domingo, 15 de agosto de 2010

Domingos

Não sei se gosto tanto assim dos domingos. Já gostei mais. Muito mais. Dos domingos de praia da infância, da juventude, das amigas juntinhas. Dos domingos inesquecíveis de mergulhos no mar, das conversas na areia sem compromisso e pressa. Do café cedinho na padaria, com direito a pão na chapa quentinho. Saudade daqueles domingos que quando eu voltava vermelhinha do sol levava bronca da mãe( "Olha as rugas!) e daquele perfume aromático de comidas árabes no ar. Mas o tempo passou e houve um tempo que fugia dos domingos. Nos plantões da TV e por aí. Me escondia dos almoços familiares, daqueles papinhos que eu não me encaixava bem. Gostava mesmo é de viver o meu mundo com os meus escolhidos. Cineminha da tarde, lanchinho "aprés", torcer para o telefone tocar e aquela esperança de aguardar o próximo fim de semana, o outro domingo.
Hoje costumo dizer que domingo é chatinho em qualquer lugar do mundo. As pessoas ficam trancadas com tempo chuvoso e você imagina que está sózinha no mundo. Nos dias de sol, o contrário. Aquela euforia de pernas de fora, de chopp gelado em cada esquina e de planos mil para passeios nem sempre nota dez.
Mas acho as manhãs de domingos ainda deliciosas. Do acordar tarde, de ouvir música, de ler todos os jornais e revistas e daquela preguiça bendita. De um bom restaurante na hora do almoço e de fazer planos para a semana.
Ah os domingos... dia de oração mais forte. Dos encontros, da saudade, dos lanches em casa divertidos e concorridos e das cobranças materna ("vai vir aqui neste domingo?").
Domingo do namorado, da paixão e de muitas histórias. Sem final feliz e com final feliz.
Ah os domingos...Todos os domingos da minha vida estão presos aos meus olhos e na minha mente. E não importa mesmo quantos virão ainda. Quero sim é vivê-los todos. Com a liberdade que almejei e conquistei. Com a alegria das coisas simples. Com a companhia dos escolhidos.
Bom final de domingo. Com as bençãos de Nossa Senhora da Glória!
Sem se importar quantos domingos ainda virão!

12 comentários:

Chica disse...

Muitos domingos hão de vir,Eliane! E sabes, adoro a N.Sra. da Glória e me fizeste lembrar da igrejinha dela que passava cedinho pela manhã,dentro do ônibus escolar aí no Rio,quando estudava lá no Colégio Cruzeiro(claro, há...trocentos anos atrás,rssr)

Um lindo final de domingo pra ti e aqui tá frrrrrrrrio de lascar até a alma!beijos,chica

Rodrigo disse...

Boa tarde "The Boss.Ph" !!!
Boa tarde Blog !!!

Definitivamente não gosto do que se convencinou em ser: domingo.
Gostos das quintas, sextas e sábados.
Domingo representa fim mas, também começo do início, enfim domingo é sempre partida quase nunca chegada.

Mas, democracia é democravia e ponta. Nem que seja na marra. rsrsrs

Beijão pro cê.

Rodrigo

Eliane Furtado disse...

Oi Chica Bacana! Amém querida. Estou torcendo e lutando por isto. Para viver domingos de sonhos, de amor, de farra e de amizade.

Eliane Furtado disse...

Rodrigggggggggggggggggggggoooooo
Saudade rapaz.
Eu gosto de todos os dias da semana menos segunda arghhhhhhhh.
nem eu nem o Garfield! rsrsrsrs

Vera do sulllll disse...

Querida eliane!

No domingo aprendi que devia me preparar para o trabalho da 2a feira , então quando começava cair a tarde eu já ficava chateada pq ia começar tudo outra vez "lidar com adolescentes" tem que ter muita criatividade, então ficava maquinando como poderia explicar o Cliclo de Krebs, as reações da fotossíntese....como fazer...como fazer. AGORA Adoro todos os dias ele são só meus, faço como quero e aquilo que quero. Se fico em casa estou bem, se saio bem também. Que bom estou viva e vivo! Ehehehehe.
Bjs
Vera

Cristina disse...

Eliane

Concordo com a Vera. Quando, eu dava aulas eu não gostava do domingo, sabia que no outro dia cedo tinha que enfrentar a sala de aula, checar a aula que iria dar, enfrentar alguns alunos indisciplinados e que o descanso tinha acabado. Hoje já não ligo tanto, mas final de domingo para mim ainda é muito melancólico, nem sei porque. Gosto da sexta feira. E hoje com esse frio e nublado, tá mais triste. Bjs e boa noite para vc!

Lilian disse...

"vai vir aqui neste domingo?").Quantas vezes eu ouvi isso, e sempre dava uma desculpa, mas na ultima vez que nos vimos, eu e mamãe,a 3 anos, ela ja muito doente, eu prometi que iria, era uma quarta-feira, na sexta ela faleceu, nunca mais os domingos foram os mesmos, então queridas, quem pode, se a mãe cobrar, não deixe de ir.
Domingos são fins, verdade. Um beijo a todos desse blog maravilha

Dragãozinho gosta da SEGUNDA, DOMINGO nãoooooooo disse...

Ainda bem que amanhã é segunda rs,rs,sr,sr,sr,sr, aguentar FAUSTÃO, FANTÁSTICO, affffffffffffffffffffffffffffffffffffffff...

Domingo é um dia que tá uma saudade arretadíssimaaaaa de todos os meus queridos que já se foram, mil lembranças e aquela música do Rei Roberto,"Jovens tardes de domingo..." guentaaaaaaaaa coração, linda semana p todosssssss e mtas VITÓRIAS!

Lulu disse...

Eu acho que toda criança gosta dos domingos. Eu também gostava. Quando fui interna no Assunção o domingo para mim era sinal de que o final de semana na casa de meus tios estava acabando e que no dia seguinte tinha que acordar bem cedinho para voltar para o colégio (sempre odiei acordar cedo!), e qundo não saía era sinal de Missa cantada (achava lindo!). Na minha adolescência era dia de praia, cinema e mantiné dançante num clube local, Missa das 19:00hs e depois retreta. Depois de casada passou a ser compromisso familiar.
Mas de qualquer maneira, é dia folgar... lembram da música que o Sidney Lima canta?
Ó,beija-me numa segunda,segunda,segunda
Que é muito,muito bom;
Ó,beija-me também na terça,na terça,na terça
De todo o coração!
É gostosíssimo na quarta,na quinta,na sexta
No sábado beijar!
Mas nunca,nunca aos domingo,domingo,domingo
Que é dia de folgar!
Beijos, tenham todos uma agradável noite de domingo, boa noite e bons sonhos!

Gigi disse...

Olá Eliane. Tomei a liberdade de entrar sem bater.

Cheguei até si, pelo blo9g da Alda.

Gostei muito do que li, voçê parece uma pessoa cheia de vida.

Muita força.

Gigi

Será muito bem vinda no meu blog.

Cecile Az disse...

Eliane...
Acho que os domingos são iguais pra todo mundo mesmo. Eu estava lendo os "meus" domingos, rsrsrs.

Beijos e boa segunda-feira. bjbjbjbj.

Eliane Furtado disse...

Gigi, que bom que chegou para fazer parte deste grupo feliz e heterogêneo.
E vc acertou: o sentimento que permeia este blog é a vida. Todos cheios de vida e esperança.
Fica tá?!
Hoje já é segunda feira!