou o contrário. Já aceitei convite de amigo de fé e querido, e aí pensei:" agora sim, vou crescer profissionalmente." Em três meses peguei meu boné para preservar uma amizade que me era cara. Encontros são divinos mas surpreendentes. Tem aqueles que você evita, foge o tempo todo e um dia descobre a importância que tem em um momento pontual. Tem encontros familiares e desastrosos. Mas em meio ao turbilhão você se volta e vê um sorriso. Está feito o encontro.
Bem, quem sou eu para dar dica. Eu que vivo entrando pelo cano. Mas vou ousar. Se você entrar pelo cano um dia, dá uma olhadinha antes ...você acaba achando uma saída. Pode não sair sem marcas, mas afinal, as cicatrizes são inevitáveis quando se mergulha na vida.
É amigos, falam falam que a vida é curta, mas a maioria está sempre perdendo o trem. Quando vê, ele já partiu.
Bom dia blogueiros.

13 comentários:

Lulu disse...

Bom dia, Eliane, bom dia, blog querido.
Eu tenho comingo uma verdade: a de que todo encontro é um encontro de ajuda (mesmo que possa parecer diferente). Diz Deepak Chopra que "seja qual for o relacionamento que você atraiu para dentro de sua vida, numa determinada época, ele foi aquilo de que você precisava naquele momento".
Concordo em gênero, número e grau. Ninguém entra na nossa vida por acaso...
Mil beijos para todos, tenham uma ótima e proveitosa sexta-feira.

Zel Bengalinha Paulistana disse...

Alô, alô, Sampa chamando Rio!!!!
Bom dia blog!!!!!!

Eliane, concordo plenamente com Lulu. Oportuna lembrança desta frase de Deepack Chopra, Lulu.
Nesta teia de energias, que é a vida, nada é atraído ou repelido por acaso...
Hoje li sua postagem de ontem (rsrsrs), Eliane, e tenho certeza de que sua atuação no debate foi um sucesso. PARABÉNS!!!!!
Você sabe que tenho um carinho muito especial por Santa Maria Eugênia. Minha filha estudou 7 anos no Colégio Assunção de São Paulo e toda semana faço oração fervorosa no altar lateral de Madre Mª Eugênia (que é lindo!).

Beijão a todos e um belíssimo final de samana.
Zel

Bubby disse...

Bom dia Eliane e Blog,

Uma vez, li uma entrevista com Vinicius de Morais a qual, ele dizia, "Nunca havia dormido com mulheres feias, mas já acordou com várias. . ."

Assim é a vida, escolhemos do jeito que queremos vive-la com encontros e desencontros ou apenas vive-la step by step.

Bubby sabe Bubby diz!

Flora disse...

Querida Lili,
para mim o que vale:..é a preparação do encontro o sonhar para acontecer.. o encantamento para o momento mágico..do encontro..ou reencontro.. o importante é o sonho e depois: valeu!?! sim.. não...
Vivemos.. vivenciamos... a vida é assim de encontros e desencontros...e vamos lá caminhando e aprendendo sempre...bjussss..

Rodrigo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rodrigo disse...

Bom dia "The Boss-Ph" !!!
Bom dia Blog !!!

A gente até tenta mas, não existe uma receita de bolo pra viver, não é mesmo?

A estrada nos mostra sinais, pistas
de "furadas" mas, elas estão por ai; vez ou outra deparamo-nos. Saída?? Ora cada caso é unico ou no máximo parecido. Aí, é "força na peruca" e seguir adiante.

Mas, existem aqueles acontecimentos
que independem de nós, acontecem, as fatalidades ou inevitabilidades.
O que fazer? Ora cada caso é unico ou no máximo parecido. Aí,é "força na peruca" e seguir adiante.

Encontros, desencontros, alegrias, tristezas, enfim emoções.

Viver a vida não é mole mas, é melhor que viver pela vida, deixando que ela passe por nós.

Beijão, Rodrigo

Vera do sulll chuvoso e triste. disse...

OLá Eliane , olá blog!
Todos os que postaram suas opiniões foram muito sábios,lembrar Deepak Chopra, Vinicius de Morais,os preparativos sugeridos pela Flora,a mensagem do Rodrigo em fim todas as colocações muito oportunas e descrevendo a realidade da vida que nada mais é a arte de "encontros e desencontros". Aqueles que eu vivenciei e me foram prazerosos guardo-os no coração os que me machucaram fiz uma tatuagem....
bjs
Vera

Eliane Furtado disse...

Boa tarde, boa noite.
Pode até ser que em um determinado momento aquilo possa valer alguma coisa. Mas virar tatuagem? Nunca! Tem que virar pó.
Veroca, o sul pode ficar triste, mas vcc nunca!

Eliane Furtado disse...

Zel, então temos mais isto em comum? Que maravilha.
Tem encontros como o seu que são divinos. Outros, sei não. Não sei mais.
Rodrigão, muito frio aí heim...Mas suas emoções e postagens aquecem nosso blog. Um lorde.
Lulu, com esta história de não é por acaso a gente tem que aguentar cada uma...
Bubby filosofando. Outro lorde da vida, apesar de ser aquariano rsrssrrs, como diria nossa Carioquinha.
Florita, chega um momento que a gente não quer aprender mais nada. Eu não quero. rsrssrrs Quero só viver com alegria.
Amo sua visita. E a de todos é claro.
Hoje comi letrinhas. Mas já corrigi. beijos meus queridos.
Estou de olho. Noite bem aconchegante para todos.

Rodrigo para "The Boss´Ph" disse...

Olá Dona Lili!!!

Onde há corações quentes,
o frio não entra ...

Maria Cecile disse...

Boa Noite, Eliane, blog...
Adoro encontros. Deteeesto desencontros. A sensação é muito chata. Mas... também acredito que "seja qual for... você precisava", como a Lulu postou. Então... como disse alguém aqui, acho que foi Rodrigo, "força na peruca". rsrsrs.
Beijos!

Fátima disse...

O que conta é o encontro.O desencontro deixamos pra lá esperando que vire outro encontro ali adiante...ou não.
Ah!O importante é sabermos virar as coisas a nosso favor.Isso é ser esperto e saber viver.

Tico e Teco da Jane disse...

Bom dia pra todos!!
Engraçado que eu estou agora mesmo ouvindo uma música que fala assim: "Heal the wound but leave the scar, a reminder of how merciful you are! - POINT OF GRACE" e li esse tópico que fala de marcas e cicatrizes nas relações humanas. AS cicatrizes são necessárias, com elas que aprendemos sobre nossas fraquezas, onde e como somos feridos. Muitas vezes temos cicatrizes que nos levam a determinados momentos da vida e é tão bom ver o cuidado que nos foi dispensado por amigos a nossa volta! Precisamos aprender a buscar o positivo no que achamos ser apenas negativo, não é mesmo, Eliane? Você sim pode falar disso com maestria!! Um beijo!!