quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Em família



Repartir sua dor, suas incertezas com alguém que vive as mesmas angústias faz bem? Ainda não sei. Mas fazer o bem, faz.
Não tenho nenhuma missão como insistem alguns ao longo destes últimos anos. Não acredito que o que aconteceu comigo tenha algum propósito espiritual. Mas não garanto nada. Apenas acho, reflito.
Quando aqueles olhos curiosos, fixos em mim, com muitas expectativas e cansados de tantas conversas e diagnósticos me encararam, no auditório da Multi Hemo Multi Onco, em Recife, por alguns momentos me passou pela cabeça: -Porque estou aqui?
Não vejo diferença entre minha história e daqueles rostos ali sentados aguardando o que eu tinha para dizer. Não sabia a melhor forma de ajudá-los. Mas eu queria contagiá-los de alguma maneira. Logo eu que venho de um ano indescritivelmente sofrido.
Mas eu estava ali diante deles. Pedi a Deus que iluminasse minhas palavras, me guiasse para atingir cada coração, que passasse para cada um minhas crenças face a tudo que tenho vivido.
Foi um privilégio poder falar, mais uma vez, para tantos guerreiros, médicos e psicológos, de variadas idades. É interessante como o cansaço da viagem passou rápido, as dúvidas para acertar o tom se dissipiram e tudo fluiu. O motivo é bem simples. Eu estava entre os meus. Eu estava em família. Na família que, hoje, compartilha comigo as dores de uma doença crônica assustadora e seus duros tratamentos e incertezas. Eles e elas estavam ali e me entendiam. Perfeitamente. Cada palavra, cada lágrima, cada sorriso.
No final, uma avalanche de perguntas. -"O que mudou em você depois do câncer?", -"Quando você se sentiu sentenciada?", -"Afastaram você de seus cachorros?", -"Seus amigos sumiram?". E tantas e tantas mais questões. Nada pôde ficar sem reposta. Não para uma jornalista acostumada a exigi-las.
Diante daqueles olhos antes curiosos e depois tão fraternos e solidários, eu senti que tinha dado o recado. Entre abraços, beijos, cúmplices olhares, respeito, trocas e sorrisos, senti que construímos um laço forte. Eles pensam que eu os ajudei. Bobagem pessoal. Vocês, guerreiros, é que me proporcionaram- mais uma vez- a compor uma nova história; me deram a oportunidade, a grande oportunidade de repartir minha dor. Com quem entende do assunto.
Obrigada Recife. Obrigada Dra Vera Guedes e aos oncologistas Glauber Leitão e Luiz Alberto Mattos. E a toda equipe da clínica.
Obrigada parceiros guerreiros. Óh Xxente! Sinto que a corrente de orações vai aumentar daqui pra frente. Como vocês dizem..."estou toda arrepiada."
Missão? Propósito? Desígnios de Deus? Quem sabe...
Bom dia amigos de todas as partes do mundo!

Nas fotos -A equipe da Multi Hemo e os novos laços.
E vem mais fotos aí. No fim de semana. Beijos

31 comentários:

Chica disse...

Pois saiba que eu fiquei toda arrepiada...

E fico feliz que tenhas conseguido falar e contar de ti, das tuas experiências pra tanta gente por lá!

Um beijo especial pra ti e aos de lá que passarem por aqui!

chica

Marli Borges disse...

Eu também me arrepiei. Todos abençoados, quem falou e quem ouviu. Bjsssssss

Vera do sulllll disse...

Bom Dia Eliane!
Gostaria de ter ouvido aquilo que vc falou aos participantes.Aqui na minha cidade amanhã haverá uma fórum sobre os direitos do paciente com câncer, será mediado pela futura senadora gaúcha Ana Amélia Lemos. Vamos prestigiar.
Mais uma vez PARABÉNS o Espírito Santo te iluminou e vc usou as palavras certas.
Bjs Bjs e muitos muitos arrepios

PAPOULA DOURADA disse...

Bom dia Blogueiros queridos da Lilizinha, quem ARREPIOU fui eu ouvindo a belíssimaaaaaa palestra que ela fez em Recife para a galera desta tribo guerreira, que emoção!
Naquele dia realmente ela teve mesmo uma inspiração dos CÉUS pq tenho certeza que todos que ali estavam sairam daquele auditório com muito alegria, esperança e com várias dicas preciosas para suas vidas.
Todos que ali estiveram entraram no auditório com um olhar apagadinho, tristonho e posso afirmar que sairam com um brilho muito diferente no olhar,é uma benção para mim todo este aprendizado que tenho tido com nossa queridoca Lilizinha fora que esta dupla se diverte até com picolé de GELO rs,sr,rs,sr,rs,rs,rs,rs,viagem maravilhosa só faltou vermos duas pessoas muito queridas que lá residem mas na próxima os veremos com certezaaaaaa!
Parabéns Lili, vc não tem idéia do que fez naquele auditório e sinto não ter filmado para vc mas na próxima filme tudooooo!
Lindo dia p vcs e um beijo mto especial para o pessoal da MULTI HEMO.

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Eliane, claro que a sua história, a sua dor, são iguais , mas nem toda a gente tem coragem de falar delas, de transmitir o que lhe vai na alma perante este problema, nem toda a gente é capaz de fazer isso e, claro, ter alguém que lhes transmita coragem é muitissimo bom. Aind há momentos estive a tentar confortar uma senhora a quem foi detectado um cancer de mama; de vez em quando mando-lhe um e-mail, pois a quimio tem-na afastado do nosso convívio e , com o frio que tem estado, não convém que saia de casa. A maneira que encontro para a ajudar é através do computador. Só hoje me respondeu, mas sei que as minhas palavras lhe têm feito algum bem. Conheço essa senhora há pouco mais de 2 anos, mas houve bastante quimica entre a gente e sei que ela gosta muito de mim. Não posso fazer grande coisa, mas posso-lhe assegurar que estou aqui e, se precisar de mim é só chamar. É assim, Eliane, se não pudermos fazer mais nada, doemos ao menos palavras, não é? Elas às vezes fazem verdadeiros milagres. Um beijinho
Mila

a vizinha disse...

Se pelo menos vc tiver atingido um coração, tudo valeu a pena. E tenho certeza de que muitos deles se emocionaram com suas palavras. Ninguém melhor do que quem vive essa experiência dramática pode falar tão bem sobre ela, como vc.

*Mi§§ §impatia* disse...

Nossa, que lindo...parabéns querida.
Beijos.

Papoula disse...

VIZINHA e ela fala como ninguém viu?
Com certeza absoluta ela alegrou muitos corações e passou lindas mensagens vc aplaudiria com eu DE PÉ!
Beijinssssssssssssss

Superivas disse...

Eliane, eu estava em sua palestra e adorei, saiba que, com certeza, tudo o que você falou foi resposta para as nossas duvidas e nos ajudou muito.
Parabéns e muita luz pra ti.
Vou está sempre aqui no teu blog.
Como te falei também tenho um blog e isso me ajuda bastante.
http://superivas.blogspot.com/
obrigada,
Dione Rivas

Eliane Furtado disse...

Boa tarde grande Chica das Sementes. Falar é bom. Sou tão tagarela...
Mas últimamente ando mais silenciosa. Mas quando se trata de guerreiros... Bj

Eliane Furtado disse...

Marli, que lindo este país de tantos sotaques. Bjsssssss tb.

Eliane Furtado disse...

Veroca do Sullllll.
Malas prontas.É só marcar. Quem sabe no próximo fórum?
Vamos ajeitar isto?
BJS

Eliane Furtado disse...

Palavras. Confortam, magoam, mexem com a gente, e nos levam ao encontro da paz.
Mila, que bom que vc pode trocar tb com sua amiga. Um conforto para ambas.
Bjs.

Eliane Furtado disse...

Vizinha, vizinha, nossas palavras e caminhos estão sempre em sintonia.
Obrigada pelos bons desejos na postagem de ontem.
Agora, vou lhe contar um segredinho.
Andar com gente doente é fogo. Não fica bem pra mim a companhia de alguém que usa bengala não é?! ksksksks

Eliane Furtado disse...

Oi Simpatia das Simpatias. Todos de parabéns.

Eliane Furtado disse...

Dione, reconfortante suas palavras.
Obrigada. Força sempre. Eu volto tá?!

Eliane Furtado disse...

Papoula Dourada. Eu estou aqui trabalhando, honrado compromissos. E vc?
Imagino que muito cansada ksksksksk
Esta flor me dá um trabalho...e pensa que sou fotógrafa.
Um beijo e obrigada pela força e parceria sempre.

Eliane Furtado disse...

Honrando...vc entendeu.

Papoula Bengalinha e Lili TORTINHA kkkkkkkkkkkkk disse...

Alou, alou CÃMBIO, PAPOULA chamando CENTRAL LILIZINHA na escuta????
Já DESENTORTOU???? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK próximo embarque so com MENINO MALUQUINHO ao seu lado kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk vi como vc curtiu o lindo menininho kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, to rindo até agora, devia ter filmado suas caras e bocas kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...CÂMBIO, DESLIGO antes de levar A VASSOURADA kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

Lucia Lombardi disse...

Ai que bencao Eliane, realmente voce e uma pessoa muito especial sim. minha mae quando teve cancer de mama, ha 22 anos atras, foi fazer um trabalho no leprosario de jacarepagua. Aquilo deu forcas para ela que pela graca de Deus ficou curada. Hoje sou eu que estou em tratamento do Ca de ovario. Voce comentou uma pergunta que gostaria muito que me respondesse. tenho 8 cachorros aqui em saquarema, convivo diretamente com eles e dois dentro de casa. Isto traz alguma seguela? meu email ciaanjos2002@yahoo.com.br. Um beijao Obrigada e que Deus em sua infinita misericordia te cubra de sabedoria para ajudar aqueles que necessitam.muita saude.lucia

Lucia Lombardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eliane Furtado disse...

Me aguarde. Amanhã dia de risadas no Blog.

Eliane Furtado disse...

Oi Lúcia. Cada caso é um caso.
Já foi a resposta via email.
Obrigada por lindas palavras.
Lambidas terapéuticas, como diz uma amiga, curam.
De oito? Já está curada. ksksksksk
beijos

Lucia Lombardi disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... essa foi otima!!!Obrigada por seu carinho! Gostaria muito de obter seu livro, vou tentar pelo seu site a adquirir um. Bjus.Lucia

Eliane Furtado disse...

Lucia, obrigada. Fale com Luana
"Luanna - Hama Editora"
Vc vai receber em casa. Sem custo.

Eliane Furtado disse...

luanna.coutinho@hamaeditora.com.br
telefone
(21) 2431-2112

Espaço Aberto disse...

Nosso blog conta hoje com a entrevista do ator Eduardo Tornaghi.
Venha conferir e deixar o seu recado!
Um abraço carinhoso

Fatinha disse...

Só posso aplaudir e ficar feliz por vc ter alcançado seu objetivo.
Já tive oportunidade de ouvi-la falar em debates e sei bem do seu poder com as palavras e emoções.
Prabens!
Beijo

Lulu disse...

Eu não tinha a menor dúvida de seu sucesso. Parabéns, querida, que Nossa Senhora a abençoe por tudo o que você representa para todos nós.
E como disseram algumas pessoas... que arrepia, arrepia.
Mil beijos, boa noite a todos, bons sonhos.

Maria Cecile disse...

Eliane, saudades!
Adoro ler esses posts de suas palestras, seus encontros, suas inspirações nos corações e mentes de quem tanto precisa. Às vezes uma palavra só ilumina uma vida perdida no escuro.
Que o mundo receba e proteja pessoas como você, que emitem luz por onde passam.
Uma noite de bons sonhos pra ti!
bjsbjsbjs.

Vera Guedes disse...

Menina voce mexeu comigo!!!!!! Voce não estava,voce é iluminada pelo Divino Espírito Santo. Eu faço parte da equipe MULTIHEMO/MULTIONCO a vinte e seis meses,e o dia 30/11/10 foi o dia mais feliz que eu passei nesta instituição,graças as suas palavras,expressões,ou melhor, VOCE.VOCE FEZ A DIFERENÇA.
Conseguiu passar para todos nós
aquilo que sentimos e que não
conseguimos expressar em palavras.
Feliz escolha a minha! QUE DEUS TE ABENÇÕE SEMPRE!