quarta-feira, 4 de agosto de 2010

A solidão das decisões nos fortalece


Às vêzes bate uma solidão interna não é? Vou explicar. Bom dia amigos.
Fui criada para me virar. Filha única, temporão, com apenas um irmão muito mais velho, minha mãe me ensinou -desde pequenininha - a fazer tudo só e não depender de ninguém. Tinha medo de morrer jovem e eu ficar perdida. Eu falava:-"Mas e o pai e o irmão?"
-"Não conte com isto nunca. Eles gostam de você mas vão ter outras vidas.E as mulheres podem não querer você por perto."Sábia e dura mamãe.
Ela estava me criando para o momento atual que vivo. Mas existem horas que dá vontade de ter alguém em que você confie por perto. Nesta luta principalmente. É quando você já está cansada de entender tudo, seus ouvidos já viraram pinico e você precisa de uns límpidos para ouvir melhor.
Mas as pessoas tem muitos compromissos, suas vidas são repletas de tarefas e nem sempre podemos contar com elas. E parece que tem situações que Deus quer que a gente enfrente e esteja só. Sei lá porque. Enfim, nada a fazer. No fundo, no fundo, a solidão fortalece. E muito.
Conheci rapidamente-este ano- uma pessoa que nunca experimentou a solidão. Ela partiu há pouco tempo depois de tanto lutar. Lucia, que chamo de Cisne, teve Severino ao seu lado em todos os momentos de sua dor, desafios e dúvidas. Eu e meu médico vimos um homem sempre risonho, valente, disfarçando sentimentos e abrindo mão de tudinho para cuidar dela. Hoje ele passa seu primeiro aniversário só, longe de Lúcia. Mas perto de uma multidão que sempre estará ao lado dele. Sem falar no Cisne que virou anjo.
Parabéns Cisne Branco Gigante.
Hoje é dia dos padres. Nem sabia que eles tinham dia. Aprendi com a blogueria Cecile. E nesta data morreu o escritor dinamarquês Hans Christian Anderson, que povoou minha infância com as mais lindas histórias infantis. E isto foi em 1875. Mas tem coisas, momentos e pessoas que são eternas, não é mesmo?!


51 comentários:

Chica disse...

Cisne estará olhando pra Severino,que mesmo só, sentirá essa presença e força. Um lindo dia pra ti e tua mãe era sábia...não podemos ficar esperando ´pelos outros.temos que ter nossas decisões e encará-las, comunicando aos demais.beijos,chica aqui num frio de ranguear cuscos,rsrsrs

Eliane Furtado disse...

Encarar. Enfrentar. Quem se aquieta perde o trem.
Bom dia cara Chica. Mãe sábia e danadinha Deixou inúmeros fãs até hoje com suas frases de efeito.
Rio de tempo nublado.
Bom dia querida. Já me sinto menos só.

AGNALDO NO ESPELHO disse...

Eliane,

A solidão é uma oportunidade de convivermos intimamente conosco mesmo.
A qualidade dessa convivência depende muito de como nos relacionamos com esse estranho que nos habita.
Precisamos de outras pessoas para, narcisisticamente, nos enxergarmos no fundo de seus olhos. Elas são espelhos onde buscamos a imagem de nós que nos falta.
De resto temos a nós mesmos...

Super beijo.

Ótimo dia.

Eliane Furtado disse...

Bonito Poeta. Bonito!
Obrigada por passar por aqui.
Hoje sou pura emoção. Mas a razão caminha na sombra.
Beijo!

Lulu disse...

Bom dia, Eliane, bom dia, blog querido. Sua postagem me fez lembrar uma frase que o inesquecível Arthur da Távola sempre dizia ao final de seu programa "Quem tem medo da música clássica?": "Música é vida interior. E quem tem vida interior, jamais padecerá de solidão". Sábio ele... como sábia era sua mãe, ao querer lhe preparar para a vida. Mas dói, pois queremos sempre o melhor para nossos filhos...isso me lembra uma cena do filme "A história de Elza", aquela leoa que foi criada desde novinha por um casal, e quando ficou adulta teve que ser devolvida a natureza ou ir para um zoológico. O casal devolveu-a à natureza, mas quando voltaram a vê-la, ela estava toda arrebentada, ferida, desorientada, tinha apanhado de um leão, de outras leoas, não sabia caçar... sempre fico arrasada nesta parte do filme, pois como mãe não posso deixar de me identificar e ter consciência de que não há outra coisa a fazer senão soltar meus filhos nesta selva que é a vida, onde eles vão ter que ralar, aprenderem a se defender, "ir à caça"... pois não sabemos por quanto tempo poderemos estar por perto.
Lamento pela partida de Cisne, meus votos de pesar a Severino.
Mil beijos para todos, tenham um ótimo dia.

Casal de Cisnes disse...

Continuo sentindo a presença da Lúcia a todo instante. Quantos foram os privilegiados como eu de acompanhar 2 anos e meio uma luta ao lado de excelentes equipes médicas que mantiveram a qualidade de vida do amor de sua vida, com quem namorou 36 anos sem parar de conversar e tomar "cafés da manhã oníricos" e poder dizer a ela a cada segundo o quanto a amava e o quanto cuidaria dela. Não me atrevo a fazer promessas, mas tive a preciosa chance de pedir a ela em casamento de novo na véspera de sua volta para o lado de Deus. E ela aceitou e disse que sabia o quanto eu gostava dela: muito. É emocionante ter amigos queridos e sensíveis como você, Eliane. Um beijo fraterno em todo o blog daquele que agora é o Casal de Cisnes.

Cecile Azambuja disse...

Bom dia Eliane.

Entendo o que vc quer dizer. Minha mãe há quatro anos teve rotavírus. foi brabo pois achou que ia morrer. Então seu pai, que ja´estava mal e velhinho e vivia em cima de uma cama (veio a falecer uns meses depois) disse a ela: "minha filha vc vai ficar boa". Foi por telefone mas o suficiente para ela lembrar daquela ternura de quando se é criança e depositamos todos os nossos medos em nossos pais para que eles os aplaquem. Por mais que a gente estivesse ali ao lado dela, foi aquele telefonema que abraçou seus medos diante do que poderia ser inevitável.

Eliane... há caminhos que só nós podemos trilhar, não é mesmo. Familiares e amigos são muito importantes nesse momento porque o trazemos no coração, sempre.

Beijos, amadinha!

Maria "A Carioca" disse...

E a mais pura verdade!!! A solidao e grande companheira.
Lindo texto!
Parabens aos padres!!! Amo o Jorjao.
Bom dia queridona
Bjsbjsbjs

jungleworldcitizen disse...

Passando por aqui para ler e me emocionar mais uma vez =)
Que história bonita!
Um beijo!

Papoula p Cisne Severino disse...

Cisne Severino deixo meu carinhoso abraço e tenho certeza que sua linda Cisne está com vc o tempo todo pq amor assim só em filme e vcs foram mto felizes em viver cada dia com mais intensidade!Beijo carinhoso e esteja sempre aqui participando da nossa farrinha e contando sua linda história de amor que tanto nos encanta, LUZ E PAZ para vc e mtaaaaa SAÚDEEEEEEEEEEEEEEE!

Papoula p Lilizinha queridinha disse...

Lindoquinha, volta mais tarde para falar com vc, seu texto hoje mexeu comigo, me emocionei, te adoro!

Vera do sulll disse...

Querida Eliane e blog!
....O frio está terrível, agora começou uma chuva finnha, isso vai virar neve....
Na realidade sosmos sesers solitários e gregários, nascemos,ana maioria das vezes sós(útero), vivemos amparados por pessoas mas temos que enfrentar a escola, o trabalho, nossas decisões , a nossa vida sempre pela nossa cabeça e entendimento e morremos sós. Tua mãe sabia disso e antes de reaponsabilizar alguém por uma decisão enfrentemos os nossos sucessos e fracassos ,como "nossos", somos especiais e únicos por isso somos sós.
É triste mas é verdadeiro a solidão nos fortlece e nos liberta.
Bjs gelados do sul.....

Vera do sulll disse...

Nossa escrever com lágrima nos olhos é o que dá . Perdoe...

Eliane Furtado disse...

Lulu, Arthur,meu amigo Paulo Alberto,que tanto me prestigiou em suas colunas.
Sou uma leoa solitária em sua luta.
Mas cercada pelo carinho de vcs.

Eliane Furtado disse...

Cecile, há caminhos só nossos mesmo!
Carioca, melhor que Padre Jorjão é Frei Antonio. Venha ver "in loco."
Hi Jungle, não entre na minha. Chorar dá rugas kskskksksks
Veroca tb estou agasalhadinha. Agora me explica. entendo que a solidão nos fortalece, mas será mesmo que nos liberta?
Papoulete: Que história de amor heim...Conhece outras?

Eliane Furtado disse...

Para um lindo casal de Cisnes:
Severino vou cometer aqui uma inconfidência. Mas é para ver o espetáculo que vc é como ser humano e marido.
Pessoal, meu Daniel e de Lucia, falava que Severino era um mau exemplo para todos os maridos.kskskks
Sabia dias e horas de cor da história deles. E que ele não podia ficar perto de nenhum marido. Porque simplesmente ele não conhecia ninguém igual!
Hoje só tenho uma coisa a dizer:
felizes, sortudos e abençoados, aqueles que podem viver lado a lado ao seu grande amor. E construir uma história de realização.

Isabel A. W . De Nonno disse...

Eliane,

Lindo texto, e lindo relato do casal. Fiquei emocionada.Hoje o blog ta todo emotivo ;)
Somos sozinhos. Nascemos sozinhos, morremos sozinhos e isso é um aprendizado. Não acho libertador, só acho que fortalece mesmo. Ainda bem que existem amigos, você não esta sozinha, lembre-se sempre disso! É nós outros que a gente se sente preenchido. Deixo aqui uma oração que eu acho de uma solidão e de uma generosidade sem igual:

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, Fazei que eu procure mais
Consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois, é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado,
e é morrendo que se vive para a vida eterna.


Viajo hoje, mas domingo to de volta, comentando ;)

Beijo grande,

Bel.

Fatinha disse...

Tem coisas que dependem exclusivamente de nós.Amigos e parentes nos distraem enquanto enganamos dores e tomamos decisões difíceis..Mas a verdade é que no fim de tudo estamos conosco e ponto.

Mª do Rosario - Ro disse...

Solidão... sua mãe tinha toda razão do mundo. E como as pessoas tem ocupação Meu Deus, principalmente quem é desocupado. Vai uma pérola de minha avó: Quando precisar de um favor ou uma ajuda peça sempre para alguém ocupado! Ela sempre dizia que as pessoas que não tem muito compromisso nunca conseguem arrumar um tempo para ajudar o outro.
Casal Cisne meu abraço carinhoso para quem ficou e, para lucia que está com nossa Neide saudades:)
Amiga Eliane, semanas dificeis, dias longos... e a gente vai levando essa vida....

Eliane Furtado disse...

As decisões são solitárias. E neste caso, Bel, extremamente difíceis.
Mas sei que nesta viagem -a maioria das vêzes solitária -tenho ao meu lado as companhias e a torcida certas.Boa viagem.
Este Blog é fogo mesmo. É alegre, peralta, sapeca, emotivo,sutil, divertido...como a dona. E modesto ksksskksks

Zel Bengalinha Paulistana disse...

Alô, alô, Sampa (friooooooooo) chamando Rio!!!!!
Boa tarde!

Eliane querida, sua postagem de hoje me deixou em lágrimas...

São Paulo já dizia "quando me sinto mais fraco é quando sou forte".
Lembremos que Jesus recorreu à solidão em seus momentos cruciais (no deserto, no Monte das Oliveiras), não vamos nós, desperdiçar esse recurso valioso de autoanálise e autoconhecimento. É sofrido mas como vc disse, fortalece! E concordo com a Vera do Sulll, só é verdadeiramente livre o ser individualizado.

Cisne Severino, não lhe conheço mas lhe desejo muita saúde, conforto, paz. Sua história é emocionante...

Beijão
Zel

Eliane Furtado disse...

Nem fale em dias longas querida Rô de Sampa, nem me fale.
Aguentaaaaa!
Esta sua avó deveria ter conhecido minha mãe. Oh que dupla.

Daniel Hiver disse...

A solidão interna é a mais doída.... a mais intensa... a mais tudo! La solitudine na voz de Eenato Russo lembra este estado. E que bom que nossas mães, querendo ou não, nos prepararam para os momentos atuais de nossas vidas.

Eliane Furtado disse...

Daniel, Daniel, vc me entendeu. E vivam as sábias mães!
Solidão interna é mesmo a pior.
Abraço grande

Maria "A Carioca" disse...

Aproveitando as hostórias, as emoções....envio uma sugestão:
Banda - 3 doors down
música - your arms feel like home
Tudo de bom!!!!
bjsbjsjs

Eliane Furtado disse...

Zel, não é para chorar. Puxa.
Um pouco de emoção tudo, mas chorar não querida.
Amanhã só vou falar bobagens. Ou talvez sábado skksksksksks

Eliane Furtado disse...

Quase tudo depende de nós não é querida Fatinha?!

Eliane Furtado disse...

Só esta Carioquinha para tocar banda hoje por aqui. Foi bom que animou.
Ah e tem outra Banda fazendo "su", o São Roque, que arrebenta dia 21.Lá na Lapa. Se puder, vou lá. Com um lençol gigante para chorar nas românticas.ksksksksksksksk

Tico e Teco da Jane disse...

Oi Eliane,
Parei hoje pra ler seu blog e me encher de vida, como vc sempre faz em seus posts. Que delícia!
Estou passando por uns probleminhas de coluna que estao me deixando meio aerea... durmo 80%do dia devido a medicamentos que estao me deixando zonza e nada resolvem com respeito a dor.
Bem ouvi musicas lindas como a do Renato Russo e Unwritten... realmente lindas! No final de tudo devemos sempre encher nossa existencia com amigos, troca de experiencias e ate com os momentos de solidao, porque geralmente nestes que procuramos o Autor da Vida, que nos inspira a caminhar rumo a lugares altos.
Um grande beijo pra voces!!

Papoula dançando no blog disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk a banda é SEU ROQUE, alouuuuuuuu Lilizinha , já pousou ou ainda está flying????


Deixou aqui uma musiquinha bem alegrinha p q a galera enxugue as lágrimas e dance URSINHO BLAU BLAU com Eliana, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

http://www.youtube.com/watch?v=8I3M5ooe0CM&feature=fvst
vamos dançar e cantar para animar o blog pq aqui é lugar de ALEGRIAAAAAAAA!

Eliane Furtado disse...

kskskskskskks É que eu só penso em santo, santa, deuses ksksksskskks
Seu Roque vai virar santo.kksskskskks

Papoula soltando a vozzz disse...

Quero ouvir e ver todo mundo cantando e dançando URSINHO BLAU BLAU e aqui está um pedacinho da letra p animar o blog charmoso;

Ai ai ai, ai blau blau
Blau blau, blau blau
Ele não me quer
Ai blau blau, blau blau

Ai, meu ursinho blau blau de brinquedo
Vou contar pra você um segredo
Só você mesmo pra me aturar
Ai, esse meu coração tão vadio
Se amarrou nesse corpo macio
Ele quer é me fazer pirar ...

Eliane Furtado disse...

Pessola, ela chegou. Acabou a choradeira e está aberta a sessão besteirou.
Urso blau blau? Vou lá ver.E tentar entender ksksksksk

Eliane Furtado disse...

O sono recompõe tudo. Mas ouça muita música, Tico e Teco bonitona, que vc vai se levantar rapidinho.
Eu ia colocar uma...que ia arrebentar.
Mas guardei um pouco mais. Força aí!

Eliane Furtado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eliane Furtado disse...

Muita bobice. Ele tem corpo macio?
Todo mundo curtindo o Renato Russo e vc no ursinho kskskskksks

Kiki disse...

Que coisa.....falar em solidão com tantas postagens......ESTAMOS COM VC, mesmo quando vc quer ficar só. bjs

Papoula no FORRÓ DO SACI disse...

Alouuuuuuuuuu, Lili acordaaaaaaaaa, tá repetindo tudo ihhhhhhhhhhhhh a coisa tá feia, o que tomou agora??? Acho que está "calibrada" rs,sr,sr,sr,sr,sr, desenrola e apaga o repeteco rs,s,rs,sr,rs,sr,quero saber se já está cantando???
Sabe quemmmmm me ligou agora??
CHUCK revoltadooooooooooo, morrendoo de ciúmes do ursinho, disse q vc o abandonouuuuuuuuu rs,sr,rs,rs,sr,sr qd chegar em casa vai ter que dançar, vou levar a MINHA CHIQUIHA p dançar com CHUCK e eu vou p forró da BABILÔNIA dançando num pé só e a música será o forró do SACI RS,SR,RS,RS,SR,SR,SR,SR...

Eliane Furtado disse...

Pois é, ando meia tonta e repetindo, e sorvendo letrinhas. Diga pra Chuck que a carreira dele é longaaaaaaaaa.
Kiki, segura ai o Saci!

Cristina disse...

Eliane, verdadeiro seu texto, minha psicanalista costuma dizer que a dor é solitária, e é mesmo. Estamos rodeados de amigos, parentes e sentimos uma solidão. Sabe, meu filho um dia ficará só, pois minha Marina, assim como Lúcia já cumpriu sua missão, então tento prepará-lo para a vida, para quando eu e o pai não estivermos mais aqui, mas isso me dá um aperto no peito, coisas de mãe. Desejo ao Cisne Severino, muita luz e paz, linda história de amor. E para vc minha amiga, quando estiver se sentindo só, lembre se que tem uma amiga, que está longe na distância, mas pertinho de seu coração! Fica com Deus! E abraços para suas amigas divertidas! Ah! Como gosto disso!

Rodrigo disse...

Boa tarde "The Boss.Ph" !!!!
Boa tarde Blog !!!!

Haja coração Dona Eliane!
Cada um tem sua história, suas angustias, alegrias, momentos de fúria, outros de força, seja qualquer... a coragem de enfrentar e ir adiante é impressindível.
Seguir adiante, quando a sensação que nos permeia é de ficar na praia, exige muito esforço, apoio mas, acima de tudo um querer muito grande.
Quando alguém que amamos se vai, isso não acontece derepente. Fica a rotina, o cheiro e um monte de "coisas" que vão indo aos poucos. Devagar e sutilmente.
É a vida e isso faz parte do preço de vivê-la.
Enfim, quando nos deixam os mais velhos, vai-se o passado. Quando os contemporâneos ou mais novos seguem seu rumo, máta-se o futuro.

Beijos, Rodrigo

Flor de Lótus disse...

Olá,Eliane!Td bem?lendo o que vc escreveu aqui me identifiquei muito com sua história, tbm fui criada como filha única,minha irmã é bem mais velha, já era casada e tinha sua vida, mniha mãe tbm tinha medo de morrer e me ensinou a me virar sozinha, então sempre tive que me virar sozinha,mas mesmo assim as vezes ainda dependo de um empurrão alheio, mesmo qdo tenho certeza do que quero,sou extremamente insegura,mas essa é outra história.Pois é existem pessoas que não sabem conviver sozinhas e eu digo mais nunca estamos sós e sim na companhia de nós mesmos, ouvi isso em algum lugar um dia e essa frase me marcou muito.
Bjosss

comunicadoras disse...

Já não é a 1ª vez que passo por aqui, aliás, passo quase todos os dias. Conheci-a através do presente do Presente e aprendi a considerá-la muito pela força que tem. Merecem o apreço de todos e eu tenho muito a aprender com as lições de vida que a RO, você e tantas outras nos dão todos os dias. Sou a Mila que teve o previlégio de conhecer a Rosário há mais de 20 anos; voltei a vê-la só este ano, em Março quando fui ao Brasil. Morei em Guaratinguetá muitos anos e vou com frequência lá, pois ainda tenho nesse país maravilhoso os meus pais, irmão e sobrinho.Gosto muito do seu blog e portanto continuarei a visitá-la sempre. Se me quiser visitar é só bater à porta do comecardenovopt.blogspot.com
Será um prazer muito grande recebê-la. Um beijinho muito grande e votos de que a força continue. Torço todos os diaws por vocês
Mila

PARA O CISNE SEVERINO disse...

OS CISNES
(Júlio Salusse)

A vida, manso lago azul algumas
Vezes, algumas vezes mar fremente,
Tem sido para nós constantemente
Um lago azul sem ondas, sem espumas,

Sobre ele, quando, desfazendo as brumas
Matinais, rompe um sol vermelho e quente,
Nós dois vagamos indolentemente,
Como dois cisnes de alvacentas plumas.

Um dia um cisne morrerá, por certo:
Quando chegar esse momento incerto,
No lago, onde talvez a água se tisne,

Que o cisne vivo, cheio de saudade,
Nunca mais cante, nem sozinho nade,
Nem nade nunca ao lado de outro cisne!

Eliane Furtado disse...

Que visitas maravilhosas. Amamnhã responderei um a um.
Boa noite queridos.

LUIZA CAMPOS disse...

Que lindo texto ,eliane!!!
eu acompanhei essa linda ´história de pertinho ,sendo irmã da cisne.me lembro ,eu tinha 14 anos qndo eles se conheceram e começaram a namorar,o cisne ,que considero meu irmão,sempre me dave um bombom qndo ia ver a lúcia!!
nossa! Se eu ficar aqui contando toda a linda historia de amor deles,ficaria aqui por varios dias ou meses ou mesmo anos (rsrs) ,mais vou terminar com uma linda conclusão: ACREDITEM ,O AMOR VERDADEIRO EXISTE ,É SÓ ACRDITAR!!!!!!!!
BJS!!!!!!

Papoula, SOLIDÃO dá Ibope viu Lili?rs,sr,rs,sr,rs disse...

Lilizinha, acho melhor vc continuar falando de SOLIDÃO, rs,rs,sr,sr,sr,sr deu o maior ibope, bombou este post!

Inté cumadi belezura

Bubby disse...

Eliane,

Realmente a solidão é nossa grande companheira. . .
Sentir-se só por não ter alguém ao seu lado, dói, mas, para mim a solidão de si mesmo é pior de todas, claro que dor de dente ninguém merece!!

Bubby sabe Bubby diz!

Eliane Furtado disse...

Cristina, prepare-o mas não o assute está bem. As crianaças, os jovens sempre arrumam um trauma. D. Linda me arrumou muitos kskskskskks.
Rodrigo, caminhando sempre ao meu lado. Obrigada. Haja coragem e coração.
Ola´Flor do Lotus - esta identificação vai criar laços fortes entre nós. Quem viver verá. Adorei!
Salve Mila. Hummmm, gosto dos dois nomes. comunicadoras então é a minha praia. Claro que vou lá. Fazer aquela visita divertida.
Luiza querida, vc é privilegiada porque tetemunhou um amor e assim nunca perdeu a fé que ele existe e não é fantasia. É possível.
Bubby, até que enfim...estava preocupada com esta lua de mel. Love you.
Papoula, quem não se sente um pouquinho de solidão? Ela não pode é virar drama!.

Eliane Furtado disse...

Jungle, sinto vc ocupadíssima. Mergulhe na vida querida. Delícia.
Por aqui vc sempre encontrará histórias belíssimas. e olha que não contei as minhas ksksksksks - todas. ksksksksksk
Prepare-se. Quem sabe um dia...

Casal de Cisnes disse...

O poeta Júlio Mário Salusse, que viveu no Rio de Janeiro de 1878 a 1948, conseguiu expressar como se sente minha alma desde o dia 19 de julho de 2010, com seu soneto "Os Cisnes", sobre um namoro que teve início em 11 de novembro de 1974, que só vim a conhecer ontem após postado nesse blog encantador. Um beijo fraterno em todos...